.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

UM CARTAZ PARA SONHAR...

fonte : net




...COM AVENTURAS,  ROMANCES OU  OUTROS  MUNDOS !






O PARIS → CONSTANTINOPLA
teve início em 1883.
Quando da 1ª Guerra Mundial, logo parou em 1914.


Após a guerra ter terminado,
recomeçaram as viagens em 1919.
Até que nova guerra se instalou.
Esta mais séria.
O Expresso do Oriente viu as suas
viagens paradas até 1962.


Entretanto, outras confusões
se instalaram no centro da Europa
e mais a leste.
Todo o requinte se foi perdendo.
E se muitas estações ferroviárias
por esse mundo fora mantêm algum fulgor,
a de Istambul não será mais do que
um morto-vivo.
Na sala do restaurante, ainda vimos
uns copos com vinho numa mesa.
Na parede, fotografias de celebridades.
Uma delas a escritora que o E.P.L. aprecia :
Agatha Christie, autora de
 ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE !
( Está à nossa esquerda, em terceiro lugar, depois da janela ).


A última viagem do percurso completo
Londres → Istambul
realizou-se em 14 de Dezembro de 2009.




Se desejar viajar de Londres para Veneza,
poderá fazê-lo entre Março e Novembro.
O Venice.Simplon cobra-lhe pelo bilhete 
o simpático preço de € 5.670.

26 comentários:

myra disse...

o Orient Express, foi o que tomamos , correndo, escapando, de Bucarest, principio de 1940!
me lembro....
beijo

João Menéres disse...

E foram até Paris ?
Lamentável que a viagem não tivesse sido feita por outras razões, MYRA...

Um beijo.

ana disse...

Um bonito post! Uma viagem que adoraria fazer.

Li Ferreira Nhan disse...

Um sonho!
Tomara...
beijo João

João Menéres disse...

ANA

Há outras alternativas...
...mas não te metas em aventuras na Índia !



Um beijo.

João Menéres disse...

LI

Até no Continente Americano não te faltam opções fantásticas !
É uma questão de mentalização e programação.

Um beijo.

byTONHO disse...



"Era uma VEZ um MUNDO sem crises..."

:o)

João Menéres disse...

TONHO

Já reparaste que quando tudo parece começar a ficar estável, logo sucede uma maçã pôdre que estraga toda a dispensa ?

E, desta vez, a CRISE é mesmo com MAÍSCULAS...

AVOGI disse...

JOAO
vamos?
tu pagas e eu acompanho-te
kis :=)

João Menéres disse...

GISELDA

Nunca se diz que não a uma boa idéia !...

Um beijo.

mfc disse...

O preço é probitivo... mas que gostaria de fazer a viagem, gostaria!

FAIRES disse...

Uma viagem que muito gostaria de fazer, talvez um dia. Esta e a Route 66 entre muitas outras. Mas esta Expresso do Oriente, tão ficaria eu, bem acompanhado sentado numa das mesas da estação de Istambul... Acho que era coisa para me ficar bem. talvez um dia.
Por agora figura-se uma "aventura" por terras de África, quem sabe.
Um abraço,

João Menéres disse...

MFC

Claro que não é para todos !
Mas também não é uma vulgar viagem de combóio.

Quer saber mais e avaliar ?

Ora aí tem :

São 17 carruagens e a locomotiva. Cada carruagem-restaurante tem o seu ambiente e estilo pessoal. Na VSOE, por exeomplo, a Côte d’Azur inclui painéis de cristal Lalique; a Étoile du Nord apresenta incríveis embutidos e a Voiture Chinoise tem painéis lacados ao mais puro estilo chinês.

Em cada uma, os detalhes são pensados ao pormenor: pratos de porcelana branca com monograma e debruados a azul, faqueiros de prata, copos de cristal francês. O atendimento é personalizado, a viagem é recheada de propostas irrecusáveis que tornam o aborrecimento impossível, as cabines são como pequeninos quartos de hotel e a decoração é de puro bom gosto.

As iguarias, essas, são confeccionadas a 100 km/hora na mais pequena cozinha do mundo, mas com extremo rigor, não ficasse a orientação sempre a cargo de alguns dos melhores chefs do mundo. A garrafeira recheada de vinhos italianos e franceses de alto nível (a VSOE é membro honorário do Relais & Château desde 1986) faz o resto.

Um abraço.

João Menéres disse...

FERNANDO

Para quem é ainda tão novo, como é o seu caso, há tanta coisa passível de realizar...

O meu mundo de aventuras já foi.
Agora, além da família, é a idade e as limitações que ela impõe a quem já fez um enfarte, que tem um aneurismo na aorta e outros problemas que considero menores.

A idéia de Africa pode ser aliciante ( estou a imaginar o Fernando no deserto da Namíbia...).

Um abraço.

FAIRES disse...

JOÃO,
Não o estou a reconhecer.
Um HOMEM como o João tem sempre a aventura no seu íntimo.
Quanto a África e à Namíbia, penso que está bem mais perto do que pensa.
Um grande abraço,

João Menéres disse...

FERNANDO

Ter a aventura e sonhar no íntimo constantemente é uma coisa.
Ser inconsciente é outra bem diferente, não é verdade ?
Por exemplo : ISLÂNDIA não passou de um esboço !...

Um abraço amigo.

expressodalinha disse...

Preços de crise.

expressodalinha disse...

Quase Rússia :))

Rute disse...

Este post deixa-me a sonhar com mil e uma viagens...com mil e um caminhos...que beleza, JOÃO!

1 beijinho:)

João Menéres disse...

JORGE

A subida do preço do petróleo está na base de muita coisa.
Até inflaccionou o nº de corruptos de alto calibre !

João Menéres disse...

JORGE

Agora fica um pouco mais longe...

João Menéres disse...

RUTE

E sonhar não é bom ?
Retomam-se os antigos hábitos de leitura ou procuram-se percursos na net...
Sonhar não está em crise.


Um beijo.

ana disse...

João,
Já me meti em aventuras na Índia na província de Goa.
Adorei apesar de um pequeno susto. :)
Beijo.

João Menéres disse...

ANA

Eu não te disse ?

Rebuçados oferecidos num combóio que nos anestesiam e quando acordamos não temos nada. Muito menos documentos !

Se foi apenas um pequeno susto, tudo bem.
Toma cuidado contigo, sim ?

Um beijo.

L.Reis disse...

EU QUERO!!!!
Mas isto é como a Islândia...quando eu falo nisso, toda a gente olha para mim de soslaio, como que a avaliar o meu estado psíquico... :D
Não ligo nenhuma ao dinheiro, mas as viagens, que estão fora do meu alcance, são a única coisa que me fazem pensar que ele vale alguma coisa.
Excelente "reportagem"!!!

João Menéres disse...

L. REIS

Ainda bem que há alguém à face da Terra que me entende na perfeição !

Quanto ao dinheiro, só é preciso para as coisitas com que vamos sonhando.
Umas vezes chega, outras não.
E aí reside o interesse da questão.

Uma noite com bons sonhos.