.

sábado, 13 de junho de 2015

QUANDO FALTA A LUZ ELÉCTRICA...


© João Menéres


...ACENDE-SE UMA VELA.



28 comentários:

Fatyly disse...

Tal e qual e a foto está tão linda!

Beijos e um bom sábado

Maria Manuela disse...

Simplesmente fabulosa, esta fotografia !!!

A personagem (será um neto ?) emerge do negro num soberbo contraste luz/sombra.
E, sem querer, lembrei-me de dois génios da pintura universal. Como pintariam eles esta cena, com um jovem dos nossos tempos ?

Um beijo, caro Amigo e muitos, muitos Parabéns !

Eduardo P.L. disse...

É sempre bom ter duas, uma para o santo outra para o diabo! srsrsr

Jorge Pinheiro disse...

E faz-se uma grande foto.

Isabel disse...

Quando falta a luz eléctrica é um transtorno que nos faz ver como ela é preciosa!

A foto está muito gira. A concentração do jovem dá à foto uma seriedade quase religiosa.

Bom fim-de-semana:)

ana disse...

João,
Estou a ver que o neto assumiu bem o papel.
Um lindo neto.
Beijinho e feliz final de dia de Santo António. :))

João Menéres disse...

FATYLY

Obrigado pela apreciação.


Bom Domingo e um beijo.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Sim, é o Bernardo muito concentrado na missão.

Bom, os Mestres teriam o castiçal... e não se teriam esquecido de mostrar as lágrimas que a vela tinha !
O meu filho queria ir embora e eu tive que me despachar.
As lágrimas estavam previstas mas com a pressa distraí-me do pormenor. Quando vi a imagem no desktop é que dei conta...

Muito obrigado e desejo um Domingo menos aborrecido quanto ao tempo.

João Menéres disse...

EDUARDO


Não conhecia !

João Menéres disse...

JORGE

Daqui a oito dias é que vou saber se a sua insuspeita opinião é mais abrangente...

João Menéres disse...

ISABEL

Achei muito pertinente a sensação que tiveste !

Um beijo grato e amigo.

João Menéres disse...

ANA

É muito colaborante !
É um moço muito tranquilo e bom aluno.

Um beijo e que tudo te corra bem.

Luísa disse...

"Avô,
como conseguiam viver antigamente?"
Acendias a candeia, transportavas a luz, passeavas o sorriso na mão...
Belos tempos idos!

Mil beijinhos meus,cheios de luz!

João Menéres disse...

LUÍSA

Depois de uma expressão tão bonita, nem me atrevo a dizer nada !

Ora relê o que escreveste :

passeavas o sorriso na mão...


Um beijo gratíssimo.

myra disse...

Joao, o menino e lindissimo e QUE FOTO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

GL disse...

Lindíssimo, é o único adjectivo adequado, ainda que muito pobre.
Parabéns, João, muito em especial pelo neto maravilhoso.
Ai, o que me apetecia roubar esta fotografia!
Não, está não me atrevo a pedir.

Bom Domingo.

Beijinho para os dois.

João Menéres disse...

MYRA

É meu neto...

Muito obrigado.

Um beijOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

João Menéres disse...

GL

Lindíssimo é um superlativo. Que mais podias dizer ?

Como utilizas as imagens com muito critério, estás autorizada. MAS SÓ PARA A OUTRA SEMANA, está bem ?


Um beijo grato e boa semana.

Maria Manuela disse...

JOÃO, de Mestre é esta belíssima Fotografia !!!

A alusão, acima, aos dois pintores do passado foi tão só pelo magnífico efeito luz/sombra...

E quando falta a luz eléctrica, tão rápida é a reparação da avaria que a vela nem tempo tem para chorar.

Beijinho e uma óptima semana, João.

jose jaime disse...

Linda foto!! PREMIADA COM CERTZA!
Abraços.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Mas esta vela tinha umas lágrimas !...
Não vou falar de Mestres da Pintura para não pensarem que sou vaidoso...
Tenho algumas esperanças com esta imagem, lá isso é verdade !

Um beijo e muito obrigado uma vez mais.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Não ficou no TOP 5, mas foi seleccionada pelos editores, o que prova que eu tinha razão !
Parabéns, portanto.

E, pela minha parte, agradeço o seu prognóstico.


Um abraço deste lado do Atlântico.

Tété disse...

Linda foto, lindo neto!
Parabéns!
Beijos

João Menéres disse...

TÉTÉ


Um duplo OBRIGADO:

Um beijo.

Remus disse...

Quando falta a luz eléctrica... liga-se a lanterna.
Velas! Agora as velas só servem para dar "cheirinho".
Além disso, essa vela já está curta. Diria que não dura uma noite...
:-D

Bela concretização. Tudo graças ao "charme envergonhado" do modelo.

mariam [Maria Martins] disse...

Muito interessante este registo! Pbs :)

Agostinho disse...

Muito bem conseguida. O modelo e a encenação também ajudaram a dar luz à fotografia.

Conceição Duarte disse...

ImaGINA SE NÃO TIVESSEMOS UMA VELA…