.

sábado, 2 de março de 2013

A AMEIXIEIRA NIPÓNICA ( II )

© João Menéres


Conforme prometido, aqui está 
uma vista mais abrangente 
da ameixieira nipónica.
À nossa direita, 
a magnólia de folha caduca, começa a florir.

( O contra-luz não favorece a visão, mas podem clicar sobre a imagem para ampliar )



© João Menéres

A parede à nossa direita do vitral,
antes daquele bico, habitualmente florido
  ( onde estão umas cortinas sobre o vermelho ),
é onde eu estou a blogar a toda a hora...


_________________________________________________________________

COMENTÁRIOS QUE MERECEM UM POST :


A propósito da nossa postagem de ontem,

a MARIA MANUELA, escreveu :



Tudo fechado neste "bicolor", em que o azul é o único aberto...
...E abre-se em linhas de antigos cadernos para que a escrita ficasse direita...
E a porta fechada? Loja encerrada?

Tudo corrido e bem enquadrado, num belo grafismo bem combinado 

e muito bem captado!...

E a LUÍSA VILAÇA, assim dissertou :

É na imensidão azul que me encerro e reservo a fuga discreta para 

um tom orquídea bordeaux!







31 comentários:

questiuncas disse...

Certamente que estas belas árvores e o restante do jardim lhe servem de inspiração.

ana disse...

João,
Uma bela janela para escolher como eremitério blogosférico e não só.
O jardim é repousante para o olhar.
Um conjunto magnífico.
Beijinho. :))

ana disse...

O comentário à anterior foto. receio que não veja.
O seu livro está reservado. A Lumière é na Travessa da Cedofeita,nº 64 A, no Porto.

Veja o blogue da Lumière.
Gostei muito da foto.
Beijinho. :))

Maria de Fátima disse...

Meu muito estimado João Menéres
Faz tempo que não venho deixar marca impressa...
Calha hoje que me ri de gosto no vai e vem a que me obrigaram as suas palavras e, mais do que elas, tenho eu por certo, o meu cérebro, quiçá fraco de ter feito madrugada, quiçá da idade, quiçá de algum gene malandreco. O certo, é que andei, das letras para a imagem,e vice-versa, a querer descortinar o poiso onde o meu amigo nos mima com seus postes. E nem eu me soube situar no tal bico que seria "habitualmente florido", nem descortinei o que seria um tecido a dar para o encarnado, dito "sobre o vermelho" em português do norte.
E disto, ficou-me a incerteza de ter acertado no sítio que o meu amigo tão bem descreveu. E ficou-me o desejo muito feminino de ver com pormenor, não a ameixeira que retoma hoje, mas esse sítio que o meu amigo descreve e eu não descortino.
beijos, muitos beijinhos :)

myra disse...

amo tudo que coloca aqui...este jardim e belissimo..
beijos

Isabel disse...

Uma casa e jardim muito bonitos.
Num espaço assim é obrigatório ser feliz!
As magnólias floridas ficam lindíssimas.
Um beijinho

expressodalinha disse...

Casa e Jardim. Visões intimistas de um blogueiro.

Anónimo disse...

... e ele apesar da ferrugem que já surge e da tonalidade do seu amor ter ficado mais escura com o passar do tempo ainda a aconchega num terno abraço ondulado ...
T

Anónimo disse...

O comentário acima é referente à foto abaixo ( desculpe o engano João)
Quanto ao local escolhido para blogar acho-o perfeito até com uma pontinha de inveja :)
O jardim tme umas belas árvores desfrute .. desfrute vem por aí a Primavera .
T

Maria Manuela disse...

I
Gostei muito do tom desta casa e muro do jardim...
E de vê-la através da rede das árvores despidas e uma já florida!...
E tem algo de aerodinâmico! Será aquele bico?
Quanta harmonia neste conjunto coroado de azul!...Bela foto!

II
Um jardim humanizado, com baloiços e tudo...
E com história (as árvores foram crescendo, muitas vezes se despiram se cobriram e floresceram...E frutos? A ameixieira nipónica dá ameixas japonesas?
E a sombra dela, estendida pelo verde do relvado - magnífica!... Grande captação na hora certa!
Parabéns, João, a Primavera já chegou ao seu jardim!...

Um beijo e um domingo primaveril.

Luísa disse...

Estão os adereços de jardim em sintonia com o tom da residência!
Nesta harmonia, mora o bom gosto e a dedicação de alguém que tal cosmopolita e urbano nos envia o seu olhar mais atento e perspicaz via net!
Nesta vida, amigo Grifo, tudo se resume a uma questão de angulos...
Mil beijinhos pelas belas flores da ameixieria niponica!

AvoGI disse...

Vai lá pá cminha que já sao horas, eu tb já vou atrás d eti , mas nao me vês, estou atrás claro e nao tens olhosna rectaguarda
.
pois, o teu jardim é belo belissimo
quando for aí deito o olho pa dentro dele
kis .=)

Li Ferreira Nhan disse...

Pois já agora vejo o olhar, lá do alto, do meu querido Grifo quando esta a blogar.
Obrigada por nos permitir essa visão!

A horizontalidade das linhas, o volume, a cor harmonizam-se com o jardim; tua classe e teu bom gosto presentes na tua morada!
Beijos querido João!



(hoje só aqui; apanhei um resfriado...)

Eduardo P.L. disse...

Esta muito bem instalado. Parabéns!

João Menéres disse...

AGRADEÇO MAIS À TARDE. PODE SER ?

O COMENTÁRIO QUE MERECEU UM POST, JÁ LÁ ESTÁ !!!

João Menéres disse...

QUESTIUNCAS

A minha inspiração, se tal se constata, tem origem noutras fontes...E tantas povoam na blogosfera...

Um abraço e obrigado.

João Menéres disse...

ANA

O jardim (esta é a frente ) é muito simpático, não discordo.
Os grandes beneficiários são os 7 netos !...
No Verão, prefiro as traseiras.
Já as mostrei algumas vezes. Não faltará, por certo, mais uma ou outra ...
A neta mais velha festeja SEMPRE aqui o seu aniversário a 2 de Agosto. Só depois gozamos férias.

Um beijo.

João Menéres disse...

FÁTIMA

já te enviei um e-mail, tentando que as tuas dúvidas se dissipassem.

Já me viste ???

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

MYRA

Obrigado pela simpatia das tuas palavras.
Este Inverno tive que mandar abater, pelas suas dimensões, uma palmeira e mais três cedros...
As raízes estavam a dar cabo do muro exterior e as destes cedros levantavam todo o granito sieneto de Monchique que bordeja a casa.


Um beijooooooooooooooooo

João Menéres disse...

ISABEL

Obrigado.
Mas dá muito trabalho...
O que vale é os netos aproveitarem ao máximo...

Um beijo.

João Menéres disse...

JORGE

É verdade...

João Menéres disse...

> T <

Os blogues não me deixam muito tempo !
E, mesmo assim, ando sempre muito atrasado !
Mails por abrir são aos montes, nem imagina.
Também com tempo que tem estado, desfrutar não dá.


Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Sobre esse bico, que é um canteiro com plantas pequenas que ainda não floriram, existe um tecto protector.
Abaixo, um muro avançado com duas buganvílias, também à espera das flores. Tinha uma terceira de flor amarela. Um dia, com o aparador de cantos ou de bordas, rapei-a !
Nunca mais arranjei outra igual para a substituir...
Penso que tudo isto dá o tal ar não estático.
O vitral grande vertical ( que mal se adivinha ) também é responsável por tal.


Se a ameixieira dá ameixas nipónicas ?
Já obtiveram o estatuto de naturalização...

Ontem esteve uma temperatura amena. Hoje o frio voltou !...


Um beijo amigo.




João Menéres disse...

LUÍSA

VAMOS A VER...

U m beijo.

João Menéres disse...

GISELDA

Toca à campainha , porque és baixota !...

Um beijo e OBRIGADO !

3 de Março de 2013 à0 20:39

João Menéres disse...

LI

Muito te agradeço o privilégio do teu mais que simpático comentário !

É preciso ter cuidado com as mudanças de estação.
Eu vacinei-me contra esta gripe no início de Dezembro.
Por vezes, dou um espirro ou fungo mais do nariz.
Nada de mais.

A horizontalidade, que te não escapou ao atento olhar, penso ser um aspecto a salientar nesta moradia de 2 pisos.


Um beijo, querida amiga .

João Menéres disse...

EDUARDO

Obrigado. E também numa zona óptima !

Remus disse...

Afinal a ameixieira nipónica não tem os olhos em bico, mas mesmo assim condiz com a designação nipónica, já que ela é pequenina (não é grande como um eucalipto) como as japonesas e chinesas.
:-P

Kaipiroska disse...

Que bela fonte de inspiração tem o João! Um lindo jardim, bem cuidado e com uma linda ameixoeira. Como gosto das fotos dessas flores :)

João Menéres disse...

REMUS

O prometido é de vidro.
Cá estou ( noutro dia em que me vou ver aflito com as visitas e agradecimentos...).

De facto, nunca atingirá a eucaliptal altura !...
Curioso ( ou talvez não...) esta, à saída da terra, exibia quatro troncos. Há dois anos, dois secaram e tivemos que os cortar. Aliás, está à vista. Perdeu muito da sua presença equilibrada e senhorial. Mas, até à data, salvou-se a àrvore !

Um abraço.

João Menéres disse...

CARIN

São muito lindas, sim !
Infelizmente o Fevereiro e este Março estão a dar cabo da sua exuberante beleza.
Precisam de mais calor e aqui está frio e o Sol só aparece quando o rei faz anos...

Um beijo e obrigado pela paciência da espera.