.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

UMA PORTA COM FLORES





© João Menéres



SE UM DIA, POR ACASO, PASSARES
POR ESTA RUA E O TEU OLHAR
NÃO VIR OCEANOS, NEM MARES,
EU SEI QUE VAI ACHAR
ESTAS SIMPLES FLORES...
FORAM DEIXADAS PARA TI !
PENSA O QUE DESEJARES.
ANTIGOS TEMPOS EM QUE VIVI
PARA LÁ DOS BASTIDORES.

34 comentários:

Luísa disse...

Flores são sempre flores!
Mesmo torneadas em ferro forjado, tratado e pintado na melhor das portas, flores são sempre flores!
Beijinhos mil, logo à entrada!

Luzinha disse...

Este é um daqueles pormenores lindíssimos que nos passam quase despercebidos :)
Lindíssima!

Questiuncas disse...

Acho que já vi uma porta assim toda florida, não me lembro onde e de certeza que não ia acompanhado (por acompanhado deve-se pensar em máquina fotográfica), senão já tinha tirado fotografia.
Mas o João não perdeu a oportunidade e fez muito bem.
Já agora, onde é?

Eduardo P.L. disse...

Mais uma para a importante série.

João Menéres disse...

LUÍSA

Como flores são sempre flores é por isso que as deixo aqui e acolá !


Um beijo florido.

João Menéres disse...

LUZINHA

Também era capaz de te deixar umas flores !
Não numa porta, mas em mão.
Quem sabe um dia ?

Um beijo.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Depois do Solar Sto. António.
Fui à consulta de audiologia !


Um abraço e obrigado.

João Menéres disse...

EDUARDO

A finalidade é essa mesma !

Ana Bailune disse...

Lindo demais...
Lembrou-me meu pai, que era serralheiro e tinha o maior orgulho do seu trabalho.
Bom dia, João!

Ana Freire disse...

E se o João diz que foram deixadas, para mim... quem sou eu para o contrariar?...
Flores... nada é mais precioso do que aquilo que não pode ser comprado... assim são as flores... dádivas da Natureza...
E essas estão elegantemente aplicadas, numa porta de madeira, e mármores... onde a Natureza de alguma forma, ainda se revela...
Belíssimo enquadramento, João!
Uma porta com sobriedade e distinção. certamente pertencerá a alguma série de fotos?...
Uma excelente foto! E uma excelente escolha... entre as muitas que haverá por aí.
Bjs
Ana

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

É uma arte tão bonita !
Compreendo bem o que dizes.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Fico bem feliz por teres aceite as flores !

Sim, esta porta pertence a uma série de portas do Porto...

Obrigado também pelo teu elogioso comentário.

Um beijo ( Domingo visita-me. Tenho uma missão para ti ).

Isabel disse...

Linda!

João Menéres disse...

ISABEL

OBRIGADO !!!

( Visita-me no Domingo. Tenho uma tarefa para ti. )


Um beijo.

Agostinho disse...

No cento e vinte e seis há,
bordejada a marmórea pedra,
uma concumitante duplicidade:
folhas, campainhas, caixas postais
e sei lá eu que mais…

Se à porta jardim
de helénica proporção
alguém atrevido tocar,
ao jeito de malmequer desfolhar,
nascerá cumplicidade
e mil encantos a desfrutar?
Quem sabe?

Isabel disse...

Ai é?!...Cá estarei cheia de curiosidade!
Só espero que não seja uma tarefa difícil!...

Um beijinho e bom fim-de-semana :)

Maria Manuela disse...

João,
Muito obrigada pelas flores !
E, "se um dia, por acaso," eu passar por aí..., sentirei, mesmo em ferro forjado mas pintado de branco..., o aroma dessas flores na gentileza do seu gesto...

Uma porta, em tudo, muito bem conservada. Fala por quem lá vive...
E eu que pensava que neste tipo de portas, o batente e as fechaduras
ficavam sempre do lado direito...

Uma óptima foto ! Enquadramento impecável !

Beijinhos e bom fim de semana.:)

Li Ferreira Nhan disse...

Que linda!
Parabéns João, mais uma bela porta do teu Porto!
Beijo querido!

Ana Freire disse...

Um pedido seu, João... é uma ordem!
Cá estarei, no domingo.
Espero corresponder à missão... desde que não seja uma Missão Impossível (filme)... nunca apreciei o Tom Cruise...
Beijos
Ana

ana disse...

João,
O poema é lindo e a porta com as flores acabam por ser o resultado do poema. :))
Porto(seu) é uma das rubricas encantadoras que tem.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Confesso que senti a sua falta por estas bandas !

Já uma vez me surpreendeu com um poema e hoje oferece-me outro em troca das flores ali deixadas...

Um agradecimento muito especial com os votos de um bom fim de semana.

João Menéres disse...

ISABEL

Para ti não há dificuldades e eu vou conhecer-te um pouco mais.

Um beijo e obrigado.

Remus disse...

É uma daquelas portas que está mesmo a pedir uma fotografia. Tanto pelas cores, pela elegância, pelos desenhos... por tudo.
Tudo em perfeita harmonia.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

As flores em ferro forjado conservam sempre o seu aroma. Não há invernia que o abafe !

Quanto ao batente, julgo que depende da arquitectura do interior, ou seja, se há uma outra porta junto a esta que aconselha a porta exterior abrir para o outro lado.
Conheço algumas casas assim.

Obrigado pelo comentário onde, mais uma vez, se constata que nada te escapa.

Um beijo amigo e um óptimo fim de semana.

João Menéres disse...

LI

Que mais te posso dizer ?

Um beijo, Li querida.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Não, até para mim não difícil !...

Vais sair-te em beleza, tenhoa certeza !

Um beijo grato.

João Menéres disse...

ANA

Foste a primeira a referir explicitamente o poema !
Fico muito sensibilizado com o teu elogio para este poeta de trazer por casa !


Um beijo e um excelente fim de semana.

João Menéres disse...

REMUS

E por isso foi feita...
É muito delicado o trabalho do ferro forjado, na verdade.

Um abraço.

Graça Pereira disse...

As flores ficam bem em todo o lado...e numa porta funcionam, a meu ver,a uma saudação: Entra, como és bem vindo!!
Abraço amigo
Graça

MR disse...

Vou repetir o que já fo dito noutros comentários: esta porta é linda.
Bom fim de semana!

Rasuras do Aparo disse...

... e então ela sorriu e às avessas do que era usual ... normativo ... e calendarizado ... foi ela ... que me ofereceu ... flores ...

João Menéres disse...

GRAÇA

Não tinha pensado nessa mensagem !...
E é verdade, Graça...

Um beijo grato.

João Menéres disse...

MR

Muito obrigado pelo comentário surpresa.

Um beijo.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Sorte a sua !
E ainda há quem se lamente...

Um abraço.