.

sexta-feira, 27 de março de 2015

DE UMA PORTA SE FEZ UMA JANELA


© João Menéres

26 comentários:

Isabel disse...

uma porta/janela muito linda e com um bonito enquadramento. O varandim de ferro é muito bonito.

É bom vê-lo de regresso; continuação das melhoras e desejo-lhe um excelente fim-de-semana.

Um beijinho :)

Maria Manuela disse...

E ficou muito interessante !
Gosto muito da grade e dos reflexos, da harmonia de cores entre ela e os azulejos e até... do desnível do piso onde assenta.
Uma discreta janela numa bela foto !
Beijinhos e rápidas melhoras, João.

Remus disse...

Bem... pode continuar a ser uma porta, para quem gostar de saltar barreiras.
:-D

Na Ericeira eles são um povo estranho... Deve ser por causa do muito vento e das ondas a "bater" nas suas cabeças.
:-P

Pormenor/detalhe bem apanhado.

Rute disse...

Olha, diz muito bem! E o resultado final é muito bonito. Gostei imenso da fotografia.

1 beijo

ana disse...

Tão bonita esta janela.
Que bom vê-lo de regresso. Já tinha saudades.
As melhoras. :))
Beijinho.

Ana Freire disse...

Uma porta bastante familiar, João... costumo passar por ela imensas vezes, quando por lá estou... mas nunca me lembrei de lhe tirar uma foto... Se não estou a fazer confusão fica próximo do café Morais... Dentro de uns dias, passarei por lá... e tirarei as dúvidas...
Uma forma de se ter uma varanda... sem ocupar espaço... e uma forma de se ter a porta aberta, mesmo à face do passeio... e sem que nos entrem pela casa dentro... sem alguma dificuldade, pelo menos...
Mais acima, no largo, chamado Jogo da Bola, também existem mais alguns exemplos, deste tipo de portas, com estes gradeamentos de varandas incorporados...
Ficou excelente, a imagem, com o jogo de luz e sombras, destacando ainda mais a brancura da porta e o rendilhado do gradeamento...
Beijinhos, João!
Bom vê-lo tão activo por aqui...
Muito bom sinal... Boa recuperação!
Beijinhos
Ana

Li Ferreira Nhan disse...

João não sei o que aconteceu contigo mas desejo que prontamente esteja bem de saúde!
Estive 10 dias com o Gil internado no hospital por conta de uma pancreatite aguda; voltamos para casa esta semana Mal havia recuperado-me de uma cirurgia e da queimadura da mão e já estava novamente as voltas com médicos e hospitais.
De vez em quando tudo nos chega em atacado.
Querido amigo, se cuida; nossa saúde é um bem divino e cabe a nos mantê-la bem cuidada.
Que você possa estar bem e que tua recuperação venha plena!
Beijo querido!

Presépio no Canal disse...

João, que bonita! Irei procurá-la quando for à Ericeira.
Que bom que já estás de volta!
Bjs!

GL disse...


Olha, pois é! E que bonita ficou a janelinha!

Desde que haja criatividade e bom gosto, o resultado é este.

Beijinho.

João Menéres disse...

ISABEL

Os meus regressos não dependem só de mim...
Quem manda é o cardiologista !
A iluminação favorável deu uma forte ajuda para realçar o varandim e o seu belo trabalho.

O fim de semana tem decorrido calmo, muito obrigado.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Estou a recuperar do que não se concretizou na 2ª feira...
Hoje já me sinto capaz de conduzir, embora ainda me resguarde mais um dia, pelo menos.

Se tivesse feito esta imagem 10' mais cedo não ficaria pior...


Obrigado e um beijo Amigo.

Agostinho disse...

Uma porta que não deixou de o ser, embora retirada da função por uma grade decorativa. Não perdeu a personalidade; pelos vistos o proprietário não foi em modernices de alumínios, o que revela ter bom gosto.
Quem está felizmente em funções é o João Menéres que nos mostra mais uma belíssima foto que realça a distinção da porta.
Haja saúde!

João Menéres disse...

REMUS

Eu sou de Leça da Palmeira, terra onde consta que Jesus não tenha passado ( por causa das constantes nortadas ).
Mas isso dos ditos populares não são exclusivos de nenhuma terra à beira mar plantada, sobretudo na faixa costeira acima do Cabo da Roca.

E por aqui me fico, agradecendo o seu comentário.

João Menéres disse...

RUTE

Muito obrigado pelo teu comentário.

Finalmente encontrei 1/2 dúzia daqueles pacotinhos !
Ainda é oportuno o envio ?


Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ANA

Os meus regressos nunca querem dizer nada, uma vez que esta 2ª feira ( 23 de Março ) foi em vão.
Mudaram-me um medicamento para ver se em Abril se pode concretizar.
Isto transtorna totalmente a minha vida, pois não posso programar nada enquanto não ultrapassar o problema.

Obrigado pelas palavras, querida Ana.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Não posso dizer que sim ou que não, pois não anotei...
Fico à espera das tuas conclusões.

Do teu comentário, realço :
"Uma forma de se ter uma varanda... sem ocupar espaço... e uma forma de se ter a porta aberta, mesmo à face do passeio... e sem que nos entrem pela casa dentro... sem alguma dificuldade, pelo menos... "

Nem sei onde é o largo a que te referes...

A recuperação está a decorrer bem, mas é temporária, como acima já expliquei à ANA R. A.

Muito obrigado e um beijo amigo.

João Menéres disse...

LI

Mas que raio de onda traiçoeira essa que apanhou o Gil !...
Fora com ela, Li, que não pertence a essa tua casa !

Eu vou indo, mas tudo está por resolver em definitivo, infelizmente.
É um martírio. E isso tu entendes.

Um beijo para ti e as melhoras tão prontas quanto possível para o Gil.

João Menéres disse...

SANDRA

Obrigado pelo estímulo, mas este regresso é temporário, como já disse acima à Ana R. A.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

GL

Muito te agradeço as palavras amigas.

Um beijo e bom resto de Domingo ( aqui está meio esquisito...).

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Achei uma gracinha encantadora !
Como bem diz, o proprietário não foi em cantigas dos anodizados...
E assim se preservou com vantagem do que devia ser uma obrigação dos "técnicos" das autarquias que aprovam os maiores dislates.


Um abraço muito grato.

Luísa disse...

Será sempre uma entrada, de luz,de ar,de gente! Será sempre uma entrada...

João Menéres disse...

LUÍSA

E pode servir para os namorados...

Um beijo Amigo.

Rasuras do Aparo disse...

... gosto do enquadramento ...gosto da forma como penso que ela surgia naquela porta que se transformava numa varanda aos meus olhos nos olhos dela ... num brilho que o sol se lembrou de acompanhar ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Porque raio me exclui sempre ?

Risadas !...

Um abraço.

Selena Sartorelo disse...

Composto
Texturas sem agressão
Linhas precisas da exatidão
Simplicidade no tom.
Beleza e intervenção.

Amores com trancas e brechas de ilusão
Passagens interrompidas
Vida que segue...

João Menéres disse...

SELENA

Devido aos problemas que tenho tido aqui no portátil, só hoje tive a oportunidade de ver o teu comentário.
Desculpa, sim ?

Gostei tanto, Selena !
Que rico Ovo de Páscoa me envias !
Vou saboreá-lo tanto quanto me é possível !

Um beijo grande e Amigo.