.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

AEROGERADORES

© João Menéres

( SUGIRO QUE NÃO DEIXEM DE CLICAR  )

28 comentários:

Luísa disse...

Quando as nuvens sorriem ao vento e se envergonham por o ver passar...ate as helices aplaudem a timidez de tao belo romance! Cumplicidades...na cordilheira montanhosa!
Bjnhs

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Sublime esses raios de sol que aquecem a foto numa paisagem deslumbrante e profunda!
Abraço e boa semana!

myra disse...

fantasmagorica incrivel!!!! digna de voce:)
bjos

Questiuncas disse...

Fiquei a admirar as cores.
O amarelo da nuvem, o castanho da serra, o branco dos aerogeradores, o azul do céu, o branco/cinzento das outras núvens.
Enfim mil e uma cores numa só fotografia.

ZEKARLOS disse...

Grande foto com uma composição sem reparos. Grande registo. Abraço

João Menéres disse...

LUÍSA

RUI PIRES

MYRA

QUESTIUNCAS

ZEKARLOS



OBRIGADO PELOS VOSSOS PRECIOSOS COMENTÁRIOS !
SÃO INDISPENSÁVEIS PARA ALIMENTAR ESTE VÍCIOZINHO, MESMO EM ALTURAS MENOS FÁCEIS !

No caso, esta situação durou uns parcos instantes.
OA minha sorte foi estar com a camera na mão e bem atento.
Calhou, pois não tenho por hábito andar com a camera.

Beijos / Abraços.

Maria Manuela disse...

Sublime este momento!!!
Uma escala de cores num tempo único, magnificamente agarrado !
E os aerogeradores, "pequeninos", ofuscados, também eles, pela luz da Natureza.
Parabéns, João !!!

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Quem me dera ser poeta !
Contento-me, por vezes, em traduzir por imagens tudo quanto me vai na alma...

Mas, valem-me comentários como, por exemplo, o teu, para suprir as minhas incapacidades.

Muito obrigado, querida Amiga !

Um beijo.

ana disse...

João,
Que beleza de céu.
Sempre achei graça aos geradores. Tenho algumas fotos. Mas nunca consegui um céu assim, é preciso ser artista. O João é.
Beijinhos. :))

João Menéres disse...

ANA

É preciso ter-se sorte, bem sabes !
Estar atento é indispensável.
Como são muitas as coisas que me despertam, olho e procuro de tudo...
às vezes, lá consigo alguma coisa que me consola.

Um beijo, querida Ana.

Li Ferreira Nhan disse...

A primeira vez que vi foi na Galícia , em 2000. Eram poucos, não conhecia.
Há pouco tempo vi vários desses muito perto quando fui a Caldas da Rainha. Impressiona o tamanho . E o som também.
Ainda não tenho opinião formada acerca disso.
A imagem nos revela dois mundos, a natureza em todo seu esplendor, fantástica e o homem a dominá-la.
Beijo querido!

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente fotografia....
Um abraço

L.Reis disse...

Oh…aerogeradores? E eu a pensar que eram soldadinhos de vento, perfilados sob o estandarte de uma nuvem doirada… :)

João Menéres disse...

LI

Em Tarifa ( fim do Mediterrâneo e passagem para o Atlântico que nos banha ), zona de vento permanente, há dois núcleos impressionantes.
E, na minha opinião, não ficam mal na paisagem !

Um beijo grato, LI querida.

João Menéres disse...

CHANA

Bem sabe como valorizo a sua opinião...

Muito obrigado e um abraço.

João Menéres disse...

L. REIS


Soldadinhos de vento ?
Que imagem poética foste descobrir para colocar perante uma nuvem de que fizeste estandarte doirado !

Maravilhosa madrinha fui eu buscar !

Um beijo grande e muito obrigado.

L.S.A. disse...

Desde que os vi pela primeira vez que me parece que não ficam mal nas paisagens, mas os interesses contam, e de que maneira. As energias renováveis seria ótimo para nós mas os interesses económicos são demasiado grandes.
O dinheiro tem sempre a última palavra.
Que MUNDO este!
Maria

Rasuras do Aparo disse...

... olho e parece-me uma procissão de Cristo(s) Rei(s)em fim de tarde auspicioso ...

João Menéres disse...

MARIA

Para quem está perto, o som é insuportável (se fôr permanente ).
Também não me parece que fiquem mal na paisagem...
Os postes de alta-tensão são bem horrorosos !


Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Como faço colecção de Cristos, se calhar são alguns meus...

:)


Um abraço.

GL disse...

Nunca vi nuvens daquela cor! Sabes porquê? Porque me falta essa capacidade: ver o que é realmente diferente.
Muito, muito bonita a fotografia. Fantástica a noção de dimensão dos elementos. As nuvens são autênticos gigantes perante a pequenez (aparente) das eólicas.

Beijinho.

João Menéres disse...

GL

São nuvens de fim de tarde...Outono ou Inverno.
Até aqui no Porto existem, por vezes.
Se estivesses muito perto de um aerogerador, nãosei se manterias a tua idéia de proporção.


Um beijo e um muito obrigado.

Kaipiroska disse...

Uma foto de perder de vista.

Eduardo P.L. disse...

Linda imagem.

João Menéres disse...

CARIN

Obrigado pelo teu simpático comentário !
É na Serra do Marão.


Um beijo amigo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Ando com tudo em atraso...
Obrigado pelo comentário.

Cristina Ferreira disse...

Paisagem e fotografia maravilhosa!

Remus disse...

Contei 20 aerogeradores.
E conto também agora, perante uma paisagem com uma luz destas, uma grande dor de cotovelo.
:-)