.

sexta-feira, 5 de março de 2010

CALÇADA

Photobucket
© João Menéres

Em memória das vítimas da Ilha da Madeira.

36 comentários:

susana disse...

É uma calçada não é? Muito bonita!Já percorri meia Europa, estive nos EUA, no continente Africano e nunca fui à Madeira, acreditas?
Confesso que andar de avião é problemático para mim! Evito sempre que posso!
beijinhos

Luísa disse...

Calçada portuguesa!Obra-prima de demonstração de arte e engenho pelas mãos dos calceteiros que picam a pedra, acertam ângulos, ensaiam o melhor lugar para o pequeno quadrado colocar.
Esta homenagem, estimado SENHOR, revela o teu lado nobre de sentimento, de homem que sente e "chora" a perda inesperada dos compatriotas.

Bela foto!
Beijinho terno em partilha de sentimento.

Eduardo P.L disse...

Pétalas ou ondas de pedra! O que ainda não se fez com elas????? Bela foto!

myra disse...

beleza de trabalho dos que fizeram a calçada, beleza pelo teu pensamento e beleza a tua foto!!!tantisssimos beijos

Susaninha disse...

A FOTO E A HOMENAGEM SÃO DE CORAÇAO E ESTÁ GIRA:)
Beiiiiiiijinhos com SUUUUUrrisnhos:)

Céu Vieira disse...

Amigo João, a sua foto está lindíssima e solidarizo-me consigo na homenagem às vitimas daquela catástrofe na Madeira. Aqui deixo um poema que escrevi quando tinha 12 ou 13 anos.

Madeira já sei que és
A Pérola do oceano
És o orgulho do teu povo
E do povo Lusitano

Madeira já sei que és
Bela Rainha do mar
O oceano até pede
Paea contigo casar.

Ó Ilha das bordadeiras
Terra linda, afamada
Em Portugal e no mundo inteiro
Mas graças à nossa Armada.

Um beijinho p´ra si e bom fim de semana

tonhOliveira disse...



Grande lembrança!

MARavILHA ← "calçada da fama"

"Quando o homem parou de criar estas obras... perDEU-Se"

Acho que é por aí!

Grande desenho JOÃO, digo PHOTO!

Ahahahbraços!

Lina Faria disse...

Adoro calçadas.
Essa tem um desenho harmonioso.

Anónimo disse...

Quando havia tempo e prazer, faziam-se calçadas com pedras irregulares, linhas curvas difíceis e com simetria.
Maria Pinto

expressodalinha disse...

Basalto. Preto. Vulcões. Vítimas. Coragem. Madeira.

Milouska disse...

João,

Uma belíssima imagem para uma homenagem à qual todos nos juntamos.
Bjo,

Milouska

momentos disse...

Para uma calçada são necessárias uma série de pedrinhas,
todas diferentes,aproximadas no tamanho e na cor,
mas com necessidade das suas "arestas limar", e com precaução as colocar!
Cada pedrinha pode representar um de nós, e com uma série delas se faz um todo.

Porque Portugal, não se resume a terra e mar...
somos nós Povo!
Não adianta lamentar, é altura dos braços levantar, apelar ao que de humano há em nós AJUDAR!


Um Beijo João!

Selena Sartorelo disse...

Olá João.

Quando a dor não alardeia.
O que não se pode mudar.
A cúpula trincada.
Um remendo,cicatriz herdada.
Como posso o tempo culpar..não tem prá quem reclamar. Designeos que preciso entender.
O luto silencioso do mundo.


beijos

Elaine Barnes disse...

Olá! Que nobreza homenagear as vítimas e a sua sensibilidade em postar a foto da bela calçada representando as mesmas. MUito bonita! Montão de bjs e excelente final de semana

Gisela Rosa disse...

belíssima esta calçada João. Bela homenagem,
Um abraço

ellen disse...

Maravilhoso designer de calçada!
e excelente foto :)

Beijinho João.

ruimnm disse...

Excelente imagem gráfica, pelo ângulo escolhido resulta.

João Menéres disse...

SUSANA

É dos meios de transporte mais seguros.

Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

A actividade de calceteiro está em regressão.
Podíamos ter aqui uma actividade económica muito bem qualificada...
Bem sei que é dura. Por isso temque ser bem remunerada.
Há verdadeiros artistas orgulhosos do seu trabalho.

Beijos.

João Menéres disse...

EDUARDO

Também podia pensar em uma plateia com as cadeiras rebaixadas...

Abraço.

João Menéres disse...

MYRA

Muito obrigado por tanta delicadeza e simpatia.

Beijos, minha amiga.

João Menéres disse...

SUSANINHA

É um prazer ter-te aqui nos comentários.

Um beijo.

João Menéres disse...

CÉU

Muito obrigado por me dar a conhecer esses versos tão lindos quando ainda era muito jovem.

Um beijo.

João Menéres disse...

TONHO

As tuas palavras demonstram a tua sensibilidade.

Um abraço.

João Menéres disse...

LINA FARIA

És de uma simpatia a toda a prova.

Um beijo amigo.

João Menéres disse...

MARIA PINTO

O homem se encarregou de estragar o tempo...

Um beijo.

João Menéres disse...

JP

Esta caçada pode ter várias leituras.
Por isso a escolhi para esta simbólica forma de me solidarizar.

Um ab.

João Menéres disse...

MILOUSKA

Muito obrigado pelas suas palavras.

Um beijo.

João Menéres disse...

MOMENTOS QUERIDOS

Deixaste uma reflexão muito positiva!
Gostei do que escreveste.

Um beijo.

João Menéres disse...

SELENA

Como saberás, a calçada portuguesa desenvolveu-se em meados do séc. XIX e é um património cultural que deveria merecer a nossa maior atenção para que não se venha a perder.
Felizmente, no Brasil, há muitos e belos exemplos da Calçada Portuguesa.
Esperemos que as preservem e, se possível, a desenvolvam.

Muito obrigado pelo teu belo comentário.

Um beijo.

João Menéres disse...

ELAINE

Foi um impulso absolutamente espontâneo!
Estava a dar uma vista de olhos nalgum do meu banco de imagens, quando esta me despertou.
Foi o desenho (também podemos ver campas...), foram as cores preta e branca...

Um beijo grande.

João Menéres disse...

GISELA

Grato pelas tuas palavras.

Um beijo.

João Menéres disse...

ELLEN

Agradeço as tuas palavras.

Beijos.

João Menéres disse...

RUIMNM

Tive a sorte de poder subir uns 40 cm.
Deu muito jeito...

Um abraço.

elfi disse...

Ora aqui está uma calçada bem diferente da minha terra... tenho a certeza que iria adorar continuar o belíssimo trabalho por cá. S. Miguel :-)Temos uma calçada única no país! Um braçado cheio de oportunidades fotográficas.

Sandra disse...

Parabéns pela linda foto. Sempre com bom gosto.
Sandra