.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

ALTO-DOURO


Photobucket

@ João Menéres

É TEMPO DE VINDIMAR

Esta imagem foi feita com uma máquina analógica de pequeno formato.
(slide 24 x 36 mm)

Uma chuva miudinha caía a espaços.
Ao fundo, aquele azul claro, é o maravilhoso Rio Douro,
em cujas margens, encostas acima, se produz o 
mundialmente afamado VINHO DO PORTO,
mas também o vinho de mesa do Douro.
Também nestes, tanto os vários micro-climas, os diferentes 
tipos de solos e uma nova geração de enólogos em conjunto com
outros um pouco mais velhos, têm permitido a obtenção de 
muitas Medalhas de Ouro
em concursos internacionais do maior prestígio. 

Nota: Esta é uma das imagens que mais gosto.




42 comentários:

Luísa disse...

Nestes sucalcos embelezados pelas vides,
Homens carregam cestos às costas!
Porque o corte das uvas bem ricas,
É feito pelas mulheres, menos fortes!

Estas verdes vides sao baixinhas,
Não são precisos escadotes!
Ao nível do olhos vemos as vinhas,
E a alegre faina dos consortes!

Douro vinhateiro que hoje cantas!
Vejo em ti o paraíso dos homens da terra!
Abraças todos que te visitam,
Como que nos afagasses entre mantas!

Estimado Senhor,
esta é a região do Douro activa,cheia de vitalidade e vontade de trabalhar!
Esta é a época do seu povo nos mostrar o quanto a terra podem venerar!

Bela foto! Inspiradora, não?
Beijinho terno,

Luísa

João Menéres disse...

Para não deixar acumular comentários em cima de comentário, aqui me tens já (deitei-me há menos de quatro horas) a agradecer este tão belo testemunho do quanto gostas do Douro e como o conheces no seu serpenteio (agora domado por efeito das muitas barragens) entre os montes que atravessa e cujas margens beija.

Assim te agradeço, este teu hino, feito de sentimento e carinho. Porque é um hino, um Poema ao Douro merecedor de figurar numa antologia que a ele seja dedicada!
Por isso, imagina o orgulho que tenho por ter sido inspirado na imagem que hoje postei e me sentir, por isso, quase dela co-autor.

Um beijo embevecido por tamanha honra ter merecido.

Eduardo P.L disse...

Linda imagem!
Quase uma pintura!
Quando a vida imita a arte!
Quando a arte supera a vida!

João Menéres disse...

EDUARDO

Quantas palavras bem amigas!!!

Um abraço agradecido.

ellen disse...

João,
imagem encantada... sempre muito boas as suas fotos, de um super profissional (apesar de ser leiga em fotografia).

Beijinho

João Menéres disse...

ELLEN

Super-profissional ?
Eu não vivo da Fotografia!
VIVO COM A FOTOGRAFIA E COM AMIGOS, COMO TU ÉS.

Gratíssimo.

Um beijo.

expressodalinha disse...

Grandes imagens, grandes cores. Muito impressionista.

João Menéres disse...

Não posso discordar em nada (nem em nenhures...) do que comenta.
Só tenho a agradecer com um abraço.

Chica disse...

Sempre fantásticas tuas fotos.Lindos quadros.abraços,chica

João Menéres disse...

CHICA
E tu sempre fantásticamente com o presente das tuas doces palavras.

Um beijo.

José Jaime disse...

Linda fotografia, ou melhor "pintura", um verdadeiro Van Gogh. Adorei.

Menina do mar disse...

Revejo-me nesta imagem sem lentes ou sem óculos... sinto-me miúpe (como sou na verdade) ao olha-la, não penses que é uma crítica pois a beleza é-lhe inata :) Bom fim de semana.

missixty disse...

Está lindíssima esta " impressaão" que deixaste das vindimas no rio Douro...como é que fizeste isto? Com a própria velocidade da máquina ou usando algum filtro?
EStá mesmo muito linda, dava um quadro maravilhoso!
Tem lá cuidado é com os "gases" que o vinho liberta, pelos vistos podem ser fatais.
beijinhos

missixty disse...

João,(em reposta ao comentário que deixaste no meu blog) nesta altura carregar com coisas pesadas, está fora de questão, estou proibida em quanto o meu músculo da perna, não estiver completamente bom e forte.
Não me importaria de te acompanhar se fosse para me ensianares algumas coisas, como por exemplo, como fizeste aquela foto das vindimas. Está lindíssima!
beijinhos e brinca à vontade

João Menéres disse...

JOSÉ JAIME

Muitas das minhas imagens têm feito muitas pessoas dizerem: A la...

E vários nomes de grandes Mestres, de TURNER a MAGRITTE, de MONET a MANET, de VERMEER a MIRÓ, de FRANK LLOYD WRIGHT a MONDRIAN.
Muitas das pessoas que nesse sentido se têm pronunciado, são Pintores, Escultores, Arquitectos ou pessoas com grande bagagem cultural.
VAN GOGH?
-Sinceramente, acho não ter sido evocado...
Vou registar com o maior agrado e todo o respeito.

Belo presente aquele com que o JOSÉ JAIME me mimoseia!

Grande abraço com todo o meu afecto.

João Menéres disse...

MENINA do MAR

Eu também, em certas situações, semi-cerro os olhos.
E que vejo eu?
-Exactamente o que tu afirmas ver nesta "É TEMPO DE VINDIMAR".
Portanto, é só clicar e já está!
Não tem qualquer espécie de trabalho de photo-shop.
Alto!
-Estou a mentir.
O slide (como todos os slides), tinha umas poeiras. Foram "aspiradas" no photoshop.

Um beijo.

João Menéres disse...

MISSIXTY

Todas as minhas objectivas têm um filtro: o Skylight para protecção da dita.
Isso tu sabes.
Como nas digitais se pode corrigir um tanto a temperatura de côr, também nas analógicas existem filtros para o mesmo fim.
Esta só tem o skylight.

Se te ofereces para carregar a tralha por mero interesse e não numa de desportiva, OBRIGADINHO, mas vou de automóvel...

Um beijo e as melhoras da tua perna.

João Menéres disse...

Agora vou sair para enviar um trabalho para um concurso.
Assim, recoloco o nº de comentários nos pares...

Até mais logo e obrigado por me aturarem...

entremares disse...

Sabes, amigo João?

Eu dia, quando tirar os óculos, espero poder ver o mundo com estas cores...

Um grande abraço.
Rolando

Céu Vieira disse...

Que foto lindíssima amigo João, com umas cores maravilhosas!
Obrigada pela sua passagem pelo meu blog e por tão simpático comentário! Muito agradecida mesmo!... Mas tenho uma coisa a dizer-lhe... faz-lhe mal dormir tão poucas horas... menos de 4 horas?! Cuidado!!...
Um beijinho e bom fim de semana

Voar sem Hasas disse...

O Douro na Vindima é uma paleta de cores,,,, cores quentes, suaves e doces.

A belissima foto de uma aguarela da vindima, mistura o rio, o homem, as margens e as vinhas do Douro...

Para fazer fotografia, mais que a técnica, importa o amor de quem vê.

missixty disse...

João , ora, ora,acusas-me de "interesseira", mas onde está o teu cavalheirismo...deixar uma lady carregar com a tralha! Daí que o meu "interesse" tem amnistia,já que o primeiro a infringir as normas éticas, foste tu. Touché! eheheh
Não te ponhas com desculpas, pois sei muito bem que não gostas é de revelar os teus segredos profissionais! Hummmpfff!!!
Mas eu vou descobrir como se faz...sou teimosa e acabo sempre por conseguir o que quero!
beijinhos mestre irredutível

Sandra disse...

Como diz o Edu!
Linda imagem, linda pintura.
A chuva fria e fina nos dá vontade de ficar embaixo do cobertor, comendo pipocas e vendo um bom filme. Mas o dever nos chama, e lá vamos nós a luta.
Mas a sua postagem ficou muito blea, mesmo.
Claro que nem diz a menina do Mar um pouco embassada. Mas também com chuva fina , queria ok??

Já escrevi para vc. amigo, enviando o meu email.
Desejo um lindo sábado de sol.
Com muito carinho
Sandra

João Menéres disse...

ENTREMARES

Como com tão poucas palavras se pode dizer tanto...
Quem possui o dom de ESCREVER sabe o segredo e também não é "coisa" que se ensine.
Ou nasce com a gente ou não vale a pena matraquear.

Espero que perceba que me é humanamente impossível eu a atender a todos da forma que me está no corpo metida.
E sabe, também, quanto eu muito aprecio tudo quanto escreve, embora poucas (raras) vezes o consiga fazer.
O maior perdedor sou eu e disso tenho plena consciência, o que me penaliza ainda mais.

Um bom abraço, Amigo.

João Menéres disse...

CÉU VIEIRA

Já vou em duas noites com 3 1/2 horas de sono.Bem não faz, eusei e já estou a sentir.
É um trabalho que estou a finalizar.
Ando à procura de uma imagem que fiz na semana passada e não a encontro em lado nenhum.
Tenho a mania de me não organizar (abrir pastas) e depois não sei se está num cartão de memória, num CD ou no computador.
Já vi, revi , trevi tudo isso. Mais de OITO horas deitadas absolutamente para o lixo, sem proveito algum.
Nos intervalos. abro mails, trato de outros assuntos (duas exposições em projecto, por exemplo, ou dar uns minutos de atenção à Família, ver uma moradia em fase de conclusão, fazer comentários -estou atrasadíssimo com tantos amigos...e ainda assuntos do dia a dia que me quebram o ritmo e me fazem ir ao fundo negro do poço ...E AINDA...)

João Menéres disse...

VOAR SEM HASAS

As tuas palavras: uma melodia que nunca nos cansa, pelo contrário, nos embala para um sonho que sabemos não ir acontecer.


Um beijo,como sempre, agradecido.

João Menéres disse...

MISSIXTY

Apanhas-me num dia difícil...
Teimas em apelidar-me de PROFISSIONAL.
Actualmente sou colectado como Artista Plástico.
Durante um período, tive uma Sociedade com a porta fechada, em que os outros "sócios" eram os meus filhos.Sem tabuleta e tudo o mais que é usual em condições normais.
Detesto que me chamem de profissional. Nunca o fui. Muito menos agora.
Chamas aquilo de "segredo profissional" ?
Se calhar estás a gosar comigo...
Mas que segredo a imagem da vindima pode conter que um principiante ignore?
Não te compreendo.

Um beijo.

João Menéres disse...

SANDRA (do sorriso franco)

A imagem não está embassada, como alguém terá dito (não ouvi).
Mas tu és inocente nesta matéria, como declaraste, e como tal, aceito o que julgo querer dizer:IMPRESSIONISTA, será?

Um beijo do

João

Conceição Duarte disse...

João meu amigo!!
Tento voltar devagarinho....
Muita coisa me esperava por aqui, incluindo o Orlando de braço quebrado novamente. Tadinho que barra, viu!?
ENfim, tudo dará certo...

Senti falta de tudo e todos.
Encontrei aqui uma imagem divina, linda! Quadro a óleo e premiado!

Adorei sua foto... observando o mundo de bom humor!!

Um super beijo e bom final de semana, CON

missixty disse...

João o segredo está em conseguires a perfeição, a velocidade certa e a exposição certa. Geralmente só tentei fazer pannings em provas desportivas, ou em objectos em alta velocidade,nunca me ocorreu aplica-lo a uma simples paisagem, como um vinicultor deslocando-se devagar( o caso da tua imagem). Andei a ler umas coisas que falam na combinação de panning com o "efeito tremido". Não me parece que seja assim tão fácil como fazes crer e além disso é quase uma sorte sair uma perfeita, tem de se tirar várias fotos porque não sabemos bem o que vai sair. Resumindo vou ter de praticar com várias velocidades baixas, varrendo com máquina ao mesmo tempo e veremos o que consigo.
Não te consideras profissional....ok ..então não sei que te chame...tomaram muitos profissionais saberem metade do que tu sabes.....e tu sabes que falo verdade!
beijinhos

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Eu sabia, (pelo menos queria saber!), que tu voltarias aqui para me alegrares o dia!...
Que bom isso ter acontecido já hoje...

Só é pena ter o Orlando de braço partido de novo.

Amiga como és, palavras elogiosas trouxeste.

Acredita, CON, o Grifo não tem um minuto de sobra. Pelo contrário, precisava que cada dia tivesse, pelo menos, 48 horas...

Um beijo que tardava em sair daqui direito a ti.

João

João Menéres disse...

MISSIXTY

Eu sabia que tu não podias deixar de saber!
Claro, que na vida nada existe de fácil. Se isso acontecesse, qual seria a diferença entre o amarelo e o roxo?
Não é fácil, nada fácil. Uma coisa te digo para teu sossego: Acertar no Euro Milhões não depende de nós.Aí, só uma coisa temos que fazer. É jogar e esperar. Nada mais depende de nós.

Um beijo e bom fim de semana.

ruimnm disse...

Esta pintura é uma quase-fotografia.
Fantástico.

João Menéres disse...

RUIMNM

E o seu > HOJE SANGREI O MEU SONHO < .................
sugestão feita POESIA !

Empatados !!!

Bom Domigo, com um abraço.

Anónimo disse...

a subir contra a maré - filha do 331

Conceição Duarte disse...

João, querido, eu sei bem como é difícil respoder a todos que nos visitam. E sei que o Grifo é famoso e querido! Portanto para o amor não há distância e a amizade é uma forma de amor! Sabemos que temos uma ligação de admiração e carinho. Fique sempre tranquilo, apenas saudades!
Minha admiração por suas fotos é uma verdade, e portanto, nada mudará isso em nós!
Um beijo e pretendo voltar mais vezes, sempre!
O Orlando está melhor, mas sofrido porque a coisa é lenta mesmo.
vamos com paciência e carinho...
Um super beijo, boa semana, CON

marialynce disse...

Esta imagem lindíssima dá-nos a impressão das cores, do ambiente, das vindimas do Douro.
Abraços

João Menéres disse...

FILHA DO 331

Assim é que dá luta...

Beijo.

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Obrigado pela compreensão e pelo carinho.
Melhoras para o teu Orlando.

João Menéres disse...

MARIALYNCE

Um beijo para ti pelo comentário tão generoso.

Muito obrigado.

Anónimo disse...

Pingo a pingo ... o suor que o encharcava naquela já longa correria de dia inteiro ... entre verdes, castanhos, púrpuras , tal arco-irís de folhagem que o rodeava... aguarelizou adocicando toda a dureza do seu trabalho ...
T

João Menéres disse...

Excelente!
Magnânimo!
Poético!

Agradecido por este comentário que me traz a qualidade, a generosidade e a musicalidade que me habituei a ler no blogue da L !
Para além de muito contente com a sua presença activa, constitui um prazer ter aqui o "retrato" desta imagem.

Muito obrigado, amigo T !

Um abraço.