.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

PORTA EM CELORICO DE BASTO

© João Menéres



UMA PORTA  E SEIS ORIFÍCIOS

26 comentários:

Questiuncas disse...

Uma bela porta, gasta pelo tempo, com um sistema de ar condicionado da época.

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

Por qq erro por mim cometido ( inconsciente ) esta imagem saiu com SEIS HORAS DE ATRASO...
Só quando cheguei ao Porto dei conta que não estava no ar !
E já perdi comentários que habitualmente são feitos de manhã...É a primeira porta que me lembro de ver com esses orifícios na parte mais elevada.

Notável a forma simples como gente sem "doutoramentos" resolvia os seus problemas !
E com sentido estético !!!

Um abraço e obrigado.



Eduardo P.L. disse...

Nessa porta o "buraco não mais embaixo"...
( Expressão de gíria, usado por malandros, no Brasil )

Maria Manuela disse...

Porta velhinha, tão despintada... até já lhe substituíram a parte inferior de algumas tábuas...
Ancorada em pedra rosada (granito rosado?)que em baixo, já mudou de cor (terá o fogo passado por ali?), será ela vítima só do passar dos anos?

Os seus pulmões, "enfeites" artesanais tão simétricos... o que lá está dentro precisa ou precisou de respirar...

O verde e o rosa! Uma bela e rara foto!
Um beijo amigo, joão!

João Menéres disse...

EDUARDO

Está boa, Eduardo !

Um abraço ( será em Junho ??? )

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Muito e muito obrigado pelo COMENTÁRIO !!!


Um beijo.

expressodalinha disse...

Aldous Huxley.

João Menéres disse...

JORGE

Podia ser este :

A experiência não é o que nos acontece; é o que fazemos com aquilo que nos acontece.
Aldous Huxley
...

Em qual pensou ?

Ana Bailune disse...

Seis orifícios em uma porta... para quatro olhos e dois narizes olharem o mundo lá fora?

Anónimo disse...

Não sei se gosto mais da porta ou do que o que o tempo lhe fez...

DESGASTE....

Simplesmente de admirar pelas suas cõres combinadas e desbotadas...mas LINDAS no seu conjunto..

L.R.O.

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

Também dá para pôr a língua de fora !

Lol.

Um beijo.

João Menéres disse...

L. R. O

Por estranho que possa parecer, o que me chamou primeiro a atenção foram os orifícios !
Ia de carro ver uma casa onde há muitas camélias
( infelizmente, devido a ser um ponto alto, as que estavam abertas já não se encontravam no seu estado de beleza máxima ).
No regresso, estacionei o carro num local sem que atrapalhasse a circulação de alguém, e só depois vi que as ombreiras e a padieira tinham essa cor maravilhosa !
Quem ousa dizer que o peso da idade não é capaz de trazer outra beleza e encanto ?

Um beijo.

Anónimo disse...

... toda a sua vida foi porta de esperança ... de sopro não contido e sempre de olho alerta com o que passava na rua ... o seu comentário sempre mordaz ruborizava a pedra vizinha ... passados anos ainda continua persistente nas suas características ...
T

Eduardo P.L. disse...

Sim João, quando Junho vier....

Luísa disse...

Uma porta!
Será por onde entra o sol, ou por onde sai o môfo?
Será sempre uma porta fechada aos que por lá se guardam...aberta ao que por cá se espantam!

Mil beijinhos

João Menéres disse...

> T <

A sua inspiração poética é fantástica !


Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO


Tenho fortes esperanças de não faltar !
Há que dar a "volta", percebe ?

João Menéres disse...

LUÍSA

Talvez o mofo não se acumule...

Um beijo.

Isabel disse...

É linda!
Um beijinho

João Menéres disse...

ISABEL

Lindo é o que tu fazes !...

Um beijo.

expressodalinha disse...

"Doors of Perception"

João Menéres disse...

JORGE

Obrigado, pois não me ocorreu ...

Um abraço.

Remus disse...

Hei!
Já anda a jogar para o tema do desafio do Flinpo da próxima semana?
Acho que assim não vale.
:-P

Para além do pormenor dos seis "furinhos", realço as cores. Este verde com este tom rosa (acho que podemos chama-lo assim), fotograficamente resultaram muito bem juntos.

João Menéres disse...

REMUS

Não, não !!!
Mas valer, valia !...

Quanto às cores, ESTAMOS DE ACORDO.

Um abraço.

L.Reis disse...

Mais um detalhe que não te escapou... será que dá para espreitar os segredos do lado de lá?

João Menéres disse...

L. REIS


O Lanhas dizia que eu tinha o olhar de lince...
Mas, há tanta coisa que não enxergo...


Um beijo.