.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

TÁGIDES MINHAS

© João Menéres


( Gouche s/ papel - 22x39cm / 2001 



NO MUSEU AMADEO DE SOUZA-CARDOSO,

EM AMARANTE, NÃO PODÍAMOS PERDER
ESTA MAGNÍFICA EXPOSIÇÃO
DE NADIR AFONSO !









22 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Artista pouco conhecido entre nós.

Li Ferreira Nhan disse...

Já fui à net pesquisar e gostei muito!
E vi que é flaviense! :)
(como grande parte da minha família)
Obrigada João e um beijo querido!

João Menéres disse...

EDUARDO

A vida dele passa muito por Paris.

João Menéres disse...

LI

É de facto de Chaves !

Um grande ARTISTA, quanto a mim.

Um beijo, LI querida.

Luísa disse...

Grata pela partilha!
Que bom é iniciar a semana com tão belo post!
Mil beijinhos

Isabel disse...

Muito bonita! Já tive oportunidade de ver algumas ao vivo, aqui, em exposições (tenho no blogue). Gosto.

(Conheceu-o...?)

Um beijinho e boa semana!

Isabel disse...

Há uma parte do post que não consigo ver - por baixo da legenda. Aparece um quadrado com uma cruz...

Agostinho disse...

Parece-me tê-lo visto em Lisboa, há uns anos, não me lembro se na Gulbenkian se no Chiado.
A ideia com que fiquei é que a sua pintura foi geometricamente influenciada pelo seu sentir de arquiteto.

João Menéres disse...

LUÍSA

Agradeço o teu comentário.
Como sabes, gosto muito de variar o que coloco no Grifo...

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

ISABEL

Infelizmente é um dos poucos Pintores ( com alguma idade ) que nunca calhou conhecer...

Um beijo, minha amiga.

João Menéres disse...

ISABEL

Mistérios em cima de mistérios !
Eu vejo AQUI um quadrado com um ponto de interrogação, supostamente seria uma imagem que deveria aparecer.
Mas não é.
Confirmei no blogger e não tenho lá nada.
Nem esse quadrado, nem nada.

Outro beijo.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Ele realmente utiliza imenso as linhas há muito tempo.
As CIDADES são um claro exemplo disso mesmo.
Concordo que seja a sua formação de Arquitecto a maior responsável por tal.

Um abraço e obrigado pelo seu comentário que muito estimei receber.

Maria Manuela disse...

Tão leve, de traço e cor !...
E as Tágides estão lá, saindo, envoltas, nas linhas do Tejo ...
Etérea ! Lindíssima !
Beijinhos, João, e boa semana.

João Menéres disse...

MARIA MAUELA

Assim é Nadir Afonso !
Qualquer dia, mostrarei outra obra dele e poderemos constatar que o teu comentário se ajusta perfeitamente.

Um beijo Amigo e obrigado.

Remus disse...

A quem tenho que dar os parabéns? Ao Nadir ou ao fotógrafo?

Na dúvida fica os parabéns aos dois.
:-)

João Menéres disse...

REMUS

O Nadir também pintava à mão...
Eu também fotografei à mão...

Estas são as únicas semelhanças. Ele era um criativo.
Eu sou um "reprodutor" !

Tirei-lhe as dúvidas ?

Um abraço.

Agostinho disse...

Parece-me tê-lo visto em Lisboa há uns anos, não me lembro se na Gulbenkian se no Chiado.
A ideia com que fiquei é que a sua pintura é geometricamente influenciada pelo seu sentir de arquiteto.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Já tinha feito este mesmo comentário e eu já havia respondido.

Um abraço.

ana disse...

Este trabalho é lindíssimo. Já vi alguns quadros dele no Museu do Chiado, na Gulbenkian.

Adorava poder ver esta exposição.
Beijinho. :))

Ainda tenho dificuldade em vir aqui, aparece o tal quadrado branco sobre fundo vermelho a avisar para retroceder.

João Menéres disse...

ANA

Quanto ao quadradrinho, nada posso fazer.
Mas não qualquer perigo de vírus !
O Mac é imune.
Isto é do SERVIDOR, que nem sei como contactar.

Qualquer dia, disseram-me pode deixar de aparecer !
O pior é o votos dos participantes do Flinpo que se podem retrair...

Vou ver se posto para a semana outro dos trabalhos do Nadir.

Um beijo e obrigado.

Rasuras do Aparo disse...

... gosto da facilidade do traço ... da geometria que coloca na tela ... e da harmonia das cores ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Para os arquitectos ( os verdadeiros ) é simples atingir o estatuto de Artista Plástico.
E o NADIR AFONSO foi um mestre !

Um abraço grato.