.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

LÁ NO MAR DA BOA NOVA


© João Menéres



LEÇA, QUE OUVIU NAS COVAS DOS ROCHEDOS,
ONDE AS VAGAS ECOAM SEUS CLAMORES,
A ALMA DE ANTO, PREAMAR DE AMORES,
DIZER-LHE LINDOS VERSOS E SEGREDOS.

( Jorge Condeixa / 1892-1988 - na sua obra
DO MOLHE NORTE AO FAROL DA BOA NOVA,
editada em 1970, que me foi oferecida em 1977, com uma 
dedicatória que, para mim, tem um inestimável valor. )

20 comentários:

Presépio no Canal disse...

Que maravilha! Saudades das ondas portuguesas! :-)
Beijinho!

Eduardo P.L. disse...

Mar bravo na boa nova!

ana disse...

Gostei muito da fotografia e do poema que escolheu.
Beijinho. :))

Ana Freire disse...

Belíssima imagem do nosso litoral bem português... natural... agreste... belo... avassalador!
E com uma bonita tonalidade, da iluminação do final da tarde...
Beijinhos, João! Votos de uma excelente semana!
Ana

Isabel disse...

A fotografia é lindíssima! Tem uma luz fabulosa:)

Desejo-lhe uma boa semana:)

João Menéres disse...

SANDRA

As melhores ondas são as da Nazaré, como deves saber.
Mas o mar da Boa Nova, onde já naufragou um navio, são mais poéticas.

Um beijo amigo e com saudades tuas.

João Menéres disse...

EDUARDO

É bravo e tem muitos rochedos escondidos sob o seu manto.

João Menéres disse...

ANA

A imagem foi seleccionada de uma série de cinco.
Nesta altura do ano, o Sol põe-se num ponto difícil para um enquadramento melhor.
Fico satisfeito por referires a quadra que escolhi.

Um beijo muito amigo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

E o poente não me favoreceu, pois uma longíqua neblina impediu que umas pequenas nuvens ganhassem o tom róseo.
Obrigado por me desejares uma boa semana. Bem preciso !...

Um beijo muito grato.

João Menéres disse...

ISABEL

Muito te agradeço o comentário cheio de loas.
E também te agradeço os votos de uma boa semana
Apanhei com 35º em Terras de Basto ! É de mais para mim, lá.

Um beijo amigo.


Li Ferreira Nhan disse...

Maravilha João!!!!
Beijo querido!

Luísa disse...

Com esta belíssima fotografia, quase que ouvi o rebentar das... preciso de tempo para ouvir o mar...e para que ele me oiça!!!
Beijinho terno, querido amigo

Remus disse...

Bela luminosidade que acompanha este envolver do mar.
Uma fotografia muito poética.

Jorge Pinheiro disse...

Linda a foto e a poesia.

João Menéres disse...

LI

Obrigado e um beijo, querida amiga.

João Menéres disse...

LUÍSA

Para tudo ser devidamente apreciado, precisamos de tempo.
É como para apreciar uma boa bebida...
A cor, a transparência, o aroma, o sabor...

Um beijo muito grato.

João Menéres disse...

REMUS

Agradeço imenso as suas palavras.

Um abraço.

João Menéres disse...

JORGE

Muito obrigado também !
Jorge Condeixa : Um poeta quase ignorado.

Um abraço.

Maria Manuela disse...

Uma imagem de ouro !
O sol a despedir-se das ondas...numa Foto feita poesia...

Bela e sentida forma de evocar o poeta da Torre d'Anto... e Leça... nesta feliz simbiose com o poema escolhido !

E assim, três poetas... embalados pela visão e fragor do mar contra os rochedos da Boa Nova... nos fazem também sonhar...

Magnífico post, JOÃO !

Beijinhos, desde o Minho Litoral.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Fico muito sensibilizado pelo teu comentário, do qual destaco esta frase :

E ASSIM, TRÊS POETAS...EMBALADOS PELA VISÃO E FRAGOR DO MAR CONTRA OS ROCHEDOS DA
BOA NOVA...NOS FAZEM TAMBÉM SONHAR...


Muito e muito obrigado, Maria Manuela !

Um beijo.