.

sábado, 30 de janeiro de 2010

PARCERIA COM A SELMA

Photobucket
© João Menéres


A MENINA DO MAR voltou!
E muito me alegrou
com os seus versos.
Assim, se repete uma parceria
que tanto sucesso já conheceu.

Obrigado, SELMA ANTUNES!






Alentejo...
Alentejo da cor da minh'alma,
Vermelho do meu coração
O verde dos campos ,a calma
No azul do céu, tua mão.

Alentejo ,um pedacinho
Um rasto de cor a planar,
De volta aos teus braços, meu ninho
É lá que mais quero ficar.

Vermelho, uma chama ardente
Que busca por mim sem chamar,
Um dia, quem sabe, quem sente?
Na terra a força do mar.

© Selma Antunes

(Nota: A imagem acima foi feita lá do alto de Monsaraz,
utilizando uma película Ecktachrome IR.)

30 comentários:

ruimnm disse...

O infra-vermelho torna as paisagens mágicas, fantásticas. Aqui parece ter sido pintada de sangue.
Gosto muito da composição, das linhas: uma pintura, sem dúvida.

myra disse...

aplausos aos dois!!! linda imagem, lindas palavras!
beijos

angela disse...

Uma parceria de primeira, poema e foto se completam na descrição e na sensibilidade.
parabéns aos dois.
Beijos

Maria Augusta disse...

Que sintonia perfeita entre a imagem e os versos, ambos maravilhosos. Vocês estão de parabéns!
Abraços e um bom fim de semana para vocês.

tonhOliveira disse...



Que sintonia!

Além vejo!

ParaBONS uma parceria assim!
ParaBÉNS!

Beijos Selma , abraços João!

Voar sem Hasas disse...

João e Selma,
aos dois os meus parabéns,

uma foto arrebatadora, que nos inquieta e surpreende.... que as palavras da Selma tão bem souberam interpretar.

A Selma (não sei se é Alentejana) mas adoptou o alentejo na sua alma.

beijos para esta parceria linda
(d´alentejana)

Luísa disse...

João,
o meu comentário?
Fui a segundinha a vir cá dar-vos um beijo!
E agora, como vou poder repetir as palavras que vos deixei? As primeiras são sempre as melhores!Mas vou tentar...


Quando o verde da natureza contrasta com a maturidade das palavras, até os campos ruborizam...

Parabéns à belíssima combinação.A vossa parceria tem um carinhoso efeito!
BJNHS aos dois!

Quase Blog da Li disse...

Imagem saborosamente forte temperada de vermelho.
Versos suaves, com doçura.
Completam-se!
Beijos
aos dois.

João, no post anterior, "Rio Tâmega",
perguntaste-me acerca das minhas raízes...
Elas estão em Chaves
mais precisamente na freguesia (que eu tanto amo) Cimo de Vila da Castanheira.
beijo
da li

Ana disse...

Olhando para a imagem e lendo a poesia só posso dizer que é um DUO FANTÁSTICO!!! Parabéns aos dois!!!
Beijinhos,
Ana Paula

Lina Faria disse...

Parece um campo de Marte, pelo vermelho.

Menina do mar disse...

Obrigada a todos!
Obrigada João, pelo privilégio que é poder fazer companhia às tuas magníficas imagens com os meus versos.
Obrigada João por acreditares que eu era capaz, Obrigada pelo voto de confiança!
Um beijo daqueles e daqui!

Sandra disse...

Lindo e belo..
Parbéns menina do Mar..

Obrigada João pela visita.
Vim salvar a imagem da casa. Não consegui postar direto. Mas logo postarei o texto em interação de amigos. Muito obrigada meu amado amigo.
Vou fazer o link também a vc.
Um grande abraço.
Sandra

Sandra disse...

Vamos tomar um café e conversar na porta??
então venha:
http://sandrarandrade7.blogspot.com/
Vou te esperar, com muito orgulho.
Sandra

susana disse...

Esse tom vermelho traduz bem o calor no Alentejo.
Bela imagem acompanhada com um singelo poema!
beijinhos aos dois

João Menéres disse...

RUIMNM

Tem toda a razão nas suas observações.
Mas, para se ter algum sucesso com o I.R., é conveniente praticar muito.
É quase como na Pintura, "para não perder a mão"...

Obrigado e um abraço.

João Menéres disse...

MYRA

A Selma é uma amiga virtual com quem gosto muito de brincar.
Com ela, o sucesso é garantido.

Um beijo.

João Menéres disse...

ANGELa

A SELMA tem ( que eu saiba) duas paixões: o Mar e o Alentejo.
E nestes temas ela está comopeixe na água.

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

MARIA AUGUSTA

Por favor, lê o que respondi à ANGELA (imediatamente acima).
Ia repetir-me...

Um beijo.

João Menéres disse...

TONHO

Continuas a brincar com as palavras (ALÉM vejo / ParaBONS/ParaBÉNS).
Deve SER muito divertido, assim SER !

Um abraço.

João Menéres disse...

VOAR SEM ASAS

Quando uma alentejana fala assim da poesia que a SELMA fez para esta minha imagem, a que mais podemos aspirar?

Beijos, BAL.

João Menéres disse...

LUÍSA

Ora, deixa que oua de novo o que cantaste:

"Quando o verde da natureza contrasta com a maturidade das palavras, até os campos ruborizam..."

Gostei muito, minha amiga!

Um beijo.

João Menéres disse...

LI

Também gostei muito do que escreveste !

Um beijo e obrigado pela companhia que sempre aqui fazes,

João Menéres disse...

ANA

Obrigado em nome dos dois.

Um beijo.

João Menéres disse...

LINA FARIA

Ainda não fui a Marte, mas ando a ver qual o caminho mais perto.
LOL
Quem me garante que a película IR lá funciona?
É melhorandar cá mais por baixo...

Um beijo.

João Menéres disse...

MENINA DOS MEUS MARES

Bem sabes que desde o primeiro passeio , de mãos dadas, à beira mar (a maré estava na vazante, lembras-te?), se criou uma empatia entre a ave e o SER.
Deixa-te de modéstias!
Quem agradece o facto de teres acete, SOU EU !

Um beijo.

João Menéres disse...

SELMA

Coloca lá um "i" nesse >acete< final !

João Menéres disse...

SANDRA

Muito obrigado por tudo, uma vez mais.

Vou visitar-te logo mais tarde!

Um beijo.

João Menéres disse...

SUSANA

Muito te agradeço a visita e o comentário à imagem.
Só não concordo que a poesia seja singela.
Os escritores (ou poetas) nãoescrevem todos com a mesma letra.
Mas, a Selma tem uma letra muito bonita porque tem origem no seu coração.

Um beijo.

Hugo de Macedo disse...

Excelente dupla. Parabéns pelo blog, está deveras interessante.

João Menéres disse...

HUGO MACEDO

Fico bem satisfeito pela sua dupla análise ao grifoplanante.

Um abraço.