.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

DIÁLOGOS


© João Menéres

26 comentários:

Luísa disse...

Conversas de sol de verão...com um chão de ouro e um céu carregado, azulão!
Conversas de cultura, não das letras, mas daquela que se semeia na terra e cresce em rebento!
Conersas, doces conversas...
Bjnhs mil

João Menéres disse...

LUÍSA

Caminhava pelo deck abaixo.
O que me chamou a atenção foi o chapéu da senhora.
Depois, observando melhor, constatei que ela se expressava também com os braços.
Foi um desses momentos que procurei captar,
O céu ajudava mas o calor era muito...
Do que falavam não faço ideia.
Mas devia ser uma conversa familiar. Sobre os filhos, sobre os netos ?...

Um beijo, Luísa.

Eduardo P.L. disse...

Foto MARAVILHOSA

João Menéres disse...

EDUARDO

Foi o tal clique...

Ana Freire disse...

Diálogos, são sempre pontes de comunicação, entendimento, partilha e cumplicidades... felizmente sempre nos aproximam mais, do que nos afastam...
Partilha de uma vida, entendimento e cumplicidade... é o que eu vejo, nesta foto absolutamente deliciosa e harmoniosa, João!
Muitos parabéns, por tão belo registo!
Beijos... hoje, com um bocadito de pressa...
Ana

Isabel disse...

Muito bonita!
Parecem tranquilos e imagino um casal, como já não há; junto há uma quase eternidade e continuam amigos e a gostar de estar um com o outro.
Bonita foto!

Um beijinho :)

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Essa foi a certeza com que fiquei !
Total harmonia neste simpático casal !
Só por isso, valeu fotografar.

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ISABEl

A tranquilidade de uma vida passada a dois !
Era como se fossem uns jovens namorados...


Um beijo amigo.

ana disse...

Belíssima fotografia.
A harmonia é fantástica.

Um desses jovens é o João?

Ou foi apenas o fotógrafo?
Beijinho.:))

João Menéres disse...

ANA

Então a fotografia não diz : © João Menéres ?

Apenas ?


Um beijo amigo.

Maria Manuela disse...

Uma delícia, esta imagem !
Tudo em diálogo tranquilo... com e sem palavras...
Cores belas e o mar certamente lá em baixo, cenário ideal, sabe-se lá desde quando... escolhido por este belo casal para estar a sós... conversar,planear, namorar...

Um beijinho e Parabéns por esta ternura de Foto !

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Pura verdade !
Fiquei muito sensibilizado. E ao passar um tempo depois lá em cima, assim continuavam todos entregues um ao outro !!!
O mar está realmente nas costas deles.

Um beijo muito amigo.

Agostinho disse...

É de momentos destes que se faz a vida.
O cavalheiro não deveria ter um chapéu na carola? Quando chegou a noite,
- ó querida não tens por aí um analgésico?
As senhoras são mais previdentes.
Boa foto, João Menéres.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Eu nunca usei...
Na praia, uma pala, vá lá.
Como andei sempre no mar, estou habituado. O couro cabeludo já está calejado...

Um abraço e obrigado.

jose jaime disse...

Bela foto. O momento exato. Abraços

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Obrigado pelo seu comentário, meu amigo !

Um abraço.

ana disse...

Querido João,
O "apenas" é muito grandeEE pois a fotografia está maravilhosa.

Só que a figura masculina é parecida consigo.
Foi um bom apanhado. :))
Beijinho.

João Menéres disse...

ANA

Este cavalheiro tem mais corpo do que eu.
O cabelo é diferente e o rosto também e de certeza que é mais tranquilo do que eu.
Mas poderá haver alguma parecença...

Um beijo, Ana querida.

Remus disse...

E acha bem andar a retratar as conversas dos outros?
Nunca ouviu dizer que entre marido e mulher não se mete a colher.
:-D

O azul do céu com uma qualidade e beleza ímpar, aliado a este ângulo/enquadramento baixo, fizeram com que esta fotografia ficasse top.
Parabéns.

João Menéres disse...

REMUS

Eu estava distante e a colher não chegava lá...

Grato pelo elogio a uma imagem do quotidiano.

Um abraço.

mariam [Maria Martins] disse...

Belo. Uma ternura esta imagem!inevitavelmente fez-me recordar uma palavras que li algures na blogosfera "Case-se com alguém que gosta de conversar
Por que quando o tempo for seu inimigo,
E as linhas de expressão dominarem sua face
E sea vitalidade não for como você gostaria
Tudo que restará será bons momentos de conversa
Com alguém que viveu com você muitas histórias
Que segurou a sua mãos inumeráveis vezes (...)" «autor desconhecido»
Beijinhos :)

João Menéres disse...

MARIAM

Muito obrigado !
É lindo, maravilhosamente bonito o que me mandaste.

Um beijo grato.

Rasuras do Aparo disse...

... o recordar em tranquilidade prosa que já foi alvoroço e descoberta ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Não é frequente encontrar tal, pois não ?

Um abraço.

Tété disse...

Tal como deveriam ser todos os casais. No Outono da vida é quando mais faz falta o diálogo, a cumplicidade e a harmonia.
Abraços

João Menéres disse...

TÉTÉ

O outono da vida em pleno Verão.
Dava para filosofar ou poetar...


Um beijo.