.

sábado, 23 de outubro de 2010

NEM SÓ NO MAR SE NAUFRAGA...

© João Menéres



Nem só no mar se navega, também





Nem só no mar se navega, também
nas sombras e nos charcos da cidade inacabada
e já ruína
um homem se exalta e entristece
com as ondas precárias dos seus irmãos
nascendo e caindo na foz
quotidiana. Nem só no mar,
onde vivi outro rumor, nem só no mar,
onde vivi outro rumor, nem só no sal 
que me lembra
o sabor do peixe antigo,
um homem naufraga. Também
nas casas velhas e nas rugas cansadas
as formigas imperceptíveis da morte
cumprem o seu destino. Inclino-me
sob o vento
e defendo a natureza da minha
voz: vegetação
tão vária, tão paciente
como as ondas do mar da foz.



(Casimiro de Brito, 1938 , in Fragmentos III)

24 comentários:

Luísa disse...

Surpresa bela!
A imagem fala com o poema, nas sábias rugas da saudade de um mar que não acaba!
Nostalgia da velhice...

Beijinho terno, SENHOR

Eduardo P.L disse...

Esses poetas e seus poemas! A imagem é um outro!

myra disse...

maravilhosas palavras para esta maravilha de FOTO! esplendida!!!!!
bjs

Jorge C. Reis disse...

Belíssima fotografia

angela disse...

Dizer o que?
O poema e a foto já dizem tudo.
Lindo João.
beijos

José Jaime disse...

Que foto!!!
Abraços
José Jaime

expressodalinha disse...

Grande retrato e espelho de uma fase da vida nacional.

m.a. disse...

Naufragar em tanta beleza, dá para uma introspecção...

João Menéres disse...

LUÍSA

> nas sábias rugas da saudade de um mar que não acaba! <

Poético e magnífico o teu comentário !

Obrigado, AMIGA!

Um beijo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Elogio a sua força e admiro o seu ânimo!

GRANDE EDUARDO !

Um abraço.

João Menéres disse...

MYRA

Às vezes, lá sai uma...

Obrigado pela tua simpatia.

Um beijo.

João Menéres disse...

JORGE C. REIS

Agradeço a sua apreciação.

Um abraço.

João Menéres disse...

ANGELA

Em dia de poucos voluntários para as palavras, as tuas AINDA VALEM MAIS!

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Bem sabe como estimo os seus comentários...

Um abraço.

João Menéres disse...

JORGE

Ficou valorizado pela poesia!

João Menéres disse...

MITÓ

> Naufragar em tanta beleza, dá para uma introspecção... <

MUITO OBRIGADO !

Um beijo.

Rute disse...

João
Lindissima foto, que só por si já é um poema!!!
O poema feito de palavras, também é muito bonito. A junção dos dois é perfeita.

1 beijo

João Menéres disse...

RUTE

Que lindos vão ser os meus sonhos hoje!...

Um beijo muito grato pelo comentário.
Tem um bom Domingo, pois disso és merecedora.

Alice Salles P. Affonso disse...

Não.... não só no mar se naufraga... mas só no grifo podemos encontrar tal poesia andando de mãos dadas em tal harmonia com essa linda imagem!

João Menéres disse...

ALICE

Que bom teres gostado!

Leste o meu título!

E como são doces as tuas palavras...

Um beijo assim.

Luísa disse...

O prazer foi todo meu, SENHOR!Agradeço a oportunidade de poder divagar pelas palavras numa imagem que ofereces.
Beijinho terno de domingo apardalado!

João Menéres disse...

LUÍSA

Pena não ter matéria para te dar mais oportunidades !!!

Um beijo na esperança de uma 2ª feira menos chata.

Sandra Rocha disse...

Está maravilhoso este retrato a p&b.
Bjs e boa semana.

João Menéres disse...

SANDRA

Muito te agradeço o comentário.
A opinião de artistas da fotografia tem o maior interesse para mim, como deves compreender.

Um beijo.