.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

ABSTRACTO




© João Menéres


COMO O DESIGNEI DE ABSTRACTO,
MAIS NÃO DIGO...
COMO ERA HABITUAL
ESCREVER NAS PISTAS 
DA VÍTIMA DA QUINTA,
DO VARAL DE IDÉIAS.

26 comentários:

myra disse...

M-A-R-A--V-I-L-H-A!!!!!!!!!!!!!!!!VOCE ESTà MELHOR QUE EU!!!!!beijosssssssssssssssssssssssssss

Eduardo P.L disse...

Obrigado João por se recordar das Vítimas.

Remus disse...

Eu acho que seja o pormenor um fantasma, daqueles que andam com um lençol por cima. :-)

Anónimo disse...

... e então ondulou ...
T

João Menéres disse...

MYRA

És M U I T O G E N E R O S A !

Mas não exageres , por favor, pois tenho muitas limitações.

Um beijooooooooooooooooooo

João Menéres disse...

EDUARDO

Como esquecer esse maravilhoso passatempo ?
Até conseguia acordar muito mais cedo para tentar abrir a porta da Delegacia !
Mas, ou a GEORGIA ( por na Alemanha ser duas horas mais cedo ) ou a FÁTIMA ( por aí ser o princípio da noite e eu ter ido dormir duas horas antes ), já estavam com as investigações adiantadas...
Que boas recordações guardo dessa brincadeira, Eduardo !...

Um abraço.

João Menéres disse...

REMUS

É o fantasma que tanto nos desmoraliza com as suas aparições e criações !
Agora, anda com a obsessão de nos picar com
agulhas !

Um abraço.

João Menéres disse...

> T <

Ondula e está sempe bem junto a nós ...

Um abraço amigo.

Luísa disse...

Limitações!!!!?

Melhoraste em muito a minha foto do quadro da MYRA. não exageres na modéstia, faxavôri!

Então, estas sombras fugidias, de folhas passadas rapidamente pela memória da leitura, são abstratamente fantásticas!

Mais não preciso dizer para te mostrar o quanto aprecio a tua agilidade e registo naquilo que observas e na forma como tratas o observado!

Beijinhos mil

João Menéres disse...

LUÍSA

Exactamente !
Nunca fui de ler os manuais das sucessivas cameras fotográficas que fui tendo ao longo desta vida e, como tal, nunca tirei total partido do que cada uma especificamente me disponibilizava ou disponibiliza.
Ou trabalho com prioridade à abertura, ou à velocidade.
Depende do tema ou do efeito que desejo obter.
Só recorro ao automatismo total em circunstâncias muito especiais.
Como estou a utilizar uma Canon 7 D, isso permite-me elevar o ISO até valores impensáveis numa outra camera mais amadora.
Como te digo, faço Fotografia quase à base da intuição.
E quanto ao computador, então, tudo é muito mais redutor ! Nunca tive formação nessa área e o pouco que faço deve-se a dicas que algumas pessoas me deram gentilmente. ( Casos do Jorge Reis, da Alice Salles, da Sylvie Rouquet, do Rui Moreira, da minha neta Matilde, etc., etc...).
É raro o dia que não me surja um probleminha no Mac. Coisa que um miúdo resolve de olhos fechados e que a mim exige um tempão.
Se falas em IMAGENS, sou franco e sem vaidade inútil : Concretizo muito rapidamente. Quase sempre, é-me suficiente OLHAR e pegar na camera, ajustar o Av ou o Tv, ajustar a distância focal e disparar.
Perguntarás, e o enquadramento, João ?
E eu respondo :
- Luísa, por milagre estou LÁ !
De facto, não tenho que andar às voltas. Quando vejo qualquer tema a fotografar, é muito raro não me colocar de imediato no sítio certo. Às vezes, claro, por causa de um objecto imponderável, tenho que dar um passo para um lado ou outro, ou baixar-me ou procurar situar-me um palmo acima...

Quanto às SOMBRAS FUGIDIAS : também foi o que vi
quando ensaiava a imagem para o Tema LIVRO, do concurso do Flinpo desta semana.

Que mais te posso dizer ?...

Que a L. REIS puxa por mim ?
- Sim, é verdade ! Admiro tanto o trabalho dela que, quando disponho de algum tempo mais, procuro também fazer algo de novo.

E, se o blogue existe, devo à insistência amiga do EDUARDO P.L.
Tanto me incitou que, em boa hora, cedi.
A aparição foi no dia 15 de Novembro, de há quatro anos, como "presente" de aniversário a esse AMIGO de Imbituba ( que se encontrava com a Paulinha em N.Y ...)

Agradeço imensamente o teu comentário e as palavras tão amigas que deixaste acima.

Um beijo muito amigo e sempre grato.

ruma disse...

Hello, João Menéres.

Lovely and heartwarming your works..

Thank you for your visit.
I thank for your usual and hearty support.
The prayer for all peace.

Have a good weekend. From Japan, ruma❃

Luísa disse...

João,

YOU ´r THE SPECIAL ONE!

Simply the best!

LOL

João Menéres disse...

RUMA

Thank you, very much, my friend !

João Menéres disse...

LUÍSA

Esse a quem te referes, ganha milhões...

Contentava-me que algumas instituições nacionais conhecessem o meu trabalho maia recente...

Um beijo mil vezes agradecido.

L.Reis disse...

Talvez seja abstrato, uma daquelas coisas de desconstruir sentidos ou talvez seja o subtil sopro das madrugadas a enfunar o nascer de outro dia...

João Menéres disse...

L. REIS

Abstracto não passa de um "SEM TÍTULO"...
A intenção ( deve-la ter adivinhado ) era tentar que os comentaristas divagassem.

O teu comentário está na linha das tuas próprias legendas, logo PERFEITO !

No caso, vou mais para o

> desconstruir sentidos <...


A outra alternativa que colocas é muito do meu agradoe também se adequa no sentido figurado do que pretendi.

A LUÍSA escreveu uma frase que merecia um post, não achas ?


Um beijo enfunado.

expressodalinha disse...

Abstractamente.

João Menéres disse...

JORGE

Poeticamente...

Mar de Bem disse...

Branco diáfano... O que encobre? Quem encobre?

João Menéres disse...

MARGARIDA

Nem todos os livros são recomendáveis...


Um beijo amigo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Um suave olhar...

João Menéres disse...

RUI PIRES


Gostei do seu comentário !


Um abraço.

Maria Manuela disse...

A recriação de memórias, em folhas translúcidas, escritas no tempo que flui...

Um abstracto, resultante de um trabalho, magistralmente tratado.

Parabéns e um beijo

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Vou salientar do teu comentário :

> A recriação de memórias, em folhas translúcidas, escritas no tempo que flui... <

Escusado acresentar algo mais a

Um beijo grato.


Fatyly disse...

Excelente trabalho!

Beijos

João Menéres disse...

FATYLY

Muito obrigado pela tua apreciação.

Um beijo e bom Domingo de Sol !