.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

OUTROS TEMPOS NO PORTO.


© João Menéres


QUEM ME PEDIU IMAGENS ANTIGAS,
QUEM FOI ?

ORA CÁ TÊM UMA DA RIBEIRA.

AINDA SE CIRCULAVA
NA RIBEIRA
E NOS DOIS SENTIDOS !

30 comentários:

myra disse...

amo fotos del passado. esta e linda!!!!
bjos

Eduardo P.L. disse...

O tempo passa, e o Porto resiste.

Questiuncas disse...

Já são algumas fotografia que nos presenteia de outros tempos.
Se o João me permitir a ousadia e sem querer abusar, porque não cria uma rubrica semanal onde coloca uma fotografia de outros tempos, do Porto ou de qualquer outra localidade. Tal como faz aos domingos com o "Porque hoje é domingo".
Sempre que vejo estas fotografias do Porto, fico sempre fascinado e ao mesmo tempo tento ver as alterações que entretanto houveram.
Fica a sugestão.

João Menéres disse...

MYRA

Temos mais uma coisa em comum, então...

Obrigado.

Um beijoooooooooooooooooooooooooooo

João Menéres disse...

EDUARDO

Vai resistindo...mas muito do que era a História da cidade já se perdeu por força da necessidade do crescimento da urbe.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

A sua sugestão é muito interessante e só a posso agradecer.
O pior é o tempo que tal exigiria...
E, cada vez mais, disponho de menos tempo.
É preciso digitalizar, limpar poeiras e pêlos.
Issoexige horas para cada slide.
Para já, não é viável, mas agradeço muito ter expresso a idéia !


Um abraço.

Luísa disse...

Vai atarefada, tal senhora!
Que leva ela em mãos? - A canseira da vida tal roupa torcida depois de lavada em águas límpidas do Douro?
E as crianças livres na rua empedrada? Saberiam elas que o asfalto viria um dia e que o chão que pisam viria a ser património da humanidade?
Hummm! Grande história hoje nos trazes!

Bjnhs mil

Isabel disse...

Bem gira!

João Menéres disse...

LUÍSA

Já vai atrasada para dar o almoço em casa, talvez...
Mas que vai apressada, isso vai !
Veio das escadas, onde, como dizes, se lavava a roupa em águas bem menos límpidas do que agora.
O empedrado nas ruas do interior da Ribeira mantém-se, felizmente.

Esta imagem tem exactamente 40 anos, por isso, as crianças terão hoje à volta de 50 anos.
Quem serão e o que farão ?...

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ISABEL

Obrigado.

Um beijo.

Remus disse...

A Ribeira É LINDA!
Seja em que época for.
:-)

Faço minhas as palavras do Questiuncas. Por isso, já tem duas solicitações.
:-P

L.Reis disse...

E vai aqui a terceira solicitação…se não puder ser uma por semana que seja de 15 em 15 dias, que seja uma por mês, mas que seja, porque os tesouros devem ser partilhados e não é todos os dias que temos esta oportunidade de viajar no tempo! :):)
Adorei este recanto de Ribeira esbatido pelo tempo!

cecíliademeloalvim disse...

Muito bom! Os tempos eram outros, se calhoar melhores do que hoje, mas a Ribeira é a de sempre. Ruas de muita história(s).

Jorge Pinheiro disse...

Agora é para cima e para baixo.

Rasuras do Aparo disse...

... outros tempos catraios ... olhando aquele empedrado ... a canalha aproveitava e jogava à macaca ... outros tempos em que a pressa era mais lenta ... tanto nos motorizados ...como nos pedestres ... outros tempos ...

João Menéres disse...

REMUS

Não é só a Ribeira...

Considerando o nome dos dois requerentes, é caso a considerar.
Mas, como estamos no Advento, vamos deixar isso então lá para Janeiro.


Um abraço grato por ter reforçado a sugestão do nosso companheiro QUESTIUNCAS !

João Menéres disse...

L. REIS

PRONTO, ESTÁ DEFERIDO O PEDIDO !


Mas com um beijo nada esbatido...

João Menéres disse...

CECÍLIA

Para mim, eram uns óptimos tempos ( até porque era mais novo...).
A pedalada era outra !

Conversei várias vezes com o Duque da Ribeira. Sabes quem era ?
Infelizmente o dlide que lhe fiz num dia cinzento e debaixo dos arcos ficou tremidote ( era o tempo das analógicas, não te esqueças ).
Agora, com o digital faz-se tudo na calma.


Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

JORGE

Ainda não me servi do funicular dos Guindais, mas é uma boa alternativa.
Normalmente, deixo o carro no Parque do Infante e depois é descer um bocadinho só.
( E subir, no regresso, já me esquecia...).
Podemos deixar o carro no parque doa Alfandega e é tudo plano ( nos dois sentidos ! ).

João Menéres disse...

RASURAS DO APARO

Obrigado !!!
Lembrei-me de uma imagem dessas cenas !
Fica, então, para 2014.

Oh, se eram !


Um abraço amigo.

peri s.c. disse...

João, as cidades mudam e levam com as mudanças nossas memórias .

peri s.c. disse...

Ah, ah , essa história do Blogger pedir a conta " Google ' faz ressuscitar velhos nomes bloguísticos, olhe aí o Peri !

Grande abraço
Mauro M

ana disse...

Maravilhosa.
Beijinho. :))

João Menéres disse...

MAURO

É inevitável a evolução e com ela as modificações no tecido urbano.
Mas, algumas vezes, não precisavam de trazer uma retroescavadora...

Um abraço.

João Menéres disse...

MAURO ( 2 )

Vou ver se decifro o que me diz...
Vou ao seu blog daqui a instantes.

João Menéres disse...

ANA

Para mim era um tempo MARAVILHOSO !
E para os catraios da Ribeira também !!!
( Não havia a droga, nem outros vícios ! )

Um beijo.

João Menéres disse...

MAURO

Deixei a minha assinatura !
Ah ! Ah !

Maria Manuela disse...

Enquadrada por sol e sombra,
gosto desta janela
e do que a vista alcança dela...
E do passo determinado
desta mulher da Ribeira,
ressoando no lajedo desta ruela.
E até do prédio velho e negro
a cair de uso...
Por que porta entrará ela?
E estas crianças...
Viverão ainda por ali?
Como não gostariam
de agora aos netos mostrar
um registo de si
e de onde viviam,
feito há muitos anos
por um certo OLHAR!!!...

Um beijinho, João.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Tudo o que escreves com tanta alma e o SENTIR que tens são um forte motivo de orgulho para mim !
Este "poemeto" é uma jóia que recebo como prenda de Natal !


Muito e muito obrigado !

Votos de Boas Festas e que em 2014 possas sorrir um pouco.

Um beijo muito AMIGO.

Duarte disse...

É o encanto que tem a nossa terra, apenas mudou, não perdeu certos encantos, ainda que no uso sim.
Gosto.