.

sábado, 10 de outubro de 2009

ALGARVE

Photobucket
@ João Menéres



O tempo
o longo, belo, seco, forte tempo,
o tempo sem memória,
nossos olhos voando.

A luz,
a luz inevitável, consagrada, branca,
a presença estendida,
altos ares respirados.

Lágrimas,
iguais à chuva, ao mar, à grande sombra,
rios de alegria sem sentido,
certos pássaros.

(Pedro Tamen, 1934- , in Poesia / 1956-1978)

54 comentários:

Quase Blog da Li disse...

João
quando você entra
eu estou a sair...
Desencontro?
Não!
Eu me encontro aqui para
repousar meu olhar
alimentar,
e então
sonhar
e descansar na paz.
Obrigada amigo
bom dia
ou
boa noite
Beijo
li

Luísa disse...

Ternura!Paz!
Esta foto transmite ternura e paz !
Obrigada por andar a espalhar estes dois ingredientes essencias à vida humana!
Beijinho terno!

missixty disse...

Está lindíssimos os tons desta foto no crepúsculo...não dizes é que zona do Algarve é!
Já lá tenho as gaivotas, as pessoas estão a gostar!
beijinhos

Georgia disse...

Joao, linda imagem como sempre.

Lindo o poema.

Vim que avisar que a vitima nao está mais calada, rs, deixou recado no post da caricatura de quinta-feira.

http://vtmadaquinta.blogspot.com/2009/10/84-vitima-da-quinta.html

E por vc gostar tanto de poesias, tem uma blogagem proposta pela Lunna, do blog que foi indicado pelo Edu.

Mais detalhes, neste link aqui:

http://teoriasimpossiveis.wordpress.com/2009/10/09/abre-aspas-terceira-edio/

Eu já estou participando. Espero ver vc nessa.

Abracos

Eduardo P.L disse...

João,

imagens que casam com os poemas, e não se sabe qual deles foi feito para o outro!
Vou lá ver a dica da Georgia!

erupção_do_ser disse...

BEM HAJA, ajustar e "parfait" a imagem e a transmissão do poema... gostava de acompanhar esse desejo no momento em que procura na biblioteca um poema, uma frase, um autor que caminhe junto consigo e "clic"... (...)et voilá...
beijinhoss, boa viagem e bom fim de semana

ellen disse...

Mais uma vez, imagem e poema casando! E que silêncio se faz sentir nesses reflexos de luzes entrado por essas águas... gostei.

Beijinho

Conceição Duarte disse...

João, meu amigo!
Que imagem mais linda, silenciosa, calma e magnífica! Algarve é um dos lugares em Portugal que eu não tive a sorte de conhecer... Preciso fazer isso em breve, pois todos dizem que é imperdível!
E constato pela foto, que sim!!
O poema é doce...
"certos pássaros"
Muito lindo!
Um beijo grande, CON

Menina do mar disse...

Uma cidade adormecida á beira mar.
Gostei muito, mas isso já tu sabias!
Beijos e bom fim-de-semana!

myra disse...

sempre lindo, e tao sugestivo!
um grande beijo e um bom Domingo,

Alice Salles disse...

O tempo nos morde a orelha! Assim vemos o que passa la fora...
BEIJOS

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Joãozinho

Anda um cidadão na desportiva vadiando pela blogosfera e - pimba! - descobre através da Marta que deve ir ao Grifo-que-plana. Vim, vi e gostei. É bué da fixe! (Aprendi com os meus netos)

Fotos magníficas, layout maravilhoso e, até, um poema do meu Amigo Pedro Tamen, desde que ele colaborou no DN de qu então eu era o Chefe da Readacção...

Tudo junto - um verdadeiro tsunami. Parabens e multumesc frumos, como dizem os Romenos.

Espero que, quando o quiseres fazer, vás atè ao meu covil, tá?

Abs

Selena Sartorelo disse...

Olá João!

O curioso é que ás vezes a vida real torna-se uma verdadeira produção artistica presenteando-nos com imagens tão belas não é mesmo? Como se as luzes tivessem sido escolhidas a dedo para serem acesas intercalando seus reflexos com a navegação cuidadosamente disposta as margens da terra, enquanto o branco rebate o natural entre o céu e o mar.
Um olhar observador e paciente. Como se você tivesse conseguido fotografar o ar.

Pintou o fundo com o céu que deu num puro azul.
Parece ele, ser refletido pela luz que o branco traga onde não tem cor, onde o infinito se dá.
Com olhos dourados a vida é mesclada e aos seus pés uma paleta molhada reflete os tons que a cor têm. Ás vezes deparo-me com telas que fico horas a ver, mas para essas imagino o porque de um olhar ter. Mas a fotografia magnetiza uma outra energia que concebe a realidade com a poesia. Sentidos e sentimentos vividos.
Algarve fica ainda mais bonita vista pelo teus olhos.
Beijos meu amigo

Marina Sena. disse...

lindas cores.
adorei o laranja refletido no azul.

tossan® disse...

O tempo não tem sentido mesmo! Mas a foto tem e é uma fabulosa nocturna! Abraço

Sandra disse...

Vim retribuir a forcinha, meu Querido amigo.
Gostei de ver um lindo poema, nesta página.
Parabéns.
Ola, Bom Dia!

Quando eu voltar para Jaraguá.
Virei com calma no blog.
Dei uma fugidinha.
Com Carinho e bom feridão.
Muito obrigada pela visita

Sandra

João Menéres disse...

LI

Que mais eu poderia desejar?
Linda. Emotiva. Diria mesmo, Sentimental a tua apreciação.

Mas, sabes, eu também tenho e quero apresentar aqui várias vertentes. Compreendo que não sejam tão motivadoras!
Sei que entendes isso.

Um beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Não te importas de ler o que escrevi para a Li ?
É para ti também. Sem tirar nem pôr !!!

Um beijo.

João Menéres disse...

MISSIXTY

E é preciso, menina?
Então, quem não sabe que é FERRAGUDO, junto à foz do Rio Arade, postada frente à PRAIA DA ROCHA e que vejo de casa de manhã até de manhã?

Um beijo.

João Menéres disse...

GEORGIA

Quanto à VÍTIMA: Perfeitamente recuperado. O seu estado de saúde não inspira qualquer espécie de cuidados.
Obrigado também pela dica da LUNNA. Fui lá e não percebi.
Que queres?Sou assim, meio analfabeto...

Um beijo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Mas são casamentos para toda a vida!
Vale a pena namorar desde miúdo...

João Menéres disse...

ERUPÇÃO DO SER

Como disse acima ao EDUARDO: VALE A PENA NAMORAR DESDE MIÚDO.
De repente, há um piscar de olhos e: POIS, É PARA...
Depois, num folhear breve, está ali. Surge a dúvida: mas este ou aquele?
- Olha, vai por este, sempre foi o que querias !

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ELLEN

É verdade. Só havia um fresquinho a mais. E era Verão. Mas, foi um dia em que o vento entrou de manhã...

Um beijo.

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Gostei muito que tivesses apreciado o PEDRO TAMEN.
Conheci-o quando ele era Admnistrador da Gulbenkian. Um encanto de pessoa. Uma pessoa diferente. Compreendes bem o que estou a dizer?
Apresentei-lhe um projecto de parceria (isto foi há vinte e tantos anos...). Eu tinha (e tenho) umas imagens de um determinado tema e sugeri a medo que ele as poetizissasse. Até o olhar brilhou naquela cara bondosa. Logo disse que sim !
Como podes explicar que eu nunca mais tenha dado seguimento?
Não me perdoo.
Vou para o outro lado da vida com estes dois pesos: O da desilusão que o Pedro Tamen terá sentido e a oportunidade que perdi em fazer um LIVRO muito, muito bonito!

Não digo mais nada. Nada posso dizer mais.

Um beijo.

João Menéres disse...

MENINA DOS MEUS MARES

Não é bem uma cidade...
Adormecida, sim. Mas, à beira rio, perto do mar que é o nosso.

Um beijo.

João Menéres disse...

MYRA

Quanto não estimo as tuas visitas, as tuas palavras, meu Deus...

(Estou um pouco mais atrasado com aquela promessa...)

Um beijo.

João Menéres disse...

ALICE SALLES

O tempo nos morde a orelha ...

Que lindo isso é !

Beijocas.

João Menéres disse...

ANTUNES FERREIRA

Fico a dever à MARTA o gosto da sua visita?
É uma pessoa que muito admiro, por isso, ficar a dever-lhe um favor é bom sinal.
Espero que se tenha aguentado com essa desgraça do TSUNAMI tenha sobrevivido.
Se tal sucedeu - e tenho fortes razões para nisso acreditar -, sugiro que leia a resposta que dei à CONCEIÇÃO DUARTE e constate que animal eu sou. Nada tenho de grifo (só no nome do blog e acho que é um nome formidável, oferecido pelo EXPRESSO DA LINHA que - agora sou eu - recomendo não deixe de visitar.

Já espreitei lá no covil. Eram muitas as feras e fugi valentemente. Há alguma mais, como dizer, recomendável para o meu stylife?

Um abraço.

João Menéres disse...

SELENA

ESCREVES. DESCREVES. SONHAS.

Tenho que fazer, olha que tenho pressa..., uma parceria contigo.
Imagem)
Deixa lá pensar: e se metesse dois ........ ? Assim, como tu e eu ?
Aceitas? Fico à espera então...

> O céu reflectido pela luz que o branco traga onde não tem cor, onde o infinito se dá. <

Que pena nem todos saberem que tu assim escreves, que assim descreves, que assim sonhas !

Emocionado estou, SELENA.

Não escrevo com receio deste sonho acordar e não saber descrevê-lo para alguém o escrever...

Infinito beijo.

João Menéres disse...

MARINA SENA

Um beijo pelo teu laranja reflectido nas minhas águas.

Aparece sempre que possas.

João Menéres disse...

TOSSAN

Uma vez mais (quem me dera que fossem muitas mais) obrigado pela visita e pelas palavras.

Um abraço.

João Menéres disse...

SANDRA

Desejo que tudo vá indo bem contigo.

Um beijo.

Selena Sartorelo disse...

Olá João, Tua sugestão é irresistivel dabe disso, um convite que me deixa muito feliz e honrada, uma parceria há muito esperada. Mas creio estar em débito com você, ainda não consegui dar-lhe a poesia da imagem dos garranos, e que tanto me honrou o pedido.
Aceito é óbvio que sim, se perdoar-me pelo atraso do poema prometido?Então esclareça como pensa essa parceria ser.

Medidas somadas,letras escristas.
Espaços divididos,letras descritas.
Tempo calculado, o esgotamento que anula o absurdo e o impossível sonhado.

Que alegria a minha ter entre tão poucos, tantos tão bons.
Tua emoção é para mim o melhor elogio que poderia receber, obrigada João.

Lembra das palavras do mundo, elas o são e e sempre o serão, precisam ser lidas então. Não seriam essas as minhas João. Essas são de artistas que as dominam em técnica e conhecimento profundo...eu apenas as sinto.

Um beijo pleno,

Selena Sartorelo disse...

...eu apenas as sinto sem nenhuma pretensão.

João Menéres disse...

SELENA

Vou responder por mail.

Grande beijo.

expressodalinha disse...

Cheguei tarde, mas isto está animado... A foto? Excepcional.

caçador disse...

Linda foto, límpida a luz da foto e o céu que há na foto e o olhar que fez a foto.

Abraço

João Menéres disse...

EXPRESSO DA LINHA

Tarde?
-Não admira...
Parabéns pelos expressivos 99 % da votação em NENHURES !
Esteve difícil, mas depois foi retumbante a vitoria !!!

EXCEPCIONAL ?
- Então eu não sou o GUARDIÃO DA IMAGEM EXTREMA ?


Um abraço.

João Menéres disse...

CAÇADOR

Obrigado pelas palavras que usa no comentário e pela visita.
Estimo muito.


Um abraço.

João Menéres disse...

SELENA

Esta semana vou enviar-te outra imagem para tu enriqueceres literariamente.

Obrigado por tão excitadamente teres aceite fazer uma nova parceria comigo.

Mereces este beijo que te deixo.

Anónimo disse...

Das cores que as casas não tiveram ...surgem feixes espalhados na água... como que dizendo ... nem só de azuis e brancos ... vive o arco-íris dos sonhos ...
T

João Menéres disse...

T

Os seus comentários enriquecem, e de que maneira, este blogue.
Interpretam as imagens de uma forma poética e penetram por todas as aberturas ao dispôr, dissecando-as de uma forma superior.
Regozijo-me por nos comentários do grifoplanante se irem acumulando pérolas literárias generosamente ofertadas.
Não seria este o meu objectivo último ao atirar-me cegamente na blogosfera ?
Estou em crer que sim...

Um abraço.

Um abraço.

Luísa disse...

João e Selena,

quisera eu ler-vos prontamente, num soneto com fusão de ideias e sabedoria!
Os vossos valores são invejáveis e cantais a amizade duma forma invulgar!

Estou à espera!Estou à vossa espera para uma leitura do vosso versar!

Beijinho terno aos dois!

Helena Oneto disse...

Fotografia e cores magnificas !

Reconheci Ferragudo imediatamente. Foi la que nasceu um grande amigo meu que nos deixou ha poucos meses.

João Menéres disse...

Há horas que espero a SELENA...
Depois, volto, prometo.

Selena Sartorelo disse...

Olá Luísa...
Olá João...

Perdoem-me a demora, mas cheguei só agora e sinceramente não sei o que dizer nessa hora...Um soneto com o João, seria muito bom, mas não sei como fazer se quiser começar eu talvez possa aprender. E porque não ter ao invés de quatro seis mãos para este escrever, seria mais que um prazer, o que acha João?

Beijos aos dois.

João Menéres disse...

SELENA

A 6 mãos?
Original, sem dúvida...
As minhas só vão atrapalhar, sabem bem disso!
Só uso um dedo de cada mão...e, mesmo assim, sempre me engano...
É que estou tão habituado na câmera a usar só um, que isto se enraizou ( e de que maneira!).
Se as duas me conduzirem...

Um beijo a ambas.

Luísa disse...

Eu não me fiz de convidada!Juro!
Sou muito humilde para tais coisas...

Bora lá!

Quem lança o mote?

Aceito o desafio mas depois do vosso soneto, em par, espero um colectivo. Mas primeiro o VOSSO!

Beijinhos, PAR MARAVILHA!

Selena Sartorelo disse...

Olá João, Olá Luísa..ha!ha!ha..a única a poder correr dessa empreitada sou eu sem duvida alguma...não me faço de rogada sei bem apenas pois não sou capacitada, recusar nem pensar...não poderia esse prazer me privar, se o caso é de acertar ou errar tanto faz...o processo é o que faz exercitar e tanto a mim interessar...daí a começar ha!ha!ha! não consigo imaginar rsrsr...Uma frase,uma imagem, um trecho... qualquer coisa prá iniciar, sem reservas, nem minhas muito menos de vocês, a brincaderia pode ser muito boa de se viver..pômo-nos a fazer...
Um pedido de amiga, um desafio prá artistas que voam por ares distantese com um olhar de perto veem quantas possibilidades podemos ter. heim meninos?
Aguardo...

beijossssssssssssssssss

João Menéres disse...

LUÍSA E SELENA

Se me é permitido, sugiro que a LUíSA inicie com os 2 primeiros versos do soneto.Manda por mail para mim. Eu tento fazer o 3º e 4º. Mando por mail para a SELENA fazer POR INTEIRO a 2ª quadra. Manda para a LUÍSA que fará mais dois versos. Manda para mim, que tentarei fazer o último verso do 1ºterceto.
A SELENA faz o último terceto POR INTEIRO, fechando assim, com chave-de-ouro esta peça poética pela qual há luta renhida entre editores vários, já que vai para séculos nada sai de jeito no mundo inteiro.
Se as meninas preferirem trocar entre si as posições sugeridas, entendam-se por mail.

Beijos às duas!!!

Selena Sartorelo disse...

AH!João! És mesmo muito querido, nosso amigo, estou com os tais largos sorrisos que consegue de mim tirar...quem derá eu poder ter condições do texto mais sentido lhe oferecer...fez a ordem com perfeição...vou ter é claro que decorar a lição, mas vale bem pelo prazer de ter ao meu lados esses seres tão amados.
Esperemos a Luísa se pronunciar e quem sabe o soneto começar...rsrsr...querido amigo que bom!!!obrigada!! Os tais continuam aqui emitem até sons rsrsr.

beijos

Luísa disse...

Eu estou aqui a sorrir!
Tarefa simples a minha, não?Dois versos? quem me julga capaz?
Puseram a fasquia muito alta.Mas, como verdadeira mulher do Norte, aceito o desafio.
Ironias à parte, vou tentar começar a traçar os primeiros trechos.
Até breve, SENHOR, por mail.
SELENA, espero não desiludir...
Beijinho terno

Selena Sartorelo disse...

LUÍSA e JOÃO

Só podem estar os dois, com alguma combinação, ora pois rsrs! Se irás desiludir? Luísa! Não me faça ainda mais, sorrir!!! Já não me basta o João que é cheio de encanto e sedução , e á ele não quero, não consigo, não pretendo, dizer não. Você me dará o prazer de um pouco do teu olhar ter. Lembra num comentário em que ele te pedia um dia, apenas da tua inspiração, quase pedi também, então achas que perderia essa ocasião.
Mas e agora? Vejam só como fiquei prá estar a altura de vocês, intuir é o que precisarei, se não! Nada conseguirei...minhas palavras erradas não podem ser por vocês representadas, porém orgulho-me em saber que por vocês elas são tão bem percebidas, palavras sentidas, palavras lidas. Parei de escrever, cansei das rimas, agora vou falar de como isso é bom, entender certos conceitos e descobrir sentimentos escritos por imperfeitos. Sem equívocos nem confusões, diferentes gerações nas mesmas dimensões e incansavelmente com as constantes construções, o que me põem a pensar nas plantas de um engenheiro, nos cálculos de um matemático e nos olhares de um cientista ,nas palavras de um poeta. Na labuta do pedreiro. No olhar de um artista.
( ri mações).

beijos aos dois ternos e sinceros, como não poderia deixar de ser.

Luísa disse...

Fui trabalhar nas rimas...

Beijinhos a ambos!