.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

ESPIRAIS




© João Menéres



 QUALQUER ACONTECIMENTO
É MOTIVO PARA SE ACENDER
UM PIVETE.

_____________________

A propósito da nossa postagem
de ontem, a Amiga e blogueira
Luísa Vilaça, enviou-nos esta
mensagem, que muito me
sensibizou e comoveu :

" Saudade tem rosto, nome e sobrenome.
Saudade tem cheiro, tem gosto.
Saudade é a vontade que não passa.
É a ausência que incomoda.
Saudade é a prova de que
tudo vale a pena..."
( Autora : Lu Oliveira )

© João Menéres

24 comentários:

myra disse...

tudo tudo esplendido!!!!!!!!!!!!!!

Ana Bailune disse...

Espirais me deixam meio-tonta... adorei o comentário da Lu!

Eduardo P.L disse...

Inspirado pela espiral.

João Menéres disse...

MYRA

Sempre tão simpática e amiga !...

Um beijoooooooooooooooooo

João Menéres disse...

ANA BAILUNE

Não há que ter receio, pelo menos destas !

Lindo o poema da Lu Oliveira, sem dúvida !

Um beijo e obrigado.

Anónimo disse...

... espirais sempre me atraíram ... umas mais que outras ... mas sempre espirais ...
T

João Menéres disse...

EDUARDO

Achei um conjunto muito interessante e curioso.

Obrigado e um abraço.

( Tenho andado a contra relógio, cheio de afazeres ).

João Menéres disse...

> T <

Constato que cada vez mais temos gostos idênticos !

Se as diferenças são saudáveis, não o são menos os aspectos comuns !

Um abraço.

expressodalinha disse...

Um pivete e depois sai o panchão.

João Menéres disse...

JORGE

Tanto quanto sei, o rebentamento dos panchões está restrito a determinadas áreas exteriores.

Georgia Aegerter disse...

Que beleza!

João Menéres disse...

GEORGIA

O Oriente é uma maravilha !
A cada esquina, uma surpresa.
Em cada porta, uma novidade.
Um mundo tão diferente que é preciso conhecer minimamente para os nossos horizontes se alargarem !

( Estou a fazer poucas visitas por falta de tempo. Mas eu não te esqueço nem ao SAIA JUSTA ! ).

Um beijo.

Li Ferreira Nhan disse...

Foto encantadora e estéticamente linda; gosto do ritmo!


Curiosa a nossa língua...
Hoje li no Facebook sobre um projeto que corre em Lisboa. A imagem diz: "PORTUGAL SEM BEATAS - A BEATA É NO LIXO"
https://www.facebook.com/portugalsembeatas

Agora, aqui, leio: "QUALQUER ACONTECIMENTO
É MOTIVO PARA SE ACENDER UM PIVETE."

Fico imaginando como seria se; jogássemos as beatas ao lixo.
E "por mais fogo ainda" nos pivetes.
Que caos!
Pensamentos de uma brasileira...

Beijos querido João!

João Menéres disse...

LI

Dás-me muita alegria ao dizeres que a imagem é encantadora e esteticamente linda e que gostas do ritmo !

Ri-me com os pensamentos de uma brasileira que, a cada dia que passa, mais admiro e gosto !


Um beijo, querida Amiga.

Luísa disse...

Que beleza de espirais!
Mil beijinhos de hoje!

;-)

João Menéres disse...

LUÍSA

E não sentiste o ambiente...
Estamos do outro lado do mundo !

Um beijo e obrigado.

Luísa disse...

Senti sim, mas vinha com pressa de mãe em fim de tarde, com receio de falta de tempo para cá voltar!
Esqueci que o dia é uma espiral onde o sol se levanta cedinho e se põe muito para além do desejável...
Do outro lado do mundo, Senhor, criam-se espirais em torno do sol, que circulam e cantam em mandarim!
Hoje estive longe...desde cedo!
Amanhã voltarei, para ler novas viagens!Do outro lado do mundo? Porque não!?

Beijinhos mil

João Menéres disse...

LUÍSA

Estou a chegar da apresentação de um livro sobre o Porto...

Porque não ?
- Estipulei que alternaria. Só por isso, querida Luísa.


Um beijo sem pressas.

Jane Gatti disse...

Já disse e repito a minha admiração por aqueles que conseguem transformar objetos corriqueiros, à vista de todos, em obra de arte. Por isso admiro e respeito o criador deste blog. Por outro lado, é realmente muito interessante ler o discurso português. A mesma língua, mas tão diferente! Peço permissão ao amigo Menéres, para a informação daqueles leitores que não conhecem o português do Brasil. Para nós, beata é a mulher que frequenta e participa com assiduidade acima do normal os ritos religiosos católicos e pivete é o garoto da rua, moleque quase marginal. Por isso a graça: ao lixo com as beatas e fogo nos pivetes!!!Abraços, João Meneres, até qualquer hora

João Menéres disse...

JANE GATTI

Aqui beatas tem esses dois sentidos.
Pivete, pelo contrário, é um cheiro desagradável.

Muito obrigado pelas palavras que me dedicas.

Já não passo sem a tua presença e sem os teus comentários tão pertinentes e muito significativos da tua cultura.


Um beijo muito grato.

Remus disse...

Estive aqui a ver a fotografia com muita atenção, a tentar perceber que coisas seriam estas, e notei que as pontas das espirais estão a deitar fumo.
É uma estrutura de incenso para se pendurar no tecto?
As coisas que "estes chineses" inventam.
:-)

João Menéres disse...

REMUS

Exactamente !
Fico contente por ter visto o fumo.
Admito que poucas pessoas tenham visto !...

Um grande abraço.

ana disse...

Fotografia fantástica.
Só quem sabe olhar o céu é que pode pousar a máquina neste momento.

tapioca disse...

que maravilhosa definição de "saudade"...