.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

POENTE NA CANTAREIRA

© João Menéres


20 comentários:

Li Ferreira Nhan disse...

!!!!
Nooossa!!!
Sem palavras João!!!
Beijo querido e
muito obrigada!

myra disse...

nao sei mais o que comentar....de tao belo!!!

ZEKARLOS disse...

Grande final de dia, muito bom.

João Menéres disse...

LI

Bem sabes que o Porto me interessa particularmente !

MAS NÃO QUERO QUE FIQUES MUDA !

:) :)

Um beijo, querida Amiga.

João Menéres disse...

MYRA

Momentos que surgem !...

Um beijOOOOOOOOOO

João Menéres disse...

ZEKARLOS

Momentos felizes, é o que é !


Um abraço grato.

Luísa disse...

E que belo poente!
Só o teu olhar de Grifo para conseguir captar tão belo por de sol!
Beijinhos mil

Maria Manuela disse...

Que maravilha !!!

Tranquilidade e cor, beleza e vida silenciosa, neste recolher do dia...
E, nas mãos de alguém, cujo perfil em "alta definição", o traço que separa em duas secções, o ensanguentado deste mar...
Momento "altamente" captado, em perfeita sintonia com os outros...
E as pedras parecem vivas, observando com emoção... e em silêncio...
Grata pela partilha !
Beijinhos

Remus disse...

Eu, basicamente vou fazer eco dos comentários anteriores.
Vou realçar as belas cores.
Vou realçar a tranquilidade que a fotografia transmite.
Vou realçar a oportunidade de ter retratado o sol naquele sitio, ainda espreitar.
Moral da história: Um belo momento.

João Menéres disse...

LUÍSA

Esperei um nico para ele ficar atrás do marégrafo e não te ferir a preciosa vista...

Um beijoe obrigado.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Ler os teus comentários tão sentidos é uma enorme satisfação !
Fico-te muito grato pela atenção com que tudo observas e descreves.

Um beijo Amigo.

João Menéres disse...

REMUS

O pescador é peça importante nesta imagem
Tive pena de não ter conseguido colocar o extremo da cana de pesca liberto do molhe do farol...

Um abraço e obrigado pelo seu comentário.

Isabel disse...

Belíssimo pôr-do-sol!
Tudo se conjuga na perfeição! Claro!
Bom fim-de-semana!

João Menéres disse...

ISABEL

Gentis e amigas palavras, como sempre, as tuas !

Muito obrigado.

Um beijo.

Carlos Nicolau disse...

Gostei imenso deste registo, tonalidades e enquadramento fantasticos.Abraço e bom fim de semana

João Menéres disse...

CARLOS NICOLAU

Tentei ser seu SEGUIDOR no blogue Momentos, mas não existe essa possibilidade.
É pena !

Agradeço a visita e o seu muito simpático comentário.

Um abraço e bfs.

Agostinho disse...

Bela "estampa".
O Porto tem um encanto especial para quem é fotógrafo. E não só.

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Agradeço a sua apreciação.
Esta cidade, mesmo em dias cinzentos, tem algo de poesia que a muitas outras falta.

Um abraço e bfs.


Rasuras do Aparo disse...

... desci devagar para não incomodar nem o peixe nem o pescador ... desci devagar de olhos fixos nela ... desci devagar para não incomodar ... e por ali fiquei preso a ela sem falar nem sequer murmurar para não incomodar ... e naquele fim de tarde com aquela côr que a veste quase sempre ... deixou-me passar devagar entre o céu e o mar ... só para a visitar ...

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Entre o céu e o mar, depara-se-me uma linha. Uma linha caprichosa umas vezes, outras, como no caso presente, bem sossegada.
Também eu não queria sussuros que pudessem agitar as águas, pois tudo estava perfeito para uma sereia surgir e chamar-me.


Um abraço Amigo.