.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

ORIENTE

© João Menéres


A POBREZA, INFELIZMENTE, É UNIVERSAL.


___________________

COMENTÁRIOS QUE MERECEM UM POST

A propósito da nossa postagem de ontem,
o nosso habitual comentarista  > T  < escreveu :

  ... habituei-me a bater-lhe à porta , não utilizando a aldraba mas a campaínha ... coisa da cidade ... mas era imenso prazer de lhe bater à porta ... mesmo quando não estava, aliás era de um prazer intenso risonho ... ainda hoje o é ... intermitente eu sei ... mas há portas e portas ... onde o bater será sempre uma atitude de afecto ... por vezes pintado em azul ...  

___



10 comentários:

Maria Manuela disse...

Sim, infelizmente, a pobreza não escolhe latitudes ou longitudes. Outros escolhem por ela...

E o que mais me choca, são as consequências, a maior parte das vezes com ela relacionadas: a miséria, a degradação em todos os aspectos, a violência...
E as instituições respectivas, após os factos consumados, informarem que as situações já "estavam sinalizadas"...E então?

Um beijo, caro amigo.

Anónimo disse...

...será necessário nos tempos de hoje?! ... penso que é o retrato do egoísmo das comunidades ditas desenvolvidas de tal situação ...
T

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Acentuas um facto deque tomamos frequentemente conhecimento através dos media :

O caso x já estava assinalado e andava a ser acompanhado

Será negligência ? Será que as pessoas assinaladas se recusavam a mudar de local ?

Nunca soube de nenhum inquérito que me desse uma resposta !...

Um beijo.

João Menéres disse...

> T <

Obviamente que irradicar a pobreza e a miséria é utópico.
Mas as sociedades poderiam e teriam que agir de um modo mais eficaz. Morrer de frio ou de fome é inaceitável !


Um abraço amigo.

Luísa disse...

Orientam a pobreza nas mãos que pedem e nos olhos que clamam uns grãos de arroz!
Registas um pé semi-nu, corroborado por um sorriso cansado do braço estendido...
Triste este nosso mundo

João Menéres disse...

LUÍSA

O homem pareceu-me doente.
A senhora, talvez como dizes, "conformada"...

Não, Luísa, não vamos a trilhar o melhor caminho...
E o pior é que a crise está a aproximar-se de muita gente que prestava auxílio !

Um beijo e obrigado.

AvoGI disse...

uma tristeza d eida! a miseria impera pelo mundo
kis .=(

João Menéres disse...

GISELDA

Penso que se todos os multimilionários do mundo inteiro distribuissem 90% das suas fortunas pelos mais carenciados, continuaria a haver milhões de pessoas a viver na miséria.
Estarei enganado ?

Visitei o AVOGI ontm e hoje mas não deixei nenhum comentário.

Um beijo e obrigado pelo comentário.

Remus disse...

É verdade.
E até digo que de todas as fortunas existentes no mundo, nenhuma foi ganha por mérito e com honestidade.

João Menéres disse...

REMUS

Penso que a honestidade raras vezes acompanha o mérito.

Um abraço amigo e grato pelos seus preciosos ensinamentos.