.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

SOMBRA NÃO, SOMBRA SIM.


© João Menéres



A  PROPÓSITO  DO  DIGIT@L PIXEL...

(Eu sei que não está horizontal.
Mas, deu-me mais jeito assim...)

48 comentários:

Sandra Botelho disse...

Poxa somente olhos treinados poderiam captar algo tão curioso.Bjos achocolatados

myra disse...

e teu geito , é uma "coisa" que gostei demais!
beijos

Rute disse...

Que 'sombra não, sombra sim tão bonita' e elegante, assim a caminhar majestosa escada a cima! Não se qual das duas é mais sim, se a sua, João, se a da Digit@l Lina... Ainda bem que não é nenhum concurso e não temos que escolher ;)

1 beijinho :)

Rute disse...

...falta um 'i' no 'não sei'...

Regina d'Ávila disse...

Uma linda renda...não parece?
Bela imagem, como sempre.
Saudades...
Voltando... na ponta dos pés...devagar..
Passei para deixar super doces beijos,
Linda semana, amigo,
Regina d´Ávila.

modernidadeartes disse...

Bom dia João
Gostei bastante e justamente por ser vertical mostra a perspectiva da sombra da grade nas escadas ocupando o tempo espacial. A sombra nos revela ângulos maravilhosos e um artista fotógrafo sabe mostrar sua arte justamente quando enxerga esses efeitos e dá então uma bela fotografia. Mais geometria.
Você é super contemporâneoe sempre sai da "mesmice" e entra com a linguagem moderna.
Parabéns é claro né?

Beijooo

Elma Carneiro

FAIRES disse...

Caro João,
A sua preocupação com a não horizontalidade é que eu acho piada... Realmente uma questão de pormenor... Quanto à imagem, sem questão de qualquer espécie... Um excelente momento brilhantemente captado. Como sempre linda imagem.
Um abraço,
Fernando

Eduardo P.L disse...

Essa competição é muito saudável!!!

Hugo de Oliveira disse...

Os seus registros são maravilhosos.

abraços

Fernando Reis disse...

Belo rendilhado, sem dúvida.

Abraço.

José Jaime disse...

Sobra sombra e criatividade. Bela imagem.
Abraços
José Jaime

ANRAFERA disse...

Original y detallista toma. Me gusta. Saludos.
Ramón

L.Reis disse...

Na minha modesta opinião, ainda bem que não optaste pela verticalidade! O desconstruir das formas ganhou, assim, uma nova dimensão, quase um truque de ilusão...um arabesco de sombras sim a brincar em sombras não.
Uma "resposta" sem papas na língua...ou será no olhar? :D

tonhOliveira disse...



Veja agora JOÃO
(leia de baixo para cima a segunda palavra)

Que DUELO!

d
e
s
c
e


E a
*S r
**C b
***A m
****D o
*****A s ← sobe

:)

Luísa disse...

Rendilhaste a vericalidade e fizeste-a estender-se na horizontal!
Ora sombra. Ora luz!
Subiu a escada como seduz!

Belíssima imagem!Entre materiais nobres (ferro e pedra), apanhaste um momento de fidalguia...
Beijinhos mil

intimidades disse...

onde vao dar essas escadas?

Bjinhos
Paula

Hellag disse...

e sim, sim, uma excelente foto! e não, não...não nada!!!ehehe. Já tinha saudades de passar por aqui :)

expressodalinha disse...

Cuidado. Dá para tropeçar...

João Menéres disse...

3ª feira, afinal não posto.
Vou ver se arranjo um tempinho para agradecer estes COMENTÁRIOS !
Estou a acabar um trabalho.
Preciso de calma...

Beijos/ Abraços.

Romicas disse...

Horizontal ou não, está uma foto muito interessante, como aliás já é apanágio dos seus postes e fotos. Como alguém escreveu antes, parece uma renda...
Um beijo
Romicas

Georgia disse...

Joao, gostei muito das sombras. E tivestes uma ótima idéia, parabéns!

Abraco

Marina Sena. disse...

simetria.

sempre.

até.
bjo, bjo, bjo...

the dear Zé disse...

... assombração (fica sempre bem uma rima)

saludos

João Menéres disse...

SANDRA

Talvez seja essa a explicação, na verdade...

Um beijo grato pela visita e comentário,

João Menéres disse...

MYRA

Obrigado por apreciares o jeito !

Um beijoooooo.

João Menéres disse...

RUTE

Não é nenhum concurso, nem coisa que se pareça !

Apenas DIÁLOGOS !

Um beijo.

João Menéres disse...

QUEEN

Há quanto tempo te não via !...
E que bom foi ver-te neste ninho !!!

Volta sempre que puderes.

Um beijo.

João Menéres disse...

ELMA

Teces-me um grande elogio !
E sabes como fico sem saber como reagir...


Um beijo contemporâneo.

João Menéres disse...

FERNANDO

Para quem não saiba :

A ELMA CARNEIRO (acima) é crítica de Arte...

Agradeço a sua permanente presença.

Um abraço.

João Menéres disse...

EDUARDO

Como imagina, entre eu e a L.REIS não há quaiquer espírito de competição.
Apenas uns DIÁLOGOS que, às vezes, são por mail e outras com navegação à vista.

João Menéres disse...

HUGO

Agradeço a benevolência das suas palavras.


Um abraço.

João Menéres disse...

FERNANDO

Como arquitecto (e paisagista !) o seu comentário é importante para mim.

Um abraço agradecido.

mdsol disse...

Interessante este jogo entre o real e as sombras que o percorrem. Muitas vezes mal se distinguindo.

Uau,

:)))

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Muito grato por essa síntese !

(Estava a ver que ainda não era hoje que conseguia agradecer a todos...).


Um abraço.

João Menéres disse...

ANRAFERA

Muchas gracias, amigo !

Um abrazo.

João Menéres disse...

L. REIS

Vou transcrever o que de tão belo escreveste :

> Na minha modesta opinião, ainda bem que não optaste pela verticalidade! O desconstruir das formas ganhou, assim, uma nova dimensão, quase um truque de ilusão...um arabesco de sombras sim a brincar em sombras não.
Uma "resposta" sem papas na língua...ou será no olhar? :D <

Foi SEM PAPAS NO OLHAR (porque não tinha ainda visto a tua) !

Coincidiu eu ter feito esta imagem no Domingo de manhã...

Um beijo ( em qual degrau to deixo ? ).

João Menéres disse...

TONHO

E, para ti :

QUE IMAGINAÇÃO TENS !

Muito te agradeço o trabalho.

Um xi deste lado do Atlântico.

João Menéres disse...

LUÍSA

Permite que também transcreva o que escreveste :

> Rendilhaste a verticalidade e fizeste-a estender-se na horizontal!
Ora sombra. Ora luz!
Subiu a escada como seduz!

Belíssima imagem!Entre materiais nobres (ferro e pedra), apanhaste um momento de fidalguia... <.

Gostei dessa SOMBRA e dessa LUZ !

Um beijo de degrau em degrau.

João Menéres disse...

PAULA

As escadas ou vão dar aoEden ou ao Inferno.
Quando se chega ao cimo, é que avistamos a estação de desembarque.


Um beijo.

João Menéres disse...

HELENA
Teres aqui vindo, permitiu-me recuperar o endereço do teu blogue !
(Tinha perdido todos e tenho andado a recuperá-los aos poucos).

Um beijo (também com saudades de te visitar).

João Menéres disse...

JORGE

E nas curvas para derrapar !

João Menéres disse...

ROMICAS

Ainda bem que vieste !
Proporcionaste-me a leitura do texto do Halpern !!!

Também te agradeço o Comentário, é claro.
Se tens acompanhado o± as postagens das minhas imagens, sabes que procuro ser muito rigoroso.
Mas a Arte evolui, não é ?
Não podemos ficar agrilhoados eternamente...
Sobretudo quando o nosso sentido estético apela !

Um beijo.

João Menéres disse...

GEORGIA

Continuas a Amiga das palavras doces.

Um beijo.

João Menéres disse...

MARINA

Quanto prazer receber aqui ( e novamente guardar) as tuas PALAVRAS INSÓLITAS !

Um beijo.

João Menéres disse...

THE DEAR ZÉ

E muito bem encontrada em pleno dia !

Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA

Um COMENTÁRIO distinto.
Viste o âmago.

Um beijo.

Anónimo disse...

Sombra sim sombra não ..tal vida em subidas e descidas ... umas vezes encaracoladas que nos dão um acrescido prazer ... outras rápidas velozes ... por vezes doridas ... a umas dizemos ..sim a outras ... mutio gostaríamos de ter dito ...não ...
T

João Menéres disse...

> T <

Tinha feito esta imagem no Domingo de manhã, em Celorico de Basto.
À noite, já no Porto, quando às tantas abri o DIGIT@L PIXEL, logo decidi alterar a postagem de 2ª feira para colocar esta imagem.
Dei continuidade aos DIÁLOGOS, ou seja, às
CONVERSAS À LUZ DOS OLHOS.
E, como certamente terá visto, o COMENTÁRIO foi :

> Na minha modesta opinião, ainda bem que não optaste pela verticalidade! O desconstruir das formas ganhou, assim, uma nova dimensão, quase um truque de ilusão...um arabesco de sombras sim a brincar em sombras não.
Uma "resposta" sem papas na língua...ou será no olhar? :D <.

Como é habitual, deliciei-me com as suas reflexões à volta das sombras e das encaracoladas.

Grande abraço.