.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

PORTO




© João Menéres

...


" lento regresso a casa, as aves recolhiam e
eles sabiam que havia alguém para falar
das águas e das luas e da sombra
das cores, dos gestos entre as hastes e os farrapos "


( Vasco Graça Moura, in
 visto da margem sul do rio
o porto
Excerto de eugénio e os pintores,
Editor Modo de Ler )

27 comentários:

Maria Manuela disse...

Bem curiosa, esta foto !...
Um postigo numa parede bem rugosa ?!

Simplesmente sublime, este poema de VGM !!!
Parece um sentir de fim de dia...

Beijinhos, João.:))

Jorge Pinheiro disse...

Muito boa.

Luísa disse...

que nos mostras na imensidão da parede?
algo por onde se consegue olhar e ver todo o resto do mundo?
Hummm! Sugestivo mural...

Ana Bailune disse...

A parede passou-me a ideia de um bloqueio, uma proibição (?) ou algo escondido. Quem sabe, através da abertura algo vai jorrar?...
Ou talvez ele seja a morada das aves do poema.
Bom dia, João.

Rasuras do Aparo disse...

... respiro ... parede ... palavras ... esperar o regresso para colorir de emoção ... inscrever prosa e poema em tal amplo espaço ... respirar e suspirar em sintonia ... contar e ouvir ... relembrar por vezes ...

Ana Freire disse...

Às vezes, as imagens não precisam de ser visualmente deslumbrantes.
Só o que elas registam, e o que simbolizam, é que conta.
Acho que será um tributo simbólico, e bem conseguido, a alguém que se terá destacado, e marcado a sua posição... num imenso deserto... destituído de conteúdo... ou de coragem, à sua altura.
Obrigada pela partilha, de mais um excerto do legado de V. Graça Moura.
Bjs
Ana

Carolina Tavares disse...

Na casa de minha mãe há esses canos no muro de entrada, e as aves lá fazem ninho.

Gostei do múltiplo sentido da palavra Porto.

Beijos

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Há mais de 50 anos que conheço esta parede, todavia somente anteontem a vi !
Incrível, não achas ?
Inclusivamente cheguei a ter escritório nessa rua, trinta metros acima...

Não sei se é "sentir de fim de dia", como tu notas, se é um sentir de fim de vida...

Um beijo muito grato.

João Menéres disse...

JORGE

Se o diz, quem sou eu para o contrariar ?

João Menéres disse...

LUÍSA

Todo o resto do mundo, talvez não...mas que se pode
sonhar sem que ninguém nos perturbe, penso que sim.
Um olhar a gosto de cada um, digo eu...
Uma imagem deve ter como uma das suas funções SUGERIR... ou, se preferires, QUESTIONAR.

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

Como disse à MARIA MANUELA, conheço esta parede há mais de 50 anos.
Qual a razão de só a ter VISTO há dois dias ?
Como diz o poeta, O sonho comanda a vida.
Isso poderia levar-me a uma infindável análise sobre a nossa interioridade.
Mas este blogue não tem isso como objectivo.

E mais não digo...

Um beijo, querida Ana, poetisa de eleição.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Esta imagem passaria desapercebida no Flinpo, estou certo.
No entanto, como dizes, ela simboliza muita coisa e até poderia contar muitas histórias que desconheço.
É como um olhar de alguém que nós não descortinamos e, por isso, sentimo-nos seguros para tudo fazer.

Logo me meio ao pensamento esse enorme Vasco Graça Moura, Ana !
E aí, foi fácil escolher como que uma legenda.

Um beijo gratíssimo.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Interrompi para tomar uma chávena de chá e comer um pão de água com geleia.
No intervalo, perdi-me e saltei...
As minhas desculpas, meu caro amigo.

Hoje já esteve um dia de SOL sem nuvens ( logo pela manhã ). Até saí antes das 08:00 ( ! ) em camisa !!!
Palpita-me ( não é só palpite, diga-se ) que muito em breve iremos ter pixeis como estávamos habituados !

Um abraço amigo.

João Menéres disse...

CAROLINA

Penso que terá tido essa função, mas não tenho a certeza.
A memória é mais curta que os nossos desejos.

PORTO : num múltiplo de três. Foi isso ?

Um beijo com o meu obrigado.

ana disse...

Gostei do círculo, janela, ninho, observatório...
Infelizmente na Flinpo a foto passaria despercebida mas no entanto, ela tem força imponente.
O casamento imagem/poema está perfeito.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

ANA

Tenho constatado o que dizes sobre outros temas...
Mas, eu teimo, tal como a água mole...

Com o VGM tudo se torna fácil.

Um beijo grande.

myra disse...

que fantastica foto!!!

João Menéres disse...

MYRA

Simples, mas cheio de significado !

Um beijooooooooooooooooooooo

Rute disse...

'Canto superior esquerdo'...se fosse assim o desafio, de certeza que tinha lugar no podium ;)
Minimalista e a deixar espaço para as belíssimas palavras que a acompanham. Gostei muito.

1 beijo:)

Remus disse...

Um enquadramento perfeito.
Gráfica. Simples. Eficaz. Apelativa… Tudo perfeito e na dose certa.

Li Ferreira Nhan disse...

Aprecio muito esse olhar plástico, sintético/geométrico! Uma estética invejável!
Beijo querido!

João Menéres disse...

RUTE

Muito obrigado pelo teu comentário.

Um beijo com amizade.

João Menéres disse...

REMUS

Agradeço imenso o seu comentário !

Um abraço, caro amigo.

João Menéres disse...

LI

Ai como sabes sintetizar um comentário !!!
Agradeço-te muito.

Um beijo, querida Li.

Agostinho disse...

Uma fotografia pode ser, também é, um enigma. A tentação de espreitar pelo buraco é perder tudo: o fascínio da imaginação.

Nos versos do VGM um encantamento do Porto.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Cada palavra sua é uma verdade !
Nunca esquecerei o VGM !

Um abraço.

( A luz tem momentos em que é fantástica, mas não se pode estar em dois locais em simultâneo...).

Kaipiroska disse...

Simples, eficaz e muito bem enquadrada.