.

sábado, 8 de março de 2014

DIA MUNDIAL DA MULHER

© João Menéres


DIREITO DAS PESSOAS DECIDIREM,
DE FORMA LIVRE E RESPONSÁVEL,
SE QUEREM OU NÃO TER FILHOS,
QUANTOS FILHOS DESEJAM TER
E EM QUE MOMENTO DE SUAS VIDAS
QUEREM TÊ-LOS.



16 comentários:

myra disse...

totalmente de acordo com e com tua foto:):) :)
beijos

ana disse...

Fabuloso o texto e a fotografia.
Parabéns, João!:))

Fui eu que eliminei o comentário por causa de uma gralha. Sorry. :))

Elvira Carvalho disse...

Isso e muito mais. Eu como mulher desejaria não ter um dia, mas 365/6 dias por ano.
Não entendo os dia de... Todos os meus amigos sabem o que eu penso destes dias. O que eu gostaria é que todos os dias fossem da mulher, do homem, da criança, do idoso, do doente etc. Ou seja que todos os seres humanos fossem tratados com igualdade e respeito em todos os dias do ano. Porém como sabem isto não passa de uma utopia, recente estudo da APAV, revela que em Portugal 1 em cada 4 mulheres é ou foi vitima de violência. Assim sendo resta-nos aproveitar o dia o melhor possível. E ter esperança que um dia as coisas mudem.
Um abraço e bom fim de semana

Rute disse...

Gosto muito do seu post de hoje. Infelizmente ainda há muita descriminação e ainda há que lutar muito pela igualdade entre ambos os sexos.

1 beijinho

Presépio no Canal disse...


A foto está muito gira, João.
Um bom dia da Mulher para as senhoras da tua família.
Bom fim-de-semana! Beijinho amigo! :-)

Luísa disse...

Este é um direito entre tantos outros!Mas este é exclusivo da mulher!
Caras e carantonhas....porque se tapam? hummmmmmmmmmmmmmmmm


Mil beijinhos

GL disse...

Não me canso de te agradecer esse lado pragmático, onde impera o sentido de justiça.
Quando referes o "Direito das pessoas decidirem de forma livre e responsável, se querem ou não ter filhos...." não restringes esse direito à mulher. A mulher pode aspirar a diteitos que lhe dizem respeito só a ela, nunca quando se trata de um filho.
Aqui falamos de um projecto a dois, uma responsabilidade a dois, logo o homem tem, igualmente, uma palavra a dizer.
Bom Domingo.
Beijinho.

Maria Manuela disse...

E AGORA, COMO VAI SER ?

A foto não podia ser mais expressiva e plenamente de acordo com o texto !

Um problema demasiado grave, a ser objecto de reflexão, por parte dos DOIS intervenientes.

João,fez muito bem lembrar o reverso de uma data que não pode continuar a ser só "lembrada" com flores, perfumes, jóias, docinhos...

Beijinhos e uma boa semana

L.S.A. disse...

Não posso com dias especiais e muito menos o dia da mulher.
Sou mulher todos os dias, Ou seja sou mulher desde que nasci, e mulher de todas as maneiras, desde empregada doméstica a carrinho de supermercado, e muito mais, e não me sinto inferiorizada por isso.
Quando será que acabam com estes dias?
Deixem ficar o das "bruxas" que sendo importado nada nos diz.
Abraço e a continuação dum bom domingo.
Maria

Rasuras do Aparo disse...

... um texto completo e objeto de análise ponderada ... acompanhado por imgem que lhe acrescenta irreverência ...

Fatyly disse...

Subscrevo em absoluto esta tua conjugação de palavras fortes com uma foto ainda mais forte. Parabéns pela originalidade.

Beijos

João Menéres disse...

A todos os que deixaram os seus comentários

Esta cena de Lazarim destinou-se ao Flinpo, ao tema MÁSCARA.
Para não sair sem um texto, e como era o
DIA INTERNACIONAL DA MULHER, lembrei-me de a fazer acompanhar de UM dos muitos Direitos da Mulher, face à "gravidez" da mulher.

NOTA : Claro que no caso da gravidez o assunto tem que ser de harmonia com os dois !


Obrigado a todos.
Beijos/Abraços.

L.Reis disse...

Direitos à parte, estes foliões estão muito bem disfarçados :D:D

João Menéres disse...

L. REIS

Por certo, não deixaste de ver a cara de preocupação do homem...
Estaria a pensar na crise ?


Um beijo grato.

Remus disse...

A avaliar pelo estado desta "mulher" diria que está em fim de termo.
Mais uma semanita e o cachopo está cá fora.
:-D

Lembro-me, nos meus tempos de miúdo, de ver mascarados como estes pelas ruas. Completamente tapados, sem nenhum pedaço de pele à mostra, em que ficávamos a imaginar, avaliando pela altura da figura, quem seria que estaria por detrás das máscaras.
:-)

João Menéres disse...

REMUS

A esta hora o pai já anda a mudar as fraldas e a limpar o tutu !

Bons tempos esses , meu caro Remus ...