.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

PORTA ( O Nº 96 )


© João Menéres

UMA PORTA NA CIDADE DO PORTO, 
DEDICADA A TODOS OS QUE APRECIAM
ESTE TEMA, INCLUINDO NATURALMENTE O MEU
AMIGO QUESTIUNCAS.

25 comentários:

Questiuncas disse...

Desde já o meu obrigado.
Não é muito comum ver portas com o número lá inscrito.
E é uma porta da sua cor.

Isabel disse...

Bem gira!

Remus disse...

Para entrar na onda (ou será que neste caso deveria dizer na porta?), num destes dias, também tenho que colocar a fotografia de uma porta.

Esta porta foi escolhida por ser verde Sporting ou por ser verde, cor do peixe espada do Questiuncas?
:-D

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Creio que é uma situação temporal...
Devem estar à espera do nº encomendado.
O prédio beneficiou de obras. Está tudo pintadinho de fresco...
Não deixa de ser uma curiosidade, sem dúvida.
Um "documento" mesmo.

( Como todos os leões, sou um lagarto tranquilo.
Não aprecio o fanatismo. )

Um abraço com amizade.

João Menéres disse...

ISABEL

Ei achei...


Um beijo.

João Menéres disse...

REMUS

Porque tinha uma bandeira interessante e, sobretudo, por ter o 96 ainda pintado no vidro que, por sua vez, também levou uma demão !

Aguardo a sua porta !

Um abraço e obrigado.

Cristina Ferreira disse...

Um tema que gosto muito.

João Menéres disse...

CRIS

Então, irás ter mais algumas brevemente...


Um beijo amigo e agradecido por teres vindo comentar.

ana disse...

João,
Gosto muito porque as portas são enigmáticas.O mesmo para as janelas. :))
O que encontraremos por trás delas?

Beijinho. :))

João Menéres disse...

ANA

Eu gosto de portas e de janelas.
Como tal, quando me aparece alguma mais interessante ou curiosa, pimba, lá estou eu a clicar !

Quantas histórias ( românticas ou trágicas ) não se encerram por lá ?

Um beijo muito amigo.

Eduardo P.L. disse...

Também gosto desse tema, além de janelas, varais, cadeiras e pés...

Maria Manuela disse...


Uma porta de verde refrescante neste dia tão quente !

Linda, a bandeira !
Delicadíssima nos seus torcidos e espirais caprichosas... acompanhando a bonita curvatura da cantaria...

Porta que terá suas histórias de duas ou três gerações para contar...
Gostei !
Beijinhos, João !

Ana Freire disse...

Às vezes, os sentimentos abrem portas, que a razão diz para fechar.
Felizmente... não me considero uma pessoa racional... pelo que raramente fecho portas, para os outros.
Sendo uma porta tão representativa da esperança... por ter essa cor... esperemos que seja uma porta que se abra... e não uma porta que se feche.
Adoro a foto, João, e o ar inacabado dessa porta.
A porta da esperança, tem de estar em constante renovação. Nunca se pode dar como terminada.
Grande imagem! Muitos parabéns!
Bjs
Ana

João Menéres disse...

EDUARDO

Parece que gostamos de quase tudo !

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Por trás da bandeira, vê-se uma prancha, sinal de que as obras estão a decorrer ainda.

Sim, o trabalho de artífice é muito delicado e bonito.

Veremos como vai ficar tudo no final...

Um beijo amigo e obrigado.

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Comigo dá-se o mesmo : raro fechar uma porta a alguém.
Mas, quando o faço é com força tal, que jamais será aberta !

Se esta porta vai permanecer assim tão bem conservada, isso não sei.
Mas que merecia, merecia !
O aspecto de obra inacabada encantou-me !

Um beijo e muito obrigado pelo teu comentário.

Luísa disse...

A porta 96 é a minha...mas não é verde nem mora na Invicta!
Beijinhos pela entrada 96!

João Menéres disse...


LUÍSA

Na altura nem me lembrei !


Um beijo e obrigado.

Li Ferreira Nhan disse...

Ah, o verde do meu avô transmontano; ele usava essa cor em muitas pinturas nas casas. E ficava assim bonito !
Beijo querido!

João Menéres disse...

LI

Curioso, pois a cor que associo aos transmontanos ronda pelos azuis, mais ou menos pálidos.
Mas, realmente, também há verdes descoloridos.

Um beijo, Li querida ( e obrigado ).

Manu disse...

Acho que estou a ficar contagiada pelas portas e não vou resistir e um dia atrevo-me a colocar também uma lá no meu canto. Esta está cuidada e bem fotografada.

Abraço João

João Menéres disse...

MANU

Estava a ver que não vinhas...
Em Lisboa há tantas tão lindas !...

Obrigado e um beijo.

Agostinho disse...

Tenho vindo de cima para baixo mas o mesmo seria de baixo para cima.
Estão aqui trabalhos de alto quilate.
Parabéns, João Menéres.
Nesta `há de facto a estranheza do número assim revelado, para mais na figuração invertida do traço arábico.
Coincidências.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Como já escrevi, penso que é provisório...
Será uma primeira aproximação ao arábico ???

Quem o sabe ?

Um abraço.

Rasuras do Aparo disse...

... olho-a cheio de esperança ... induzido pela sua cor ... numericamente sedutora ... como só ela sabe ser a meus olhos ... saudosos de tempo e do tempo ...