.

terça-feira, 24 de julho de 2012

CLARABÓIA

© João Menéres


_______________

LEMBRO QUE TERMINA HOJE
O PRAZO PARA A RECEPÇÃO
DAS SUGESTÕES DO

DESAFIO

DO DIA 20 DE JULHO !

20 comentários:

myra disse...

que belezas tem o PORTO!!!! beijos mil

João Menéres disse...

MYRA

Posso assegurar que esta clarabóia é desconhecida de 95% dos portuenses, embora esteja num local semi-público !

( Como coloquei duas imagens que nada têm a ver entre si no mesmo dia, podes verificar o meu esgotamento e a falta de tempo que tenho para os blogues !...).

Um grande e amigo beijo.

Maria Manuela disse...

...O Porto e as suas clarabóias!...

Líndissima!
Belo rendilhado, belo trabalho!
Óptima transparência!

Nota-se que está bem preservada, vê
-se também pelo estado do telhado...

Pelos galhos das árvores, esta foto foi feita no Inverno...E o branco das núvens avança sobre o azul...

Óptima nitidez!

Um beijo

João Menéres disse...

MARIA MANUELA

Ainda há várias, até recuperadas !
As mais antigas, na zona das Fontainhas e da Ribeira, ou foram modernizadas ( e portanto perderam a sua identidade ) ou, pior ainda, substituídas por planos luminosos.

Esta é uma clarabóia sui generis, na zona das Antas e foi fotografada em finais de Março ou princípios de Abril.

Um beijo muito grato.

Luísa disse...

Transparências imponentes que trazem a luz diretamente ao centro do edificio!
Linda clarabóia!
Bjnhs

João Menéres disse...

LUÍSA

Agradeço-te muito o comentário !
Esta clarabóia é sensivelmente metade da área a iluminar !
Por isso, disse, à MARIA MANUELA, que era sui generis.

Um beijo muito amigo.

L.Reis disse...

De tanto olharmos para o chão, às vezes escapam-nos o que no céu se desenha...(mas não a ti...)

Isabel disse...

Lindíssima!

(Bom, deve dar uma trabalheira limpar aqueles vidros todos!)

Um beijo
Boa noite.

João Menéres disse...

L. REIS

Mesmo olhando para o chão, fiquei com um pé preso numa rede de pesca e dei cabo de um dedo ! Ando a mancar e com dores ( e logo nesta fase, em que trabalho não me falta e que me obriga a andar ...e carregado com o material... ).
Mais vale olhar para cima mas sem descurar o chão que pisamos.

Um beijo para o teu céu.

Anónimo disse...

... passei por cima do casario .. telhado acima e espreitei ... sim adoro espreitar ... e permitir que os outros vejam o pouco de azul que ainda restava assim como as árvores já preparadas para a nova folhagem ..eu sou assim ( disse a clarabóia para as telhas que a olharam tristes de nada reflectirem ) então reparando nisso a clarabóia adiantou ...mas sem vocês com esse beirado à portuguesa eu nuca poderia ... espreitar ...
T

João Menéres disse...

ISABEL

Concordo contigo !

Quanto à limpeza dos vidros, trabalho dará, certamente. Porém, a altura ao solo não é muita e, como se trata de uma instituição...

Um beijo e obrigado por teres comentado.

João Menéres disse...

> T <

O seu comentário todo poético, merecia um agradecimento à altura. Infelizmente nesta minha fase, não estou com possibilidade de o fazer.
Mas, bem sabe que o apreciei devidamente !

Um abraço com amizade verdadeira.

Maria disse...

Em prédios nunca encontrei nenhuma, mas em estufas algumas no género dessa, mas não tão bonitas.
Uma bela fotografia amigo.
Abraço
Maria

João Menéres disse...

MARIA

É uma edificação muito especial, num local também muito especial.
Quando o novo livro sobre o Porto sair, esta estará incluída.

Obrigado pela simpatia do comentário e pela tua visita.

Um beijo muito grato.

Marco C. disse...

ainda hj não tha visitado nenhum blogue amigo João. Com a chegada do Diogo C. o tempo é quase todo dedicado a ele :) Uma das vantagens de fotografar aqui nos açores, é sem duvida, as nuvens q costumam ajudar nas composições. Saõ quase sp nuvens bem "esponjosas", diferentes das q costumamos ter aí no continente. E tb não conheço esta clarabóia. ou não conhecia :)

João Menéres disse...

MARCO

O Diogo já nasceu ??????

Eu referia-me à imagem abaixo, à do mar... ( clique para ampliar, p.f. ).

PRÁ I : BEIJOS E UM ABRAÇO .

Li Ferreira Nhan disse...

Primeiro uma renda,
a seguir a transparência
e por fim os babados.
Quase uma fina roupa!
Um beijo querido

João Menéres disse...

LI

Muito bem observado e melhor descrito, qurida amiga !

Um beijo muito amigo e grato.

Remus disse...

Eu assumo a minha ignorância de onde é que fica esta clarabóia.
Mas que ela tem imponência lá isso tem.

João Menéres disse...

REMUS

Posso dar-lhe essa informação só por e-mail.
Pode ser ?

Um abraço.