.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

HÁ SEMPRE UMA ÚLTIMA VEZ...






© João Menéres









© João Menéres





© João Menéres










© João Menéres


TERÁ SIDO A ÚLTIMA VEZ
QUE FOTOGRAFEI O FLORIR
DA MINHA MAGNÓLIA DE FOLHA CADUCA.



28 comentários:

GL disse...

Linda a magnólia!
Fotografá-la uma última vez? Quem, que deuses, dão essa certeza? Tudo, quer na Natureza quer na vida, é uma imprevisibilidade, logo...?
Beijinho amigo.

Maria Manuela disse...

Que lindo florir, João !
Um autêntico desembrulhar de cor...
E a própria palavra encerra movimento, mudança, renovação, beleza, vida !...
Belo registo.
Beijinho grande.

Remus disse...

Se foi a última vez, isso não saberemos, já que a vida dá muitas voltas... É uma autêntica máquina de lavar roupa.
:-)

Mas se efectivamente foi a última vez, eu diria que ela ficou muito bem retratada. A Magnólia deve ter ficado orgulhosa.

Ana Freire disse...

Muitas magnólias sempre florirão... enquanto nos lembrarmos das coisas boas que temos, ou que tivemos... mas que sempre têm um cantinho no nosso coração... onde as trazemos sempre connosco... carregadas na bagagem, da recordação...
Lindas as imagens... e a atenção do João, que mais uma vez, me pegou de surpresa... na volta do correio...
Queria eu agradecer de forma mais atenciosa e apropriada, mas por estes dias, o meu tempo e atenção, andam bastantes condicionados, por motivos de saúde, da minha mãe...
Um grande beijinho, João!
Os meus agradecimentos, mais uma vez, apressados, por estes dias... e um grande abraço... não daqueles que a gente dá por fora... mas por dentro...
Ana

João Menéres disse...

GL

O futuro dirá, evidentemente.
Mas não estou a pensar morrer para já !


Um beijo.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Sabes que gosto de variar de quando em vez.
Agora foi com esta evolução...

Agradeço a renovação e não só.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

REMUS

Tão orgulhosa que inchou,inchou e as pétalas fizeram-se à vida !

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

"Muitas magnólias sempre florirão... enquanto nos lembrarmos das coisas boas que temos, ou que tivemos... mas que sempre têm um cantinho no nosso coração... onde as trazemos sempre connosco... carregadas na bagagem, da recordação..."

Está agradecido, Ana.

Fico é preocupado com a saúde da tua Mãe !
Deus permita que melhore e que as tuas dores de cabeça possam desvanecer-se tão depressa quanto possível.

Um beijo e obrigado.

Eduardo P.L. disse...

O futuro dirá, com bem disse.

Questiuncas disse...

Gostei das fotografias, não gostei do teor negativo das palavras.

João Menéres disse...

EDUARDO

Como sempre...

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Não se preocupe com a 2ª parte.

Obrigado e um abraço.


Isabel disse...

Deve dar um pouquinho de pena... mas se não for esta hão-de ser outras! Belas fotos não vão faltar!!

Seja como for, as fotos estão espectaculares!

Um beijinho:)

João Menéres disse...

ISABEL

Tens razão, minha Amiga.
Há mar e mar, há ir e voltar...


Obrigado e um beijo.

ana disse...

João,
São lindas estas magnólias a florir.
As minhas já deram lugar à folha.

Vai ter oportunidade de ver outras tantas a florir. Não importa o local mas o afecto com que as olha.
Beijinho.:))

João Menéres disse...

ANA

Obrigadooooooooooooooooooooooooooooooooooo


Um beijo.

Agostinho disse...

Estas fotografias são uma profissão de fé: a luz, a cor, o brilho, o pormenor retratam o milagre da natureza que se renova, com uma certeza que tem querer.
Há de vir o S. João, as flores murcharão, há de vir o inverno e a folha cairá, mas a árvore permanece pronta. À espreita doutra primavera.

Tenho andado numa intermitência chata, mas sem esquecer este espaço e o seu autor.
Um abraço, João Menéres.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Muito agradeço a sua magnífica reflexão sobre o
constante renovar da natureza.

Falta de tempo ?
Pois é um mal geral e amanhã não postarei por essa razão.
Os mails que entram a cada momento ( e aos quais procuro responder sempre que me mostram ou dizem alguma coisa) ocupam imenso tempo.

Um abraço muito grato.

Ana Bailune disse...

Li os outros comentários. Bom saber que estás bem!
Eu tinha um belo manacá-da-serra. a última vez que o fotografei, ela estava lindo... caiu durante uma tempestade, desenraizou. Morreu. Melhor fotografar, pois a gente não sabe quando será a última vez.

João Menéres disse...

ANA

Nunca saberemos o que quer que seja !...
Estou be, sim, querida amiga.
Apenas à espera de 4ª feira para ver se resolvo de uma vez o problema do CDI.

Um beijo e obrigado.

Jorge Pinheiro disse...

A magnólia está com algum problema para não ser mais fotografada?!

João Menéres disse...

JORGE

Já a mostrei, talvez o ano passado...

Rasuras do Aparo disse...

...penso que que após o ciclo que permitiu esta fotografia ( excelente por acaso ...) o ciclo da natureza permitirá que teremos de novo um olhar seu sobre o mesmo tema lembrando-nos que um ano já passou sobre este vislumbre ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

A magnólia já não tem uma única flor.
Que sugere ?

Um abraço.

Maria disse...

Folgo em saber, nem o artista, nem a admiradora nem mesmo a magnólia :-)
Para o ano há mais
Linda sucessão de imagens, sensualidade vegetal

Maria disse...

Folgo em saber, nem o artista, nem a admiradora nem mesmo a magnólia :-)
Para o ano há mais
Linda sucessão de imagens, sensualidade vegetal

Maria disse...

Folgo em saber, nem o artista, nem a admiradora nem mesmo a magnólia :-)
Para o ano há mais
Linda sucessão de imagens, sensualidade vegetal

Maria disse...

Folgo em saber, nem o artista, nem a admiradora nem mesmo a magnólia :-)
Para o ano há mais
Linda sucessão de imagens, sensualidade vegetal