.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

BICHO DA SEDA


© João Menéres





Aqui está uma observação:
Quem criar o bicho da seda e gostasse de saber como é o casulo por dentro faz o seguinte:
 Deixar a lagarta terminá-lo e se não tiver a certeza carregue ligeiramente no casulo para ver se ele está duro se estiver podem arranca-lo e abri-lo e vão ver que por dentro tem o verdadeiro casulo ou seja por fora é só para proteger depois de provar isso basta deixar o casulo de dentro da caixa  que ela vai nascer na mesma.

( Texto do site MUNDO DAS BORBOLETAS )

19 comentários:

Fatyly disse...

Quando as minhas filhas eram pequenas criaram os bichos da seda, mas com o cuidado de a caixa estar tapada com película com furinhos. Quando eclodiram as borboletas fomos larga-las no campo.
Um colega meu nunca tapou as caixas dos filhos e João nem imaginas o problema que teve. As borboletas puseram os ovos em tudo que era lugar de tal forma que quando deram por isso tiveram de chamar alguém especializado em desinfestação porque havia "lagartinhas" até na roupa, armários, etc, etc. NUnca mais me esqueci do que vi:):):)

Beijocas e um bom dia

Eduardo P.L. disse...

Tivemos um criatório na fazenda na década de 50.

Isabel disse...

Que foto gira!

Já tive, várias vezes, bichos da seda, na escola e já tive oportunidade de ver todo o processo da transformação da seda. É muito interessante. Aqui há uma Associação que faz tudo, desde a cultura das amoreiras (para a alimentação do bicho-da-seda) até à criação do bicho-da-seda, transformação do casulo, nos novelos/meadas e até trabalhos feitos com a seda.
É uma visita muito interessante!

Um beijinho :)

João Menéres disse...

FATYLY

Tu soubeste tratar destes "amendoins" !
O teu amigo não sabia e eu nem quero imaginar o que ele passou !...
Noutra não se meteu certamente...

Um beijo grato.

João Menéres disse...

EDUARDO

E deu resultado ?
Trataram da seda ?

João Menéres disse...

ISABEL

Ignorava que em Castelo Branco, além das famosas colchas, fazem a criação dos bichos da seda e, para além disso, até seda produzem !
Uma grande novidade !

Um beijo amigo e grato pela informação.

Remus disse...

Num primeiro impulso, já ia perguntar que espécie de amendoins eram estes. Já que nunca tinha visto amendoins de casca branca.
Mas afinal... Saiu-me borboletas.
:-D

João Menéres disse...

REMUS

E se os amendoins não foram torrar para a praia ?
:-D

´Que estes vivem enclausurados à moda de Évora !

:-D

ZEKARLOS disse...

Agora, ao ver esta foto, relembrei a minha infância. Quem não passou por isto. Abraço

João Menéres disse...

ZECARLOS

Por acaso, eu não...

Um abraço agradecido.

Agostinho disse...

Anda a gente com esta bicharada na pele!!!

Jorge Pinheiro disse...

Parecem cápsulas de omeoprazol.

Luísa disse...

Que fantástica postagem!
Temos cá em casa uma criação fantásticas!
Nesta fase, temos lagartas, casulos, borboleta e ovos.
Nenhum sai da caixa...ai deles!
O mais difícil é encontrar as folhas de amoreira...Em Fafe não há!
De resto, é uma delicia ver o interesse da AL: tira fotos, observa, analisa...
Para março do próximo ano, lá teremos uma cultura maior de "bichos da seda", uma vez que cada borboleta põe cerca de 30 ovos!

Beijinhos mil,senhor das mil e uma belas imagens!

João Menéres disse...

AGOSTINHO

E à volta do pescoço...

Um abraço.

João Menéres disse...

JORGE

Sabia que só em 2013, os portugueses consumiram quase três milhões de unidades de omeprazol, um medicamento para o tratamento das úlcera gástricas ...


Um abraço.

João Menéres disse...

LUÍSA

Calculei que irias apreciar na companhia da AL !

Conforme dizes, é preciso o maior dos cuidados para que não se escapem.

Beijos.

Maria Manuela disse...

Bichos da seda !!!
Um retorno à infância e não só, numa terra onde não faltam amoreiras...

E, mais tarde, numa visita de estudo com alunos a Castelo Branco, tive a oportunidade de ver o que diz a Isabel.
E também fiquei a saber, na oficina-escola, que parte da seda é enviada para Itália, onde é tingida, e regressa naqueles tons de inconfundível beleza e macieza que preenchem o linho, primorosamente bordado a fios de seda...
Não sei se continua a ser assim.
Uma foto espectacular, muito bem complementada !
Beijinho e bom fim de semana, João.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

A ISABEL vai ficar muito satisfeita ao ler o que escreveste !

Muito obrigado pelo teu comentário.

Um beijo muito amigo.

Conceição Duarte disse...

QUANDO OLHAMOS DE IMEDIATO, PENSAMOS EM PEDRAS….