.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

P O R T O

Photobucket
© João Menéres

N O C T U R N O

Noite,
noite velha
nos caminhos.
A lua no alto
fingindo-se cega.
Estrelas. Algumas
caíram ao rio.
As rãs
e as águas
estremecem de frio.

(Eugénio de Andrade in Primeiros Poemas / 1977)

30 comentários:

Luísa disse...

O rio baila o reflexo desta cascata!Estremece com o imponente Paço do Prior mas sorri com o buliço das moradias.
Linda Ribeira, animada Ribeira!Algures por ali está a casa dos pobres, algures por ali o auditório Almeida Garrette!
Algures por ali se chora, algures por ali se alimenta o intelecto!
Algures por ali se iniciam rupturas, algures por ali se acabam formaturas!
Do lado que te vejo também te invejo Porto belo e cidade única, algures na europa, no coração do mundo!

Bela foto!Presente do café da manhã...

Alice Salles disse...

Essa imagem é um SONHO João!
E essa poesia tratou de fechar o casamento perfeito!

tonhOliveira disse...

Poesia fotografada,
foto poéticamente linda!

Abraços João!

ellen disse...

Que linda imagem João! Muito bonito esse presépio lá no alto :)

beijinho

marie disse...

Linda imagem com um magnífico reflexo!
Beijinho

Dulcineia (Lília) disse...

JOÃO,

Está ficando cada dia melhor, rs Com uma sensibilidade e estética, comoventes. Como um bom marinado!
Comovi-me, sabe? Com a forma como cruzou a foto com o poema. Tão poucas palavras mas tão sensíveis e a condizer com a foto!
Não digo Parabéns. Não é o que sinto perante tanta beleza e sensibilidade. É mais um júbilo e comoção que sinto!
Beijinhos. Com amor,
Lília

Eduardo P.L disse...

Que saudade das noites e do rio do Porto!

Ví Leardi disse...

João...que beleza de foto...mais parece uma pintura..tenho amigos que acabaram de chegar do Porto deslumbrados com tudo...Como estamos indo para o casamento de uma prima na Suécia em junho do ano que vem, vamos também dar um pulo a Lisboa e Porto...não vejo a hora.!!
parabéns ..seus olhos são mágicos!

Selena Sartorelo disse...

A noite que embala o Porto banhada por luz e sabedoria.

beijos meu querido amigo João.

roserouge disse...

Que romântica, essa foto! Parece luz de Inverno! Apetece olhá-la com uma caneca de chocolate quente na mão.

João Menéres disse...

LUÍSA

Este teu texto maravilhoso é o espelho da imagem e foste imensamente feliz com a forma como a leste.

" O RIO BAILA O REFLEXO DESTA CASCATA"...que maneira sonhadora para dizer que as águas não estão totalmente paradas...que à simples brisa toda a cidade respira e pulsa.

Muito obrigado , LUÍSA, pela sensibilidade que me ofereceste.

Um beijo.

João Menéres disse...

ALICE SALLES

Neste fim de tarde, fiz "n" variantes...
Desloquei-me ao longo da margem (não muito, claro), tenho com um pequeno barco encarnado com um pescador...
Tenho para vários gostos, na verdade.

Um beijo.

João Menéres disse...

tonhOliveira

Agora, para além de desenhista, estás a especializar em Poesia?

Um abraço agradecido.

João Menéres disse...

ELLEN

Bem sabes como é o efeito desta cidade quando o rio está de remanso...

Um beijo.

João Menéres disse...

MARIE

Obrigado pela visita.
Mas estes reflexos assim são raros aqui e duram breves minutos ou poucos segundos até.

Um beijo.

João Menéres disse...

LÍLIA

Não vou estragar as palavras que tanto me tocaram.

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

EDUARDO

E as saudades que eu tenho das noites cálidas de há cinquenta anos da Baía de Luanda?
Nem me fale, nisso!...

João Menéres disse...

VI LEARDI

Quanto prazer ter-te aqui!
Então em Junho do próximo ano, talvez no Porto?
Há que falar, para ver se se pode combinar alguma coisa, sim?

Agradeço as palavras elogiosas. Assim, fico vaidoso...

Um beijo.

João Menéres disse...

SELENA SARTORELO

A tua frase merecia ser aproveitada por uma campanha publicitária !

Um beijo, Selena tão querida.

João Menéres disse...

ROSEROUGE

Há muito que não te ouvia palavras tão tranquilas e convidativas a uns bons momentos à beira rio!

Um beijo e obrigado.

Susana disse...

Olá João!

Não conheço muito bem o Porto , mas já tive a oportunidade de aprciar a beliíssima paisagem da cidade à noite. É lindíssima, especialmenteà beira-rio. Esta fotografia fez-me lembrar esse passeio noturno que fiz de carro , pela cidade.

Abraço, Susana

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Olá,saudades!!!

Linda imagem o reflexo é de arrepiar e o poemeto não lhe fica atrás!!

Beijo!Sonia Regina.

João Menéres disse...

SUSANA

Para percorrer toda a marginal , o automóvel é uma alternativa muito cómoda, qualquer que seja a hora e a época do ano.
A cada volteio uma nova perspectiva.

Obrigado pela visita e pelo comentário.

João Menéres disse...

SONIA REGINA

Quanto tempo...
Eu, infelizmente, não consigo visitar todos quantos desejo e a quem muita amizade tenho a retribuir.

Que bom teres gostado desta postagem!

Um beijo.

Quase Blog da Li disse...

Como o Eduardo, quanta saudade do Porto...
Foto magnífica!
beijos
li

João Menéres disse...

LI

E eu quantas saudades não tenho de tantos outros locais...
Ter saudades é bom.

Agradeço o elogio à imagem.

Um beijo.

Ana Martins disse...

Eugénio de Andrade um poeta que gosto de ler!

Beijinhos,
Ana Martins

João Menéres disse...

ANA MARTINS

Neste blog encontrarás alguma coisa mais de Eugénio de Andrade, mas não só...
Quando tiveres uma oportunidade, vai dar uma vista de olhos para trás.

Um beijo.

J. Araújo disse...

A imagem do rio mais o pequeno poema vale por uma página inteira.

Abraço

João Menéres disse...

J.ARAÚJO

Fico muito contente por ter apreciado o binómio!

Um abraço.