.

sábado, 28 de junho de 2014

NOITE DE S.JOÃO / EXCERTO

© João Menéres




" as chispas caem em círculos e apagam-se devagar,
lume spento entre as danças nos barcos e o negrume das águas.
porque não estás aqui ?

azul, magenta, verde luminoso, amarelo de ouro e fogo,

serpentes prateadas, vermelho, vermelho inatingível.
porque não estás aqui ? "




( Vasco Graça Moura, in 
visto da margem sul do rio
o porto )

Respeitámos toda a grafia do Grande Poeta 

24 comentários:

Branca disse...

Expectacular fotografia João e o texto de Vasco da Graça Moura é a legenda perfeita para o momento.

Um abraço.
Branca

Jorge Pinheiro disse...

Muita animação, como é preciso.

Eduardo P.L. disse...

Festa de luzes e som.

Ana Freire disse...

Belíssima conjugação, entre imagens e palavras... que daria mesmo vontade... de estar aí...
E mesmo com alguma chuva pelo meio, parece que a afluência não faltou, na noite de São João...
Uma perspectiva fascinante, da festa, junto ao rio...
Grande imagem, João!
Mais uma vez, obrigada pela atenção...
Até ver, por agora, os problemas com os comentários foram contornados... mas fizeram-se sentir em alguns blogues por aí, não só no meu...
Alterações sem aviso, do Blogger... que sempre nos apanham desprevenidos, e que nos deixam à nora, quando acontecem...
Veremos nos próximos dias, se haverá mais alguma alteração...
Um abraço
Ana

ana disse...

João,
Que dizer?
Está fantástica esta fotografia e o poema sublime.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

BRANCA MARIA

Muito agradeço o elogio !

Bom Domingo.

Um beijo.

João Menéres disse...

JORGE

Por muita que haja, é sempre pouca para os tempos actuais.

João Menéres disse...

EDUARDO

É isso mesmo !
Com um tanto de alcool à mistura...

João Menéres disse...

ANA FREIRE

Eu é que te agradeço a fidelidade das visitas e dos comentários que me alimentam o espírito !

Fico muito contente por teres o problema já resolvido !
Acontece a todos, isso das alterações do BLOGGER...
Há que ter paciência e esperar com calma.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

ANA R. A.

Muito obrigado pelo amigo comentário.

Só incluí dois tercetos para não alongar demasiado.
O livro é muito bom.
( Só fiz a fotografia do VGM. As imagens do Porto foram feitas pela irmã dele, a Maria Manuela G.M. ) e tem umas aguarelas do António Cruz.

Um beijo e até à meia noite de hoje...

Maria Manuela disse...

Excelente texto !
E uma óptima escolha, João, para esta excelente imagem... Arte e Saber !...

Estendais de luz
pendem e deslumbram o olhar...
E a festa continua
no interior destes barcos
e no calor da rua...
E o Douro, espelho sereno,
sempre a caminho do seu mar !...

Um beijinho e bom Domingo

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Não sei como me vou aguentar com as próximas imagens !...

Belo o teu poema que aqui repito :

Estendais de luz
pendem e deslumbram o olhar...
E a festa continua
no interior destes barcos
e no calor da rua...
E o Douro, espelho sereno,
sempre a caminho do seu mar !...



Muito e muito obrigado, Maria Manuela !
Há coisas que me tocam bem fundo no coração !

Um beijo gratíssimo.

Isabel disse...

É um belo conjunto - fotografia e poema!
A foto é belíssima; sofisticada!

Um beijinho :)

João Menéres disse...

ISABEL

Na altura da cachoeira o barco onde eu estava teve que pairar por aqui, atrás dos dois do Tomaz.
Na altura fiquei aborrecido mas acabou por sair bem...

Sofisticada '
Porquê ?

Um beijo e bom Domingo.

Luísa disse...

Que foto magnifica!
Que noite memorável!
Que poema enigmático
"Porque não estás aqui?"!

João Menéres disse...

LUÍSA

Todo o poema faz essa pergunta !
A imagem ?
Foi o que pude fazer enquanto durou a cachoeira.
Ficámos com esses dois barcos à frente.

Um bom Domingo e um beijo Amigo.

Dylan disse...

Finalmente a paz entre Porto e Gaia?...

Boa foto.

Rute disse...

Que linda foto e que lindo poema...casamento perfeito!

1 beijo

João Menéres disse...

DYLAN

Julgo que sim !
O Rui Moreira distingue bem as coisas.
Às vezes não serem do mesmo partido tem as suas vantagens.
O LFM ia estourar com a boa gestão de Rui Rio...

Um abraço.

João Menéres disse...

RUTE

O VGM é um POETA maior !
Quanto à imagem : Já contei que o barco onde estava teve que ficar ali mesmo.
Fiquei condicionado e tive que aproveitar ao máximo o pouco que tinha...

Um beijo agradecido.

Rasuras do Aparo disse...

... será teimosia ?! resguardo de emoções?! ... ou coisas de tradição ?! ... de facto olhei ... abordei barco a barco ... e quando tudo iluminaram pensei ... apareceu ... mas não, foi só mais um São João ... ainda agora me pergunto "porque não estás aqui ?"

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Também me pergunto :
PORQUE NÃO ESTÁS AQUI ?

Um abraço com pouca resignação.

Remus disse...

Este ano, no São João, não coloquei os pés no Porto. Como o tempo estava incerto, decidi não arriscar.
Além disso, também confesso que começo a pensar que o S. João já não tem o encanto de outros tempos.
Mas nisso o defeito deverá ser meu, que já estou a ficar velho para estas coisas.
:-D

Para o ano existe mais!
;-)

João Menéres disse...

REMUS

Acompanhei-o na ausência !

Será uma virtude ou um defeito ?

Um abraço.