.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

VARAL


© J. Menéres


Mesmo a bordo, um varal não se perde nunca...



16 comentários:

Conceição Duarte disse...

João, quantas saudades João!
Que tranquilidade as águas estão aqui, para secar as toalhas. Linda a foto. Um super hiper beijinho, da amiga, CON

Georgia disse...

Joao, que varal azul lindo. Adoro azul e este está sensacional.

Bjao

Eduardo P.L disse...

Que longo varal marítimo! Vento e sol é tudo que um varal deseja!!! srsr

João Menéres disse...

CON

As àguas sempre serenas.
O vento fraco não deu muito para andar à vela.
Banhos nesse mar que termina no nosso Atlântico.
Praias com pedra que não se transformam em areia.

Um beijo há muito prometido..

João Menéres disse...

GEORGIA

Claro : O AZUL é sempre lindo!

Até o casco do barco, lá ao fundo, é AZUL...
Viste?

Um beijo (vieste dar um impulso aos COMENTÁRIOS...). OBRIGADO !!!

João Menéres disse...

EDUARDO

Tem razão!
LONGO VARAL MARÍTIMO !!!
Sol havia. O vento brando pouco permitiu andar à vela...
No mar, temos a sensação de sermos os donos do mundo !

UM LONGO ABRAÇO, ATLÂNTICO FORA...

Selena Sartorelo disse...

Olá João

O teu Varal é quase um extensão do meu rsrsr!!

Beijos.

Para constar. Tem foto sua no cabeçalho do possibilidades tá?

João Menéres disse...

SELENA

Fui outra vez "APANHADO" !!!

Mas estou para cá do nevoeiro e nem me viste !!! eh! eh! eh!

Fica a saber que este trabalho foi um dos que já vendi na EXPOSIÇÃO...

Escolheste bem.
Espero que a mantenhas até te cansares!

É uma honra ilustrar cabeçalhos de blogues (não foste a primeira...)

Um beijo a perder-se por aí fora.

mario nelson disse...

tres barcos...
e um abraço

Luísa disse...

Secam com sol d´ouro?
Ou cintilam com ventos de prata?
Este varal, invulgarmente improvisado, tem um ar chique.Com pinta de quem sorri perante a adversidade de não ter seco que substitua a toalha!!!
Insólito, não?

João Menéres disse...

MÁRIO NELSON

Três barcos, sim. Mas desses, um é uma lancha... Para mim, não conta!
Ou é um Barco de Cruzeiro (hotel flutuante) ou tem que ser à vela!

Obrigado e um abraço.

Vera Lúcia disse...

Fantástico... Beijo

João Menéres disse...

LUÍSA

Em dez minutos secavam...enquanto o cozinheiro ultimava a refeição - sempre excelente - e o empregado de mesa começava a servir.
Toalhas, são como os chapéus, conforme dizia o Vasco Santana...
Portanto, secavam com sol d'ouro e cintilavam com ventos de prata!
(Coisas lindas de ouvir, aquelas que teus dedos tocam...)

Só não consegui controlar os ultra-violetas...
Isso, sim,insólito mesmo. Mas, não photoshopista...sabes bem.

Um beijo (vou a correr, ver se posto uns apontamentos desta noite passada em casa de um filho.
Noite fria (que não me apanhou desprevenido), mas noite tranquila, por ter sido passada em família.

Um beijo com alegria por aqui teres estado.

João Menéres disse...

VERA LÚCIA

O beijo foi FANTÁSTICO !

Obrigado por teres comentado.

Cravo de Carne disse...

Lindo varal ou, como se diz cá na terra, lindas bandeiras!
A minha Mãe, confesso, teria alguma técnica de estender roupa a ensinar a quem preparou este varal. Ao fim de tantos anos, ainda corrige o nosso estendal... Já não se fazem Mães como antigamente!
Mas... pensando melhor, ela tem é de compensar o facto do varal dela não ter este sublime enquadramento...
Isto é que poderia ser "povo que lavas no rio", com o povo na hora do descanso, claro!
Vi que visitou as minhas palavras. Muito me honra. Muito lhe agradeço!
Abraço!

João Menéres disse...

CRAVO

O estendal (ou varal) não foi preparado.
Apenas a conveniência de secar as toalhas !

Agradeço MUITO a referência elogiosa ao enquadramento !
Mas, também foi espontâneo...
Fruto de ter IDEIAS na cabeça.
Nem é preciso pensar, sabes?
A minha visita também foi espontânea...
Tivesse eu mais tempo e teria o maior prazer em bater à porta de cada um dos meus SEGUIDORES ou de outras...

Um beijo grato.