.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

PORTO

Photobucket
© João Menéres

A LIVRARIA LELLO

Localizada na Rua das Carmelitas, no Porto, a Livraria Lello
é considerada uma das três mais bonitas do Mundo.
Atente-se na clarabóia, nos gessos e no final da escadaria.
A imagem mais conhecida é o lanço da escadaria do
rés-do-chão para o 1º andar.
Fica a sugestão de uma visita para quando
vierem ao Porto.

31 comentários:

Boieiro disse...

Buonos dies

Un sítio adonde la filigrana se fai cun madeira!

Abraços

João Menéres disse...

Muito curiosa a classificação, caro amigo.

Um abraço.

Chica disse...

Lindíssima livraria.Bela foto!abraços e uma linda semana,chica

Eduardo P.L disse...

Tive a honra e grande prazer em conhecer! Hoje mais como uma delicada, e surpreendente, memória do passado, do que uma livraria, mas que deve ser preservada como um museu dos livros. O trabalho em madeira e conceito da arquitetura de época é extraordinário.Aqueles trilhos e carrinhos são formidáveis e muito arrojados para a época!
Linda foto!

Wania disse...

Booom diiiiia, João!

Bom te ver por aqui de novo!
Liinda fotografia! Que lugar precioso! Cada detalhe é uma obra de arte!
Nesta livraria não só os livros são os protagonistas, mas o cenário tem igual importância!
Por certo, se ganha um pedacinho do passado quando se compra um livro ali!

Quero muito conhecê-la! Sabe, sempre que viajo, tem duas coisas de que não deixo de conhecer nos lugares por onde passo: um, é o mercado público e o outro, as livrarias!
Obrigada pela valiosa sugestão!
Boa semana pra ti!
Bjs.

Lina Faria disse...

Bom dia, João!
que bom tê-lo de volta.
Sabe que quando foram dividir a biblioteca do meu pai, fiz questão de ficar com o Lello Universal, uma enciclopédia já defasada, mas em uma edição primorosa em suas ilustrações. Faz juz às instalaçõeso do espaço Lello.bj. lina

erupção_do_ser disse...

Podemos sentir o odor dos livros percorrendo o imaginário dos seus autores, sentir a madeira a balançar e estalar ao som dos nossos passos... ao mesmo tempo um espaço intimo... persemos a noção o tempo, tornamo-nos intemporais... Um abraço querido com saúdades

Menina do mar disse...

Qualquer coisa de genial! Já muito ouvi falar nesta livraria, não hei-de morrer sem a visitar!
Magnífica imagem João!

João Menéres disse...

CHICA

Obrigado pela visita.

Um beijo.

João Menéres disse...

EDUARDO

É tudo issop que falou, sim, mas também
é uma livraria onde as novidades e os bons livros estão lá sempre à espera dos visitantes e/ou dos seus fieis clientes.

Grande abraço (eu tenho estado com problemas no computador. Tem sido um desespero desde que regressei e hoje vou só poder estar mais um tempinho.).

João Menéres disse...

WANIA

Palavras de pessoa de muita sensibilidade.
É um gosto ter visitantes como tu.

Um beijo.

João Menéres disse...

LINA FARIA

Eu também tenho o Lello Universal em dois volumes.
Encadernação a verde.
Infelizmente, não refere o ano.
Como fui eu que comprei, acho que terá 50 anos...

Agradeço a amabilidade das tuas palavras, minha amiga.

Um beijo.

João Menéres disse...

ERUPÇÃO DO SER

Que bom ler-te assim, enquanto se toma um café e se apreciam uns livros...

Um beijo.

João Menéres disse...

MENINA do MAR

Porque não vens até cá e fazemos uma visita?

Um beijo.

tonhOliveira disse...

Caro João

Saudades do amigo, que boa volta tenhas.

Quanto a linda livraria (foto),
aí vai um trocadilho:
No mundo não tem "paralello"!

Abraços!

: )

João Menéres disse...

tonhOliveira

Obrigado pelo trocadilho tão verdadeiro.

Um abraço, por tudo.

Luísa disse...

Quem não se sentiria enquadrado nas histórias lidas, num ambiente tão belo?
Quem não traçaria belos trechos de palavras inspirados em sabedoria livresca, mesmo que fosse empíricamente deslocado para a Livraria Lello...
O ambiente também conta...e muito!
Bela foto, João!
Votos de um regresso em valsa lenta!

João Menéres disse...

LUÍSA

Obrigado, mas vai ser em slow...

Um beijo.

Alice Salles disse...

Nossa João! Mas a livraria dos meus sonhos se parece com essa imagem que estou vendo aqui! Que incrível! Quero uma pra mim!

Céu Vieira disse...

Olá João, boa tarde!
Que arquitectura maravilhosa!
Parabéns pela bonita foto
Bjs

Laguardia disse...

Não sou jornalista nem escrito. Sequer escrevo bem. Sou aposentado. Meu imposto de renda é retido na fonte pelo INSS. Já nosso querido apedeuta tem sua receita de INSS como anistiado político acima do teto do INSS livre de IR.
Minha forma de lutar contra os desmandados implantados por este governo corrupto no Brasil é através de um blog http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/
Gostaria de contar com a presença e dos comentários das pessoas de bem que não se conformam com a desonestidade, a falta de ética e a corrupção em nosso governo.

myra disse...

uma verdadeira joia!!!!!!!!!!!!
outro abraço, myra

Sergio LdS disse...

Caro João, fiz uma visita a Lello após uma incursão pela Torre dos Clérigos. Estava sem folego - obviamente - pelos degraus que subi e pela vista maravilhosa do Porto. Quando adentrei aquele lugar, foi uma sensação única. Sem dúvida, a Lello é mais bonita livraria que conheço. A fotografia dispensa comentários.
Grande abraço.

João Menéres disse...

ALICE

Queres uma Livraria assim para ti?
Tens muito bom gosto, evidentemente.

Um beijo.

João Menéres disse...

CÉU VIEIRA

Pode crer que demorou muito tempo a conseguir esta imagem...
As coisas não são tão fáceis como à primeira vista podem dar a ideia, não é?
E a Céu tem a experiência das nocturnas!

Um beijo.

João Menéres disse...

LAGUARDIA

Muito obrigado por me catalogar no grupo das pessoas de bem e, como tal, me convidar a comentar a política do "nosso" Brasil.
Como português, e em Portugal residente, não me fica bem meter foice em seara que não é a minha.
Não me levará a mal, espero. Tanto em política, como no desporto ou em assuntos de Religião, procuro neste meu blogue não me pronunciar.
Mas espero que o Brasil (como Portugal) encontrem, tão rápido quanto possível, líderes e caminhos que abram um futuro bem mais promissor, pensando especialmente no tempo dos meus netos (o mais velho dos quais tem 10 anos).

Um abraço e obrigado pela honra do convite que me deixou muito sensibilizado.

João Menéres disse...

MYRA

Podes acreditar que esta imagem não transmite tudo o que a "LELLO" possui...

Beijo agradecido.

João Menéres disse...

SERGIO LdeS

Parece que te estou a ver a entrar na Lello, tal a tua descrição!

Ainda bem que não a deixaste de visitar!

Um abraço.

Conceição Duarte disse...

João, a livraria é a mesma do dicionário Lello?

Incrível.... Linda demais!

Um grande beijo, CON

Conceição Duarte disse...

João não estou com tempo de ler os comentários, mas você conhece ou sabe das outras duas, onde ficam?

Um grande beijo, CON

Selena Sartorelo disse...

Um lugar que guarda o tempo não é mesmo João..ali sinto-me como um monje em seu templo...ou um cientista com seus experimentos..outras vezes como uma criança diante do futuro e do conhecimento. Nas paredes em cada objeto, no ar está impregnada tantas histórias do lugar que nos revela a histórias de tantas vidas. É como se pudesse entre tantas portas poder escolher uma, um dia, um momento, seja do passado, do futuro ou do presente. Seja ele real ou não.
Sou fascinada por livrarias e bibliotecas..pena que vou tão pouco..mas sei que lá sinto-me absorvida e ir com pressa é um martírio rsrsr.
Linda João.simplesmente linda.

Esses tempos atrás a Maria Augusta fez um slide das bibliotecas do mundo que achei maravilhoso também, mas nessa foto agente tem a impressão que você nos pega pela mão para conhecê-la.
Os prédios classicos são os mais charmoso não é? Hoje temos outras, claras, modernas até ao ar livre, não importa onde nem como elas são..mas o prazer que sinto quando estou num livraria é sempre o mesmo.
Parabéns meu amigo e feliz regresso.

beijos,