.

sábado, 30 de janeiro de 2016

ONDE ESTÁS TU ?

© João Menéres

Sombra a preto-e-branco
Fotografias a preto-e-branco onde esteja em destaque a sombra de algo. )



Faz-se Luz
Faz-se luz pelo processo 
de eliminação de sombras 
Ora as sombras existem 
as sombras têm exaustiva vida própria 
não dum e doutro lado da luz mas no próprio seio dela 
intensamente amantes    loucamente amadas 
e espalham pelo chão braços de luz cinzenta 
que se introduzem pelo bico nos olhos do homem 

Por outro lado a sombra dita a luz 
não ilumina    realmente    os objectos 
os objectos vivem às escuras 
numa perpétua aurora surrealista 
com a qual não podemos contactar 
senão como amantes 
de olhos fechados 
e lâmpadas nos dedos    e na boca 


( Mário Cesariny, in Pena Capital  )

26 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Foto que ilustra o texto sem fazer sombra um ao outro. Ambos lançam luz sobre o tema.

bea disse...

É um poeta português o Cesariny que discorre sobre luz e sombra.

Presépio no Canal disse...


Sublinho as palavras do Eduardo P.L.
Bom sábado!
Beijinho amigo. :-)

Maria Manuela disse...


Estou aqui ! - diz a Luz.

Forte e belíssimo post, JOÃO !

Beijinho e um bom sábado, pleno de luz.

Isabel disse...

A "luz e a sombra" permitem fazer coisas interessantes.
Assim é a foto! Bem complementada pelo poema:)

Um beijinho e um bom fim-de-semana:)

Li Ferreira Nhan disse...

Teu olhar, tua composição formal são excepcionais!

Hoje, com tempo, percorri teu blog. Nesta ausência imposta perdi post espetaculares. Porém as
imagens cá estão e é sempre um prazer, uma
agradável surpresa e um privilégio admirar suas
belas e incríveis fotos. Obrigada João, suas
imagens são lindas e únicas!
Vou aparecendo quando posso.
Beijo querido

Branca disse...

Olá João,

Vim matar saudades. Gostei imenso da imagem e o poema de Cesariny muito adequado. Aliás gostei muito de todas as tuas fotografias e textos. Um dia hei-de voltar aos blogues e cá nos encontraremos mais vezes. A ausência deve-se apenas a fases da vida, não tem havido muito espaço para a poesia infelizmente, mas para a amizade sempre há, por muito que o tempo passe.

Beijinhos e tudo de bom.

Branca

Luísa disse...

Sem "sombra de dúvidas", um "leque" de palavras bem ditadas!
O teu olhar fez a melhor grafia de enamoramento entre a poesia e a imagem!
Captações do olhar, muito de perto ao real!
Beijinhos mil, amigo meu das mil e uma belas imagens!

Rasuras do Aparo disse...

... estás lá sempre ... nas letras das palavras que escrevo ... nas frases que ... lindas noites amanheceres sussurrados ... contêm ... estás lá sempre na sombra que envolve a luz de um candeeiro em noite de verão ... sempre ...

João Menéres disse...

EDUARDO

O seu comentário está óptimo.
Próprio de um escritor.

João Menéres disse...

BEA

Também me pareceu que se adequava à imagem, razão principal desta postagem.

Um beijo.

João Menéres disse...

SANDRA

Então podes ler o que escrevi a propósito do comentário do Eduardo.
Ajusta-se perfeitamente a ti.

Um beijo ( e as temperaturas baixaram já ontem e o céu manda uns pingos... )

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Gostei tanto do teu comentário !...
Não é preciso mais que duas palavras para tudo dizer !

O Sábado esteve cinzentão, frio e com pingos. O Domingo está assim também.

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

ISABEL

Tens razão.
Eram tantas alternativas de que dispunha e acabei por optar por esta.
Como assinalas, Cesariny aqui caiu que nem mel na sopa... ( com dedos e tudo...).

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

LI

Que ror de elogios !
Tenho sentido muito a tua ausência, bem sabes.
Mas imagino que sempre que te é possível dás uma volta pelo passado, para veres outros voos.

Um beijo, querida Li, e um abraço ao Gil.

João Menéres disse...

BRANCA

Já lá vai um tempinho, é verdade...mas compreendo perfeitamente a questão.
Só te posso agradecer as palavras e a vita com um beijo e os votos que te possa ver aqui mais vezes.

João Menéres disse...

LUÍSA

E foi no dia que conheci a tua amiga H.....
No Vale Flor...
A ti devo ter podido captar esta imagem.
Fico feliz com o teu comentário, querida amiga.

Um beijo e bom resto de Domingo.

João Menéres disse...

RASURAS

Sem outras palavras.
Quero que as suas permaneçam !

Enorme e amigo abraço.

ana disse...

Gostei, João.
A sombra de uma porta com história.:))
Cesariny diz tudo.:))
Beijinhos.:))

João Menéres disse...

ANA

Escolhi bem ou não este do Cesariny ?
Mas porta não é...
( Deixa ver se é desta !...)

Um beijo amigo e grato.


Remus disse...

Onde estou eu?
Estou no trabalho.
:-P

Um grafismo a fazer lembrar um leque e é uma fotografia que fica no nosso olhar.

João Menéres disse...

REMUS

Quanto prazer me transmitiu este seu comentário !...
Muito obrigado !!!

Um abraço.

Ana Freire disse...

Um encontro muito poético e belo entre a luz e a sombra... numa perfeita harmonia, com a escolha do poema...
E como já alguém disse... a luz é a sombra de Deus...
Adoro o efeito na diagonal!...
Gosto muitíssimo do efeito gráfico, estético e minimalista da imagem, no seu todo... uma das minhas preferidas... pois a simplicidade, conjugada com a elegância, é algo muitíssimo difícil de ser captado...
Beijinhos, João!
Ana

João Menéres disse...

ANA

Bem me parecia que ainda não tinhas comentado...
E que ENORME ELOGIO me concedes !

É pró Flinpo...

Um beijo grande e muito agradecido, Ana.

mariam [Maria Martins] disse...

Apelativa imagem :) beijinhos

João Menéres disse...

MARIAM

Contava com uma votação bem mais alta para ti e para mim...
Mas, paciência...

Um beijo e obrigado.