.

quarta-feira, 19 de março de 2014

PARCERIA COM A ANA RUAS ALVES - Do blogue ( IN ) CULTURA


Sobranceiro ao rio Douro, majestoso na sua exuberância barroca ergue-se o Mosteiro dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho na Serra do Pilar, construído entre os séculos XVI e XVII, em plena Reforma Católica. Os agostinianos ligados à Universidade de Coimbra foram os responsáveis pela transcrição de textos de Santo Agostinho que proliferaram no nosso país na Idade Média e chegaram aos nossos dias.
© João Menéres



"Se algo me desaparece da vista, mas nunca da memória, como no caso de um qualquer corpo visível, guardamos dentro a sua imagem e procuramo-lo até que ele seja restituído ao nosso olhar. E em sendo achado, é pela sua imagem, que levamos dentro, que somos capazes de o reconhecer. E não poderíamos sequer dizer que achámos o que perdêramos se o não houvéssemos reconhecido. Na realidade, só para os olhos estava perdido. A memória guardava-o"


(Conf. X 18, 27), in
HVMANITAS - Vol. LIII (2001) , A MEMORIA EM S. AGOSTINHO Memoria Rerum, Memoria Sui, Memoria Dei , JOSé CARLOS DE MIRANDA,  p. 228.


O Mosteiro da Serra do Pilar tem para mim o especial encanto de possuir planta circular. Possivelmente, trazendo aos fiéis a reposição de uma abóbada celeste que criasse na terra o céu, panteão da sagrada família, ancestralmente ligado ao Panteão de Agripa, à fusão do cristianismo com a cultura greco-romana. A esfera criada pelo círculo impõe quanto a mim, a ciência, a cultura, a inteligência dos homens aglutinada e veiculada pelo cristianismo.
João Menéres conseguiu captar uma imagem feérica onde se denota a espiritualidade que surge na névoa branca da cidade do Porto, como algo de maravilhoso que se perpétua na memória dos homens.

http://videos.sapo.pt/ZC7UTLZij4kZIY5DlNri <http://videos.sapo.pt/ZC7UTLZij4kZIY5DlNri>



NOTA : SOLICITÁMOS À QUERIDA AMIGA 
ANA RUAS ALVES
QUE ESCOLHESSE UMA DAS IMAGENS 
QUE LHE ENVIEI.
COMO FEZ ESTE MAGNÍFICO TEXTO SOBRE 
O MOSTEIRO DA SERRA DO PILAR
E O RELACIONA COM SANTO AGOSTINHO,
E COMO O MEU PAI ASSIM SE CHAMAVA,
FICA COMO UMA HOMENAGEM
NESTE DIA DO PAI.


À ANA UM BEIJO MUITO GRATO
POR TER ACEDIDO DE IMEDIATO
AO NOSSO PEDIDO.

27 comentários:

Cláudia Ribeiro disse...

Uma bela homenagem, assim como uma bonita e curiosa conjugação e ligação de Santo Agostinho com o Mosteiro dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho na Serra do Pilar.
Parabéns à Ana e ao João Menéres por esta parceria.

Um beijinho amigo.:))

Remus disse...

Nunca o tinha visto retratado desta forma.
Ficou realmente fantástico e mágico.

A fotografia não é agora. Ou será que estou errado?
Pelo menos, eu não tenho a noção da existência destas árvores. Mas posso não estar a ver bem...

Questiuncas disse...

Já não é a primeira parceria que o João nos apresenta.
E se, só com as suas fotografias é motivo bastante para uma visita diária obrigatória, com estas parcerias prolonga-nos o prazer de por aqui passar.

ana disse...

João,
Eu é que agradeço o desafio para esta fotografia maravilhosa. Merece ser emoldurada.:))

A sua sensibilidade é especialíssima.
Beijinho grato. :))

João Menéres disse...

CLÁUDIA

Vamos ter já no dia 21, a primeira utililização do
ASSIM SÃO AS ALGAS !

Um beijo amigo e muito grato.

Eduardo P.L. disse...

Parabéns a ambos.

myra disse...

magia, magico!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
so posso dizer isto! e parabens aos meus dois amigos!

João Menéres disse...

REMUS

A fotografia é deste mês.
Uma das manhãs raras de nevoeiro ( e em que me levantei mais cedito, acreditando que ia estar bom para fotogafar ).

As àrvores estão lá...

Um abraço e obrigado pela atenção que dispensa ao
Grifo Planante.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

O que vale para eu continuar nestes voos é a amizade de que dão provas tantos e tantos SEGUIDORES.

As parcerias, caro QUESTIUNCAS, são fruto de felizes acasos. Surgem pela leitura que vou fazendo de um ou outro blogue e de troca de e-mails.

Pela parte que me toca no seu elogio fico, uma vez mais, muito grato.

Um abraço.

João Menéres disse...

ANA

Obrigado poe esse maravilhosa, ANA !
Pena não se enquadrar no PORTO MEU...

Renovo os meus agradecimentos por parceria tão
(IN )CULTURA !

Um beijo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Pela minha parte, agradeço já.
:) :)

Um abraço.

João Menéres disse...

MYRA

E não precisas de dizer mais !

:) :)


Um beijOOOOOOOOOOOOOO

João Menéres disse...

REMUS

A gaivota levei-a...


:) :)

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Excelente texto muito informativo e uma linda imagem!
Abraço

João Menéres disse...

RUI PIRES

O texto é excelente !

Obrigado pelo comentário.

Um abraço.

Maria Manuela disse...

Uma imagem de extrema beleza (a que nem falta uma gaivota fora da névoa), plenamente associada a um belo e elucidativo texto, onde a sensibilidade e o saber se reunem.

E rever este excerto de Sto Agostinho, hoje, é uma dádiva preciosa, sobretudo para aqueles, cujo Pai já cá não está...

Uma postagem belamente sentida e construída.
Dois saberes e sensibilidades em prol da beleza e da cultura.

Beijinhos à Ana e ao João

Luísa disse...

Ah! Que prazer imenso vir cá e ver tão claro entre nuvens!
De muito bom gosto a parceria!
Mil beijinhos a ambos!

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

As tuas palavras sobre o Dia do Pai têm um significado tão especial, que eu prefiro nada mais dizer.

Um beijo muito Amigo e grato.

João Menéres disse...

LUÍSA

Sempre gentil e amiga !

Como te agradecer ?

Um beijo.

alfredo nogueira disse...

Excelente. Abraço.

Rasuras do Aparo disse...

... olho , volto a rever a foto e eis que o vislumbro em voo planante ... assim percebo o porquê da foto ... e do seu envolvente nevoeiro ...

cottidianus disse...

Excelente imagem. Uma perspectiva invulgar e mágica!!! parabéns pela imagem e pela parceria! :)

L.Reis disse...

Se tu soubesses como eu gosto de nevoeiro…e, dada a maneira como já te serviste dele, nesta e em tantas outras fotografias, vê-se que também sabes sobre o mundo que ele esconde. És mesmo uma história de encantar! :):)

Beijo névoa!

João Menéres disse...

ALFREDO NOGUEIRA

Agradeço o seu elogio que é
também dirigido à Ana Ruas Alves.


Um abraço.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Sim, já tenho reparado que o nevoeiro nos desvenda muita beleza que nem sempre notaríamos, mesmo em voos especiais.

Um abraço.

João Menéres disse...

PAULO SILVA

Nunca tinha ouvido falar nessa tradição ainda tão pura, que são as Festas do S. Gonçalinho !
Obrigado pela informação.
Têm data fixa ?

Obrigado pelo seu comentário e pelo elogio que reparto com a ANA RUAS ALVES.

Um abraço.

João Menéres disse...

L. REIS

Então não sei como adoras esse manto diáfono ?...

Dizes que eu " uma história de encantar ?
Devo ter lido mal ou tu não escreveste o que querias...

À cautela, e antes que o nevoeiro se vá, meio escondido desta vez, cá te deixo um beijo agradecido.