.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

PARA VARIAR DE DRESDEN...

© João Menéres


Neste dia ( 11 de Junho ), um nevoeiro
entrava Tejo acima.
Esperava que, chegado à ponte, 
continuasse com a densidade
que via mais para jusante.
Mas não sucedeu.

A propósito, vou dar umas interessantes informações :


Com a gestão danosa dos políticos que nos governam e têm governado nas últimas duas décadas, ainda acabamos por incensar Salazar.

Recebeu o nome de PONTE SALAZAR, 
mas depois da revolução dos cravos,
chamam-lhe Ponte sobre o Tejo.


 Esta ponte de todos conhecida, é caracterizada por algo muito estranho e incomum.
       Foi construída dentro do prazo e dentro do orçamento.
       Ou melhor dizendo, não custou três vezes mais do que o previsto e não demorou o dobro do tempo a ser feita.
      Com a sua construção ninguém enriqueceu, nem subitamente foram feitos depósitos nas Bahamas.
    O Ministro das Obras Públicas da altura, quando saiu do governo, não foi para presidente do conselho de administração da empresa da ponte. 
De facto, eram tempos muito estranhos!






26 comentários:

ana disse...

Querido João,
Gostei da ironia, pois claro.
Os governantes, principalmente da década de oitenta e noventa têm sido uns tecnocratas que adoram poder e riqueza, salvo raras excepções.

A fotografia está belíssima. Foi tira do Museu Nacional de Arte Antiga?

Beijinhos e boas férias. :))

João Menéres disse...

ANA

Desta vez, foste tu a 1ª Comentadora !
Não, esta foi obtida bem junto ao Rio Tejo, entre o Monumento aos Descobridores e a Torre de Belém, depois de termos feito a visita à Exposição da Joana Vasconcelos. No Palácio da Ajuda eu vira o nevoeiro e sugeri que viéssemos até ali.

Aqui já se sente o calor !

Um beijo e obrigado.

GL disse...

Os dados que referes começam a ser recordados por muitos, o que se afigura significativo.
Há outro fenómeno que também não é dispiciendo. Já reparaste que cada vez há mais pessoas a escrever sobre Salazar?!
A fotografia? Linda, como sempre!
Um desafio? Que tal tentar "apanhar" uma andorinha em pleno voo? Se soubesses o que me lembrei de ti este fim de semana!...
Vi imensas mas fotografá-las com um telemóvel?!

Beijinho.

expressodalinha disse...

Penso que as novas gerações não têm a memória de Salazar. O pode vir aí é uma surpresa, mas será sempre condicionado pela evolução europeia. Portugal está sobre ocupação.

Remus disse...

De facto eram tempos muito estranhos.
Até parece que eram tempos honestos.
Também não percebo como é que em 30 anos, passamos a ser um povo com políticos trapaceiros e de ladrões.
Mas "cheira-me" que a resposta deverá ser: Liberdade a mais.

O que seria esta fotografia sem a névoa. Seria menos bela e mais "banal" (por já existirem tantas). Foi um momento de sorte muito bem aproveitado.

Anónimo disse...

Uma foto magnifica invulgar pela bruma, que mesmo em momento de sorte não deixou de ser aproveitada .....
Cada vez se tornam mais oportunos os teus comentários...Curtos, objectivos e directos....
Bjo
L.R.O.

Teresa disse...

Lembro-me de ir com a família, em jeito de romaria, passar a Ponte Salazar, no dia em que foi inaugurada! Eram tempos estranhos, mas não tanto como os desta liberdade que nos faz olhar com nostalgia para tempos de ditadura!
Bjs

Angelikas Photographic Sketchbook disse...

Oi João, que ponte e história mais linda. Não acredito que ficaram no orçamento! Poxa! A foto ficou linda com este nevoeiro e com uma estátua de Jesus aos fondos.
Gostei!

Beijos

João Menéres disse...

GL

Há factos que são incontestáveis !
Porquê sonegá-los ?
E não pedíamos dinheiro à estranja !
Todo o Portugal estava enxameado de escolas primárias.
Não era difícil completar-se a 4ª Classe, saindo a SABER ler, escrever, fazer contas e com umas bases de História, Geografia, etc.

Quanto ao DESAFIO : Bem gostava de te ser agradável, mas não vai ser fácil. Prometo estar atento !
Mas é raro andar com a camera.
Mas, quem sabe se um dia não tenho sorte ?

Obrigado e um beijo.

João Menéres disse...

JORGE

Um dos maiores problemas reside, quanto a mim, nos lobbies que não permitem que a JUSTIÇA funcione !
E a corrupção CANTA VITÓRIA !
Mas andam realizados a ver se os vendedores de gelados ou de bolas de berlim na praia possuem licença e livro de recibos.
Na falta deste, a multa é de 600 Euros !
O gelado no areal é vendido por 2 Euros...

E mais não digo...

João Menéres disse...

REMUS

Apenas não se sabe o significado dessa palavra tão bela : LIBERDADE !


Um abraço.

João Menéres disse...

LUIZINHA

Muito obrigado !Deixa que a sorte me continue a acompanhar, tá bem ?

Beijoca amiga.

João Menéres disse...

TERESA

100% de ACORDO !

Um beijo.

João Menéres disse...

ANGELIKA

PODES ACREDITAR NESTE CASO E EM MUITOS OUTROS !
Salazar morreu mesmo pobre, como pobre viveu sempre !
Era um Homem HONESTO.
Ditador, era. Ele conhecia a história de Portugal, sabes ?
Basta-te ler Eça de Queirós.

Obrigado e um beijo muito amigo.

Silvares disse...

João, permite-me apenas uma correcção: a ponte hoje não se chama Ponte sobre o Tejo mas sim Ponte 25 de Abril. Abraço grande.

L.Reis disse...

E eu tão longe neste dia 11 de Junho... :):) Acho que aquele nevoeiro eram suspiro de não poder estar presente :D:D

João Menéres disse...

RUI SILVARES

Tem toda a razão !
Efeitos do MUITO CALOR...

Um abraço com Amizade e grato pela correcção.

João Menéres disse...

L. REIS

Tás enganada. Completamente enganada !
Eram os meus olhos húmidos de tanto por ti suspirar.

Um beijo ( ainda sem saber onde pára a Lua ! )

João Menéres disse...

QUE ESTÁ A ACONTECER HOJE ?
Há 17 horas no ar esta postagem e AINDA só tive 2 visitas do Brasil ( Canoas e Resende ) ?
Tá lá ?
-É do BRASIL ?
Então minha gente ???

RsRsRs...

Luísa disse...

Gosto do nevoeiro,
gosto das ocntas bem feitas e do orçamento impecável!
Gosto destas contas bem processadas!
à moda de quê? De Salazar ou de "gente séria"?

Bjnhs

João Menéres disse...

LUÍSA

Obviamente de GENTE SÉRIA !

( Hoje deitas-te tarde ... e eu, mais tarde ainda !)


Um beijo Amigo.

Norival R. Duarte disse...

Porque você falou de Resende...

Também estranho os tempos do recente Regime Militar do Brasil, que muitos desafetos chamam de ditadura.... Duplicaram a Rodovia Presidente Dutra, que liga S. Paulo ao Rio de Janeiro, construiram a Ponte Rio-Niterói... E muito mais. E desconhece-se se alguém lá das cúpulas governamentais sofreu algum processo de enriquecimento ilícito.

Grande abraço, João!

João Menéres disse...

NORIVAL

Quanta alegria receber um comentário seu, meu caro Amigo !
Pelo que vejo, não sou só eu a pensar de certa maneira...
Isto aqui foi um
FARTAR VILANAGEM !!!
E, agora, andamos de mão estendida pelo mundo fora...

Forte abraço e obrigado !

Anónimo disse...

... estranha essa sensação que se começa a ter de que uma privação de direitos até poderia ser suportável face à grande percentagem de escória que nos governa ... estranha ... e preocupante ...
T

L M :(Nota adicional : longe!? longe quem estava longe?!... quanto muito silenciosa ...isso sim silenciosa ...)

T

João Menéres disse...

> T <

Já não tenho mais que dizer !
Esgotei !!!...


ACERCA DA NOTA ADICIONAL :

Tudo está longe, longe, MUITO LONGE...


Aquele abraço solidário da distância

Maria Manuela disse...

... E variou lindamente!...

Com esta névoa e perspectiva, fez uma ponte diferente e arejou, refrescando e sacudindo, os neurónios de muita mente...

Linda e singular, esta imagem!
Um beijinho