.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS

KAOS NO JARDIM


Numa esplenderosa manhã de Junho, desloquei-me à
linda Ponte de Lima, que o Rio Lima ainda torna
mais bela. Tinha curiosidade em visitar um certame
que, indo na sua 6ª edição, eu ainda não conhecia.
É uma realização da Câmara Municipal e que tem contado com o patrocínio de várias instituições do maior prestígio.
Perante a apresentação dos muitos projectos candidatos à
participação, um júri selecciona um determinado número 
das candidaturas.
Então, cada um dos sponsors decide a qual dar o seu apoio financeiro que tornará possível a sua concretização.
Na edição de 2010, coincidente com a comemoração do
ANO INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE,
apresentaram-se a concurso 77 criadores, oriundos de
15países ( Alemanha, Austrália, Áustria, Brasil, Espanha,
Estados Unidos da América, França, Holanda, Inglaterra,
Irlanda, Itália, Portugal, República Checa, Rússia e Sérvia )
que apresentaram as suas propostas para o tema deste ano:
"KAOS  NO  JARDIM"
~
Quando entrei no recinto, onde estavam instalados os 11 jardins
admitidos a concurso, e após uma visita a todos e ter fotografado
algum aspecto de um ou outro, a minha atenção concentrou-se
no jardim intitulado KAOS SUSPENSO que procurei registar com o maior empenho, apesar das dificuldades que as suas 
paredes espelhadas apresentavam, face à presença de visitantes
e ao cuidado que tinha de ter para não aparecer na imagem.


É uma selecção dessas mesmas imagens que constituem
a minha postagem de hoje e para a qual vos convido a
dedicar algum tempo para a apreciação deste jardim. 

O catavento é exterior à área da exposição





"Frequentemente associamos o Kaos à ordem desconhecida do universo e 
traduzimo-lo atrvés de formas matemáticas complexas designadas por fractais.
Foram estas as fontes de inspiração que, conjuntamente com referências locais
de Ponte de Lima, como a ramada do vinho verde e o ambiente natural do rio,
estiveram na base da criação de uma estrutura ajardinada chamada KAOS SUSPENSO.

A instalação do jardim é um labirinto de volutas de cabo de ferro pré-esforçado que
pousa num solo de godo, aleatoriamente pontuado por plantas.
esta estrutura estática, mas ao mesmo tempo dinâmica, constitui um suporte para
trepadeiras que vão progressivamente conquistar a instalação; esta estrutura de cabo
suporta ainda bolsas de plantas suspensas.

O acesso ao jardim faz-se através de um pórtico de entrada que nos conduz directa-
mente ao interior da instalação, forçando-nos a uma caminhada exploratória através 
do emaranhado.  Uma vez lá dentro, olhando em volta, depara-se com um perímetro
facetado de espelhos que transforma a estrutura de um só elemento em numerosas
imagens de objectos de reflexões opostas, criando uma sensação de infinito.

O processo de concepção e de construção assenta na dinâmica dos arcos e no modo 
como estes secombinam ( sobrepoem, densificam, estratificam, unificam ) definindo
caminhos.  Avivência física desta exploração remete para noções de tempo, lugar,
escala e evolução numa simples visita e para o longo desenvolvimento das
espécies durante o período do Festival."

( Memória descritiva do projecto)





Mal passei do pórtico de entrada, tive uma sensação de ouras...


...eram os reflexos dos espelhos, eram os arcos (a remeter para as ramadas)...
Meia hora, meia volta, lá estava eu com tonturas...
A Torre de Babel estaria por lá ?
Para onde quer que eu me virasse, via vários EU.
E o EU que eu era, falaria a mesma língua daquelos tantos outros EU ?
E todos esses tantos EU, que EU de mim seriam ?



Um dos mais apaixonantes pormenores deste  "KAOS  SUSPENSO".


Neste jardim, podem ser vistas as seguintes plantas:
Cornus alba (Flor branca)
Fagus sylvatica  (Faia)
Ficus repens (trepadeira perene)
Lavandula angustifolia ( lavanda comum)
Parthenocissus quinquefolia (trepadeira)
Salix purpurea (espécie de salgueiro)


_

No fim da visita, à saída, quem quisesse
preenchia um boletim.
Era a votação dos visitantes que iria determinar
o jardim vencedor, cujo prémio consistia em permanecer
no local, para lá da data do fecho (31 de Outubro) e
estar automaticamente no próximo Festival.


Naturalmente,  votei neste KAOS SUSPENSO.


E, no dia 2 de Novembro, tomei conhecimento
dos resultados. Assim:
Em 3º lugar, com 11,O % dos votos ficou o
TERRAMOTO, de Espanha
Em 2º lugar, com 13,9 % dos votos ficou o
FENDA ESCURA, de França
E o VENCEDOR, com 33,8% dos votos foi o
KAOS SUSPENSO, de Portugal.


Este jardim teve o patrocínio da EDP.


E os seus autores são os Arquitectos
José Pedro Torres e Pedro Negrão
( por esta ordem na fotografia, com a sua obra em fundo)
do MERGELAB, Gabinete de Arquitectura
a quem endereçamos as mais vivas felicitações.

 © João Menéres (todas as imagens)


17 comentários:

intimidades disse...

adorei o uso de espelhos, e a simplicidade das cores. Faz-me lembrar paisagens que vemos por estas paragens.

E as tuas fotografias, fazem uma enorme justica ao jardim

Fui a um concurso de jardinagem, aqui na cidade do cabo, nao tive tempo para o ver todo mas foi fantastico.

Ai em Portugal fui tambem a um , mas mais pequeno, em POrtimao.

Um beijinho kaotico

Paula

angela disse...

Estonteante!
Lindo.
beijos

tonhOliveira disse...



ExposiKAOS!

O KAOS é um a KOSA de LOKO!
Não é KASO de polícia...não KAUSA ASKO,
pelo OIЯÁЯTNOC ← espanta a todos que olham a "ORDEM".
esta quase sempre em DSEЯOEDM!

"No princípio era o CAOS... o homem é que tratou de 'desordená-lo' nesta espécie de ORDEM que causa MEDяO ←!"

Aqui no Brasil escrevemos CAOS com C,
então digo: Ficou do CÃOS!

Bela exposição retratada pelas lentes poéticas do JoÃO!

Uma pergunta JoÃO:
"O MIX de olores resultante não confunde o OLFATO?"

ARABOÇS!

expressodalinha disse...

Excelentes imagens e o caos suspenso...

Mena G disse...

Fantáscticas as imagens e o jardim!

João Menéres disse...

AVISO

HAVIA UMA IMAGEM REPETIDA.
JÁ FOI RETIRADA E SUBSTITUÍDA.

QUEM NÃO VIU, PODE AGORA VER O KAOS COMPLETO !
RsRsRS.

Eduardo P.L disse...

Parabéns aos vencedores e a vc que fotografou e postou!

Vieira Calado disse...

Olá, meu caro!

Sabe, por coincidência, há uma hora atrás acabei de falar em si num outro blog.
A propósito dum varal, no Alentejo.

E não deixei de referir o encontro de Lagos...
e o seu prémio.

Um forte abraço

Sara disse...

Caro João,
tenho uma ligação especial a esta vila e este é um dos eventos de que os habitantes mais se orgulham (quase tanto quanto as "Feiras Novas" e a "Vaca das Cordas" :). Costumo visitar o festival todos os anos, mas infelizmente este ano deixei passar a oportunidade. Ainda bem que lá foi e partilhou connosco estas belíssimas imagens. Obrigada!

Um abraço e votos de um bom fim-de-semana!

Luísa disse...

Simplesmente geniais!
A arte na ordem...ou a ordem na arte, quando o caos pões em mostra pública a criatividade de alguém!
Foste fidedigno nas imagens,SENHOR!
Beijinho terno

Sandra disse...

Parabéns João pela bela postagem.
Quando voltava do Rio, tirei uma foto do ceu azul, entre as nuvens, em sua homenagem.
Sei que gostas do azul..
Assim que puder vou postar.
Carinhosamente,
Sandra.
Deixei um recadinho na postagem do relógio.
Até mais amigo.

Alice Salles P. Affonso disse...

Trabalho especial desses arquitetos e trabalho ainda mais especial e carinhoso o seu de postar as imagens aqui! ;)

Helena Oneto disse...

Bravo aos arquitectos e ao autor do Kaos!

mdsol disse...

Parabéns aos arquitectos e... claro ao artista das fotografias.

:)))

Claire disse...

K bom ter vindo te visitar

Selena Sartorelo disse...

Olá João,

O reflexo é a dimensão a qual damos o nome de Kaos.
Imaginação liberta e única
Distância que desfigura
A figura real
Tempo que conduz a forma e o tamanho da luz.
Sombra e simetria
Crú!
Nú!
Vazio!
Dito normal.
Suspenso na mente mais que o concreto real.

Beijos amigo João.

Anónimo disse...

Lindo de morrer.
Obrigado por nos dar a conhecer essas maravilhas com o seu saber especial de ver as coisas com o coração.
Um abraço
HF.