.

sexta-feira, 28 de março de 2014

ENTRE A TERRA E O HOMEM



Georg Gerster e Yann Arhus- Bertrand
são dois dos mais renomados
nomes da Fotografia Aérea.

Tanto um, como outro, têm mostrado ao mundo
imagens espantosas e muitas enigmáticas,
cuja origem e datação continuam misteriosas.

Apresento uma imagem feita por mim
e deixo aos experts a respectiva interpretação.




© João Menéres

***

NOTA : JÁ AGRADECI OS COMENTÁRIOS DA POSTAGEM
DE 24 DE MARÇO !
ESTOU A FAZER PROGRESSOS !  :)  :)

19 comentários:

Maria Manuela disse...

João, o 1º impacto para mim foi um emaranhado de cobras... e foi um arrepio... Não era. Jamais.
Depois, vi ali RAÍZES... caminhos de raízes... sabe-se lá, se pelo Gerês...
A solução deste enigma ??
Fica mesmo para os "experts"...

Uma foto de respeito !
Audaciosa e curiosa. Gostei !
Beijinhos

Remus disse...

Isto é claramente uma fotografia aérea da zona de Vale da Porca, quem vem de Vila da Cavariça e vira à esquerda em Beiral do Meco.
Deu para entender que não faço a mais pálida ideia onde isto seja.
Aliás, nem sei se isto é realmente uma fotografia aérea. Se calhar é até é uma macro e o amigo João está a tentar confundir-nos.
:-D

Eduardo P.L. disse...

Maravilha!!!

João Menéres disse...

ESTOU A ACHAR MUITO MAIS DIVERTIDO DO QUE CONTAVA !

Questiuncas disse...

É evidente que são os rastos deixados pelas diversas tentativas de aterragem de um ovni.
Se voar não beba, está visto que a mensagem ainda não chegou aos nossos amigos extraterrestres.

Tété disse...

Querido João, hoje consegui visitá-lo e cá estou a participar. Para mim é um murinho já antigo onde o musgo se deleita quando apanha com uma chuvinha abençoada.
Um grande abraço amigo
Teresa

Luísa disse...

Posso apenas deixar uma visão, de um olhar que beijou as raízes de um pinheiro, num solo duro do norte!
Traços labirintos que a sede de crescer sacia na exploração de terreno fértil, onde o musgo se impõe, decorando-o!
Talvez...

Belo inigma, senhor das mil e uma belas imagens!

L.Reis disse...

Isto deve ser tudo menos o que parece, porque o João tem tendência para nos pregar partidas…ou isso ou ele achou o labirinto do Minotauro e por esta altura já deve estar a viver dos rendimentos deste achado arqueológico!

João Menéres disse...

ESTOU À ESPERA QUE A ANA R. ALVES ENTRE NO JOGO...

Jorge Pinheiro disse...

Um castro celtíbero.

mariam [Maria Martins] disse...

Realmente parece ser tanta coisa, como já referiram (castro, esqueleto, raízes)... fico-me pelas raízes . Beijinhos e parabéns pelo enigmático registo :)

ana disse...

João,
Parece-me uma fotografia aérea de Citânia de Briteiros mas se calhar não é.
É um desafio difícil.
Lindíssima.
Beijinho. :))

Li Ferreira Nhan disse...

Uma macro de um telhado com musgos.
Beijo querido!

L.S.A. disse...

Se os cientistas descobriram as "rugas" deixadas nos primeiros momentos da criação do Universo, fique descansado que, daqui a uns milhares de anos eles descobrirão que rugas ou construções são essas que fotografou, e depois nos dirão.
Se até lá ninguém lhe "roubar" a fotografia.
Bom domingo
Abraço

Agostinho disse...

Intrometo-me, hoje, aqui, na parede João Menéres,para comentar a fotografia exibida que tem, de facto, personalidade enigmática, forte efeito estético e até decorativo. Que me desculpem, autor e convidados da "tertúlia", sem pretensão de ver melhor que os demais, parece-me simplesmente o desenvolvimento de um novo ecossitema - líquens em profusão - que, se o João Meneres fotografar daqui a um ano, terá um aspeto diferente, mais complexo. Uma secção de parede ou muro é o que está na fotografia. Ou não?

GL disse...

Ai João, valha-me Deus!
Já ampliei, já virei o computador de todas as formas possiveis, e...? E parece-me as ruínas de uma grande, enorme casa.
Não é? Não admira, não sou expert, não senhor! :)
Beijinho.

Rasuras do Aparo disse...

... eu bem que tentei ... perguntei a quem passava ... debruçei-me no parapeito da varanda ... não é fácil ... lá ia o portátil andar abaixo e a imagem sempre na mesma ... estive mesmo para telefonar à tal ... que tambem me faz sofrer com as imagens que posta ... mas o orgulho mandou mais forte ... ia decifrar isto sózinho ... passaram mais umas horas , dias até que tambem não telefonei ... e não tenho explicação adjectiva para o que vejo ...

João Menéres disse...

ATENÇÃO !

LEIAM A RESPOSTA DA TÉTÉ !

E S T Á C E R T A !



OBRIGADO A TODOS !

João Menéres disse...

AGOSTINHO

Concretamente : um muro de granito, com manchas de cimento e algum musgo.

Um abraço e obrigado.