.

sábado, 13 de setembro de 2014

À ESPERA


© João Menéres

BARCO VIRADO DE MASTRO PARA O FUNDO.

24 comentários:

Agostinho disse...

Velejador aguardando resgate,sem drama nem TVI.
O barquinho meteu água ou foi o vento que o virou? O rapaz será iniciado na coisa?
Oportunidade apanhada, bonito apontamento.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

O vento era bem forte !
Foi na Ria de Vigo.

Era um velejador bem experimentado !
A cana do leme está ali à esquerda ( em alumínio ).

Um abraço e bom Domingo.

Isabel disse...

Que arrelia!
São coisas que acontecem a quem anda no mar!

Descobri o leme...

Excelente apanhado! Boa sorte no Flinpo:)

Bom domingo:)

João Menéres disse...

ISABEL

Pior foi o Vasco da Gama...
Sabes quantas naus perdeu ?
Até a Bérrio !...


Um beijo e bom Domingo.

Luísa disse...

Medooooooooo!
bem apanhado e resgatado?

Fatyly disse...

Acontece aos melhores e todo o cuidado é pouco. Sorte dele poder estar à espera.
Uma foto genial!

Beijocas

João Menéres disse...

LUÍSA

Eu estava no barco do Júri.
Significa que os barcos de apoio estavam por perto.

Um beijo e bom Domingo.

João Menéres disse...

FATYLY

Tens razão, acontece a todos...
No caso, o apoio foi rapidíssimo !
Também foi na Ria de Vigo...
E em Espanha s barcos da apoio são mais do que muitos !


Um beijo e obrigado.

Isabel disse...

Pois é...e no tempo do Vasco da Gama não havia naus de resgate!

Grandes homens, cheios de coragem a enfrentar o desconhecido em casquinhas de noz.

João Menéres disse...

ISABEL

Não seria a procura de um futuro melhor longe da terra pátria ?

Um beijo Amigo

(De manhã chuviscava. Agora está incerto...)

ana disse...

Gostei muito desta fotografia.
Só resta esperar.
:))
Beijinho.

João Menéres disse...

ANA

Já nem nisso penso !

Mais duas ou três semanas e acabou-se...

Um beijo muito amigo.

Rute disse...

Quem espera sempre alcança...
Cores muito bonitas.

1 beijo

Remus disse...

Navegar não é suposto ser ao contrário?
Pelo menos não tenho conhecimento, que os nossos descobridores, tenham chegado às Índias ou ao Brasil desta forma.
:-D

Infortúnio acontece a todos. Existem dias que nem devíamos sair da cama, não vá o João Menéres estar com a máquina na mão, e retratar para todo o sempre, esse nosso infortúnio.
:-)

Maria Manuela disse...

Linda cor !
Lembra a da porta nº 135 !...
E até se sente o balanço destas pregas azuis, de lá p'ra cá e de cá p'ra lá...
Muito bonita esta foto !
Um óptimo apanhado !
Beijinhos, João :)

João Menéres disse...

RUTE

Muito obrigado. Mas a Ria de Vigo costuma ser mais azul !
Aqui havia mesmo mau tempo...


Um beijo.

João Menéres disse...

REMUS

Era júri e não resisti a perder esta oportunidade !


Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Na altura foi um ímpeto...
Por vezes, "agarram-se" situações menos corriqueiras...


Um beijo grato.

mariam [Maria Martins] disse...

Excelente 'apanhado'! Pbs :)

João Menéres disse...

MARIAM

Um apanhado molhado...
Um beijo e obrigado.

Kaipiroska disse...

Melhores dias virão com mais sorte e menos vento. Acho piada ao ar passivo do velejador à espera do resgate.

João Menéres disse...

CARIN

Era um experimentado velejador e foi na Ria de Vigo.

Não havia motivos para grandes receios.

Um beijo e obrigado.

Conceição Duarte disse...

Quem vive no mar, vive emoções fortes, eu prefiro ver… lindo demais, mas morro de medo!
Bj CON

João Menéres disse...

CON

Bem sabes ( saberás ? ) que comecei a praticar Vela aos meus 10 anos.
Andei por três Continentes.
Quando aos cinquenta e tantos fiz o 1º enfarte, achei prudente abandonar as regatas.
Passei a dirigente (não renumerado...).
Entretanto, no final de Dezembro último fiz outro que me apanhou completamente de surpresa.
Andava eu super-controlado para fazer uma operação á vesícula ( onde se encontra uma rica pedra ! ) e, simultaneamente, extraía uma hérnia umbilical.
Como este acidente vascular foi bastante mais sério, estou em um ano !
Quer dizer que só para meados de 2015 ( se tudo correr bem ),é que se pensará naquelas operações.

Um beijo, querida CON.