.

domingo, 14 de junho de 2009

TERTÚLIA VIRTUAL

Tamanho do tipo de letraPhotobucket

© João Menéres

QUE LUGAR ME FAZ SENTIR EM CASA ?


Quando pela manhã estou a fazer a barba gosto de me sentar na bancada dos lavatórios.
Assim, cómodamente instalado, ouço as breves notícias da RFM
(para mim, são as primeiras do dia).
Assim, vou olhando o céu azul ou as nuvens no céu mais ou menos azul.
Assim, olho para a piscina e logo vejo se precisa de um trabalho extra.
Como o jardim do vizinho tem uma cerejeira de folha caduca, se houve vento
durante a noite, é certo que as folhas lá se foram refrescar...
Deste lado, só tenho um cedro.
Já foi Árvore de Natal, quando os filhos eram mais jovens.
Passado o Dia de Reis, guardados os enfeites numa antiga arca de milho,
entretanto restaurada e feita esplêndida peça de mobiliário, houve que decidir:
planta-se, a ver se pega, ou vai para a lareira?


Duas outras ( porque os filhos são três ), foram para o jardim da frente.
Entretanto, um dos cedros teve que ser abatido, porque cresceu mais que o esperado e entrou em conflito com outras plantas.


As 9 horas da manhã estão por aí e os aviões passam baixinho
para pousar no aeroporto, ali a 15 km mais a NW.
Fico a adivinhar o exacto ponto onde a aeronave vai passar no
vidro que está por cima da minha cabeça (outro desafio que não dispenso e que, como muitos outros, não tem prémio).
Como a esta hora o tráfego aéreo é mais animado,
dá para em poucos minutos eu me entreter enquanto estou sentado num sítio improvável.
Posso jurar que este é um dos lugares preferidos
e o que me faz de verdade sentir em minha casa!

95 comentários:

Susana Garcia disse...

Interessante esse post, e essa imagem está espectacular,que vista.

Quase Blog da Li disse...

Lindo João;
o texto, a imagem.
Simples, tocante, carinhoso.
Beijos
Li
(agora em Portugal)

João Menéres disse...

Obrigado, SUSANA!
Queres ver o que é uma escrita, que nem o Eça?
Vai ver o do JP, no Expresso da Linha.

Beijos.

ellen disse...

linda vista :)
e cuidado com os aviões João eheheh
Gostei do seu post.

Beijinho

João Menéres disse...

ELIANE

Agradeço o teu comentário recheado (como o perú do Natal).

Beijos.

João Menéres disse...

ELLEN

Quando eles passam, eu baixo-me.
Tenho muito cuidado, sim.
O perigo está nos hidro-aviões... Não tenho maneira de os impedir.

Um beijo.

roserouge disse...

A nossa casa, é sempre a nossa casa! Eu também adoro estar em casa. Mas também gosto de rua, também me sinto em casa...lindo texto, afilhado João, gostei muito! Que paz...

João Menéres disse...

Acabei de vir da tua Paz, madrinha querida.

Eu com a tua juventude também arejave de +...

Beijos (sinto-me muito honrado com a visita comentada !).

Eduardo P.L disse...

João,

duvido que não tenha lugares pelo mundo, que tanto viajou, que não te sintas tão bem quanto em sua casa, que pela imagem justifica seu apreço!

Obrigado mais uma vez por ser um dos primeiros a participar!

expressodalinha disse...

Os WC são um lugar privilegiado. Há que assumi-lo com frontalidade. Também adoro estar em minha casa. É mesmo o meu mundo.

João Menéres disse...

EDUARDO

É que em casa tenho os livros, a música, as paredes e a família.
A diferença para lá fora está aí, não é?

Tenho prazer em participar em tudo quanto possa, Eduardo.
Eu é que agradeço as motivações que me proporcionam, os desafios que me põem à frente...

Um abraço.

João Menéres disse...

EXPRESSO DA LINHA

Aquele sítio é um santuário, não é?
Para reflexões e inflexões.
E expulsões.Principalmente.

Um abraço.

Chica disse...

Parabéns...Que cantinho legal esse!abraços,chica e tudo de bom por aí SEMPRE!

Nade disse...

Que bela imagem!!!
E que história!!!
Agora, fiquei imaginando os aviões, a Árvore de Natal, o Cedro abatido... Deves sentir saudades de tempos passados, não?
Delicioso ler o que escreveste!
Bj grande!

Conceição Duarte disse...

Que delícia meu amigo João!

Delícia de manhãs... Delícia do tempo que passou, das lembrancás e de vista!
Um beijo!
CON

Alice Salles disse...

Que delícia se sentir em casa assim logo pela manhã! Melhor coisa, acordar e se sentir NO LUGAR CERTO! É isso que é se sentir em casa.... LINDO!
Beijos

Maria Augusta disse...

Um cantinho especial com uma vista maravilhosa onde você é transportada por belas lembranças...entendo porque você se sente "em casa" nele!
Um grande abraço.

Fatima Cristina disse...

João,

Sua casa além de ser bonita e confortável, deve ser realmente muito acolhedora. Belo gramado. Piscina convidativa. Post muito sincero. Parabéns!

Abraços

Ruvasa disse...

Viva, João!

Disso se diz ser uma excelente forma de começar o dia. Com calma, horizonte a abrir e mesmo à vontade.

Na verdade, o lgar onde nos sentimos melhor, mais identificados, jamais é algo de muito elaborado, etéreo. Quem o afirmar, não direi que mente, mas equivoca-se. O meu amigo nºao é desses.

Abraço

Ruben

Luis Bento disse...

É mesmo..isso é que é "sentir em casa"... Bela imagem...logo pela manhã...

marie disse...

Perfeita descrição faz do seu lugar de eleição!
Belíssima vista tem o beu WC...
Beijinho

Nely disse...

Um local perfeito e "privado" mesmo.
Cada um tem um cantinho especial onde encontra seu EU, minha casa e EU somos uma só.
Só nela me encontro...ela sem mim fica vazia!
Beijo.

Lina Faria disse...

João,
Belo releto de uma casa a acolher a história de vida de uma familia.
Parabéns!

Sandra disse...

Como é bom estar em casa né??
Principalmente olhando da janela, observando tudo ao nosso redor.
Valeu amigo. Ficou muito shou.
Agora vou, visitar os outros amigos.
Sandra

peri s.c. disse...

Prezado João
Também tenho os aviões como companheiros, só que meu aeroporto está mais próximo, 10km. Nesse momento ouço um ( e mais outro ), talvez chegando aí da Europa, chegam maciçamente do exterior nesse horário.
abraço

Georgia disse...

Joao, um jardim muito bem cuidado...

Paula disse...

Com essa imagem linda é mesmo para começar bem o dia...olhando a paisagem, ouvindo rádio, as notícias, a música...
Recordar os filhos pequenos...
A nossa casa é única mesmo!!
Adorei o texto, adorei a imagem!
Parabéns e Abraços

Luísa disse...

Estar em casa é sentir, estar e viver de bem com o que nos rodeia!O nosso olhar sobre essas coisas é exclusivamente nosso!Tem um brilho próprio! E nesses voos de carinho pela vivência do que é nosso e sentimos como tal, damos-lhe um sentido especial...A vista de tua janela é fabulosa...mas não a trocaria pela minha!
Beijinho terno, estimado Senhor!

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Já te bati à porta. Deixei recado espetado na porta.
Quando regressares, logo vês.

Um beijo.

Daniel und die Delphine disse...

A casa da gente é o melhor lugar.

Selena Sartorelo disse...

Olá João,

Quando não precisamos ir longe demais prá descobrir esse lugar.
Pensar e querer o que podemos ver,
e sentir onde podemos estar, sem muito inventar nem imaginar.
Procurar uma casa
Querer um lugar
E saber sentir onde é o seu verdadeiro lar.

Beijos meu querido amigo,

João Menéres disse...

PERI

Em linha recta serão também ±10 Km...

Já passei pelo seu sítio...

Um abraço.

João Menéres disse...

PAULA

Eu já fui visitar-te e deixar o meu comentário lá no ...viajar pela leitura...mas ainda não aparece.

Um beijo e aparece aqui no grifo sempre que queiras.

João Menéres disse...

LUÍSA

Pena não participares nestas Tertúlias Virtuais promovidas pelo EDUARDO P. L. e pelo JORGE PINHEIRO, todos os dias 15. É muito interessante e animado o convívio.
Aqui não há votações e a participação é numerosa sempre. Um grande sucesso como poderás constatar.

Se tiveres vista para a serra...

Obrigado pela visita e pelas palavras.

Um beijo.

Ana Paula Sampaio disse...

Prazer em conhecê-lo, João! Seu texto me transportou para sua realidade por alguns minutos, há nele uma forma perfeita de criar ambiência... Ah, e adoro a maneira como vocês portugueses escrevem, torna nossa língua tão mais bonita! Abraços!

Serena Flor disse...

Não tem melhor lugar no mundo que nossa casa, também gosto muito do meu cantinho...só não gosto do lugar...rsrs
Um grande beijo e ótima participação a tua meu amigo!

João Menéres disse...

DANIEL E O SEU DELFIM (ou GOLFINHO)

Obrigado pela visita (A PRIMEIRA QUE ME FAZES !!!)
A nossa casa tem que ser feita por nós e pelas nossas vivências.
Pode ser uma casa grande sem sítio algum. E pode ser uma casa mais pequena onde cada um tem o seu sítio.

Um abraço.

João Menéres disse...

SELENA

Vejo-te mais feliz e mais bonita hoje !

Tuas palavras rimadas
foram bem encontradas
Para este dia feitas
nestas tertúlias perfeitas.

Um beijo, querida amiga.

Raquel disse...

Lindo post! Bela imagem!!
Parabéns!!!

Xêro
Raquel

Renata Nogueira disse...

Gostei!
Da vista também!
Adoro ver os aviões passando (aqui da minha casa a impressão que tenho é que posso alcançá-los com as mãos)...
Um abraço

João Menéres disse...

ANA PAULA SAMPAIO

A tua visita trouxe-me logo duas alegrias:
Ser a primeira que me fazes e por vir com elogiosas palavras ao meu escrito quase envergonhado.
Essa "ambiência", como não é nunca rebuscada, sai simples: é dizer o "SENTIR" ou o que se "VÊ", não tanto com os olhos, mas com a alma.

Quando tiveres uns minutos, vem folhear algumas penas deste grifo...

Um beijo.

José Jaime disse...

Linda imagem e um belo texto familiar. Adorei passar por aqui.
Abraços

Conceição Duarte disse...

Ahahahahahah é vero amigo! Jä ví, e te agradeço... Adoro vc, sabes bem disso!

Um grande beijo...

Mas mesmo errando na resposta, ou na proposta, ainda insisto em casa... Difícil ter outro lugar que me faça tão bem... Gosto de muitos, mas em casa mesmo , só me sinto ... Em casa! kkkkkkkkkkkkkk
bjks
CON

João Menéres disse...

RAQUEL

Agradeço-te a visita e as palavras.

Aparece mais vezes.

Um beijo.

Selena Sartorelo disse...

João...São teus olhos meu querido e gentil amigo, está a usar pares de novas lentes e não percebestes rsrsr.
Rimar por rimar não tem graça se a rima nada significar rsrsr!!!

beijos rimados e bem humorados.

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

É sempre tão bom ter a tua companhia...
Contigo, é só alegria!

Beijos.

João Menéres disse...

SELENA SARTORELO

Meus olhos não enganam, podes estar certa.

Obrigado pelos beijos repetidos que me foram concedidos.

Menina do mar disse...

:) Já me fartei de rir ó Mestre.. A RFM é a minha companhia todas as manhãs, sou fã do Zé Coimbra Hehehe Depois ao olhar a foto pensei: Mas o Mestre tem uma piscina destas e não convida a malta pra umas banhocas? Tá mal, ai tá, tá... Rsrsrsrs
:) Beijos Adorei!

João Menéres disse...

MENINA do MAR

E a Carla? Eu gosto muito da voz da Carla...
Tu não podes apanhar sol. Já te esqueceste?
E o barulho dos aviões não é bom companheiro para quem é poeta...
Como vês, estou sempre a pensar no que é ou não bom para ti.

Beijos.

tonhOliveira disse...

Nossa casa é nosso ninho.
Gostei deste cantinho João,
me senti na tua casa... Rê! Rê! Rê!

Aviões caem do céu,
cuidado, ponha um chapéu!

Um Xi-Coração!
Tonho

João Menéres disse...

tonhOliveira

Muito agradeço a visita, Amgo.
Por isso é que estou com a janela aberta: para poderem sair...
A pomba veio beber água, ou molhar as patinhas no degrau da escada?

Um xi.

Elma Carneiro disse...

João Menéres
Quando temos uma história vivida e edificada em determinado local como na sua casa, há um significado maior em nossos cantos e recantos.
O melhor de tudo é quando estamos em paz com nós mesmos, de bem com a vida, aí em qualquer lugar temos a capacidade de experimentar a sensação de estarmos num lugar melhor.
Desejo que continue sempre se sentir bem na sua varanda de onde fotografou essa linda e limpa paisagem verde, azul, branco e que transmite muita paz.
Beijos

João Menéres disse...

ELMA

Como disse, é mesmo sentado na bancada dos lavatórios que eu me sento a fazer a barba.
Foi assim que fiz esta fotografia.
Não pretendi outra coisa que não transmitir a realidade do dia a dia.
Quando vou fora, é deste "poleiro" que eu me lembro sempre.
Tenho vários sítios em casa que podiam estar aqui, naturalmente.
Mas este é na verdade muito especial !

Obrigado por teres vindo cá.

Um beijo.

Margarida Piloto Garcia disse...

Pois é, eu sou realmente intimista, mas esta simplicidade bucólica e este prazer demonstrado na revelação do lugar tornam tudo simples.No fundo, acho que revelam alguém em que o prazer pela vida foi alcançado.
Congratulo-me por tal.

Marta disse...

Olá João,

as aldeias reais fizeram pontes para "as" virtuais!

Gostei do texto. A sua casa fá-lo sentir em casa! Gostei do tom confessional. Também participei ;)

abraço

Silvares disse...

Home sweet home... um clássico de bem-estar.
:-)

Blog do Beagle disse...

Romântico. Fala com delicadeza a respeito dos fatos idos. Muito lindo. Elza

jugioli disse...

João, adorei conhecer esta intimidade silênciosa, em sua rotina... é assim que nos alimentamos de coisas boas.

@dis-cursos

entremares disse...

Meu caro João,

As rotinas fazem parte da "nossa casa", e uma casa sem rotinas...só se for para alugar.
E não é verdade que quando, por obrigação, temos que pernoitar noutras casas que não a nossa, inconscientemente as tentamos repetir ?

A mim já me aconteceu...

Um abraço.

João Menéres disse...

MARGARIDA PILOTO GARCIA

Tinha prometido à tua filha ver hoje com calma o teu blog.
Mas com o tráfego que hoje aconteceu com a Tertúlia foi-me impossível atender a tudo e a todos.

Mas não esqueço, prometo.

Beijos.

João Menéres disse...

MARTA

Obrigado por teres vindo até aqui.
Gosto muito de receber quem muito aprecio (mesmo que há tãopouco tempo).


Um beijo.

João Menéres disse...

BLOG DO BEAGLE

Não nego. Fui e continuarei a ser um romântico e um sonhador.

Agradeço a visita e a análise.
Emociono-me sem dificuldade.

Um beijo.

Nuno Rodrigues disse...

Olá!É verdade que já há algum tempo que não publicava fotos no meu blog. É que devido às minhas limitações e a me encontrar de momento numa instituição, a disponibilidade de vir à internet não é muita.
Mas coloquei telas que pintei recentemente. Espero que goste.
Grato pela atenção.
Nuno Rodrigues

João Menéres disse...

ENTREMARES

Deixe que chame a atenção para o texto com que participa nesta Tertúlia,: RECOMENDO A SUA LEITURA !

Agradeço a sua visita e palavras.
Estou totalmente de acordo consigo: às vezes, até se pede o mesmo quarto.
Na Pousada da Caniçada (quando ia com alguma frequência) o quarto era o da fachada arredondada. Tem uma vista fabulosa sobre a albufeira, tanto para montante como para jusante.
E assistir ao pôr do sol na varanda do quarto?
E outros casos , não só este.
Outras rotinas: amesa em restaurantes...

Um abraço.

Ví Leardi disse...

Caro João..nada ,nada como a nossa casa para se sentir em CASA... bem compartilhada então... um privilégio...Espero este seja o teu caso...Aliás que linda casa!!! beijos

João Menéres disse...

NUNO RODRIGUES

Claro que apreciei .
Deixei no teu blog um pequeno comentário e uma palavra de incentivo.

Um abraço.

João Menéres disse...

VI LEARDI

Obrigado pela visita.
AQuanto à casa, está maravilhosamente bem partilhada. A Paulinha ( mulher do Eduardo) ficou a conhecer a minha em Dezembro. A visita foi relâmpago, pois não dispunhamos de mais tempo.

Um beijo para ti.

Tinta Azul disse...

Porque o único lugar onde nos sentimos mesmo mesmo em casa...é a nossa casa.

Como dizia alguém [que não lembro agora quem]: se é para me sentir em casa noutros lugares não saio dela...quero é sentir outras coisas diferentes, próprias de lugares diferentes da nossa casa...

A tua descrição é muito bonita. Simples. Por isso tão bonita.

Beijo

missixty disse...

Não tive tempo para ler bem tudo, mas essa de te sentares nas bancadas dos lavatórios...foi assim que parti o meu e nem me sentei, só me apoiei...:)))
Depois volto cá, para ver o que tens andado a fazer! Já publiquei mais fotos, diz-me se gostas das bailarinas!
beijinhos

João Menéres disse...

TINTA AZUL

A conversa é simples?
-É própria para o local...
(Eu entendi!)

Obrigado pela visita.
Sabes, estou muito cansado agora, já nem atino com as teclas...

Um beijo.

João Menéres disse...

MISSIXTY

A pedra de mármore é suficientemente grossa e está muito bem apoiada.
Há mais de 22 anos que me sento ali...


Um beijo.

luzdeluma disse...

Também quero um banco para me entreter com o azul do céu enquanto acordo para o dia! Deve de ser muito prazeroso! Beijus menino!

Nanda Botelho disse...

Adorei essa janela!

Principalmente aquelas árvores e o muro de arbusto!

Interessante vc gostar do tráfego aéreo!

Obrigada pela visita!

Bjs!

Juliêta Barbosa disse...

João,

Como tive um problema com a internet, foram poucos os textos que li. Mas, fico feliz em constatar, até agora, que os tertulianos passam ao largo das frivolidades da vida e se atêm à beleza e a simplicidade, do cotidiano e suas certezas: um olhar da janela, enquanto se faz à barba e uma paisagem que se descortina, mostrando-nos uma natureza pródiga a nos oferecer todos os dias, um novo amanhecer e o seu convite: "carpe diem." Felizes os que sabem aproveitar esse momento, a vida é tão breve quando não se estar atento...Como lhe tenho respeito e admiração, rogo a Deus que a sua janela permaneça aberta por um longo tempo.Bjs

Gisele Amaral disse...

Muito gostoso teu texto e a imagem que o acompanha, dá uma idéia do que há de lindo por aí.

Um cheiro.
=*

João Menéres disse...

LUZDELUMA

A mim, além de cómodo, proporciona uma vista ampla que muito me agrada.
Agradeço a visita.

Um beijo.

João Menéres disse...

NANDA BOTELHO

Podes acreditar. Abstraio-me daquelas duas traseiras mais chegadas e estou rodeado de verde.
Os aviões ainda se refletem na água...

Como fiz muita fotografia aérea, (é uma paixão), é natural que tenha ficado o meu gosto pelos aviões.
Sou incapaz de não olhar para um mal me apercebo da sua passagem.

Um beijo.

João Menéres disse...

JULIETA BARBOSA

Muito sensibilizado pelas tuas palavras.
Esperemos que esta e outras janelas se não fechem assim tão depressa...

Um beijo agradecido.

João Menéres disse...

GISELE AMARAL

Muito te agradeço a visita e as palavras.
Tudo de bom para ti.

Um beijo.

tonhOliveira disse...

Caro João

Sugiro a algum "escrevente" entre seus seguidores,
que faça uma leitura nas respostas dadas por você,
e extraia daí uma Biografia poética do
Sr. João Meneres.
Notei algumas reveleções lindas,
pequenos detalhes...
por exemplo, este sobre o
tempo da pedra de mármore no banheiro, revela
+ ou - a idade da casa (ninho do Sr. João).

Sr João, aqui no sul do Brasil existe um pássaro
que se chama "joão-de-barro" (não sei se com hífem ainda) que é engenheiro como o Sr.
Ele, o pássaro, constroi sua casa com barro e palha, gravetos que vai encontrando pelo caminho.
Constrói nas árvores, nos postes de energia elétrica
e nas cidades nos peitoris das janelas dos apartamentos.

Que tal a sugestão Sr. João Menéres?

Abraços apertados! (xi!)

tonhOliveira

Wania disse...

Oi, João...
Lindo teu texto! Voei dentro dele junto contigo!
Grandes prazeres nos proporcionam estas nossas “pequenas” coisas diárias. Que sempre possamos ter muita sensibilidade para percebê-las e repetí-las!
Nossa casa, realmente, guarda tesouros !
Gostei daqui, voltarei mais vezes!
Bj.

João Menéres disse...

Muito estimado Antonio

Obviamente não me compete pronunciar sobre a sugestão que teve a extrema gentileza de sugerir.
Mas também é certo que não há matéria que justifique o mínimo trabalho, seria uma tarefa inglória.

Quanto ao assunto da casa de banho e do tampo em pedra mármore, digo o seguinte:
Todas as paredes, o chão, as bordas da banheira e o "degrau" que existe junto do painel onde está a janela, é tudo em mármore branco (estatuária).
A moradia foi inaugurada em 1988 e obedece a um conceito da moderna arquitectura.
Foi feita para um casal e três filhos. Agora permanentes vive o casal. Entretanto tomei conta de mais duas divisões para as minhas coisas.
O que me relata do "joão.de-barro" é muito engraçado. Vou ver se descubro alguma imagem do meu colega.

Grande abraço e muito grato pelo seu muito carinho.

João

João Menéres disse...

WANIA

Grande satisfação saber que outra pessoa apreciou a minha participação na Tertúlia.
Já agora, uma coisa que não me lembrei de dizer ao Antonio: O desenho da piscina (em forma de orelha)
fui eu que o fiz, aproveitando a área disponível que a moradia (de forma irregular) deixou. E à volta dela sobra muito espaço em todoo seu perímetro.
Então, espero que quando tiveres oportunidade voltes até aqui. Sugiro uma visita para trás.

Um beijo.

Eduardo Santos disse...

Caro amigo. São estes momentos em que nos sentimos bem que permitem o prazer de estar na nossa casa. Já sinto um pouco isso também, não sei se será da idade ou da nostalgia, mas confesso que o remanso do meu "habitat" pesa muito. Foi um prazer visitar o seu cantinho, até breve.

João Menéres disse...

EDUARDO SANTOS

Estou de pleno acordo consigo. Embora, com a sua idade, eu "pedalasse" muito!
Últimamente, tem-me dado para o sossego...Mas o grande responsável é o blogue e as relações que se estabelecem e fortalecem com amigas e amigos da blogosfera. Nunca imaginei que os laços tivessem esta força inquebrantável.
Claro, de quando em vez, aparece um ovo choco.
O pior é o fedor que ele deixa...

Grande abraço.

Evandro Varella disse...

Caro João,
Quanto mais leio teu blog, mais percebo que a beleza e sabedoria estão na simplicidade.
Belo texto.
Abraços

adelaide amorim disse...

Essa Tertúlia tem o mérito de nos pôr em contato com blogs que ainda não conhecíamos e que vale a pena conhecer. Muito bonito seu texto, assim como as imagens de suas fotos. Parabéns!

João Menéres disse...

EVANDRO VARELLA

Agradeço palavras tão amáveis.
Apareça sempre que entender.

Um abraço.

Dulcineia (Lília) disse...

JOÃO,
Venho tarde mas a tempo de encontrar um post que, nem sei que lhe diga...
Uma viagem prazeirosa no tempo, na infância dos filhos. Um acordar incrível...
Um post, UMA FOTO espectacular visto de um WC... E esta, hem? É que vim do expressodalinha e ri tanto que nem comentário consegui escrever. Agora, chego a outro dos meus blogues favoritos e um post lindo emoldurado por uma casa de banho, rs

Beijinhos
Lília

João Menéres disse...

ADELAIDE AMORIM

Fico bem contente com as tuas palavras tão elogiosas, mas sobretudo tão justas para o VARAL DE IDEIAS, de
EDUARDO P.L.

Deste outro lado do Atlântico mando um beijo.

L.Reis disse...

e assim disseste....como só tu podias dizê-lo que uma casa não é um lugar...são os pequenos grandes nadas, que assentam nos alicerces da memória, da vida, dos sonhos, do prazer...de nós...
A tua casa...essa casa que tu és ,é linda!

João Menéres disse...

LÍLIA

Muito obrigado pelo comentário.
Eu quando li o do JORGE (um dos primeiros sempre a ler) também pensei: Olha, olha, estamos os dois no mesmo...
Claro, o texto dele é muito humorístico. Está-lhe na massa do sangue.
Eu, como estou sentado mais acima, tenho o olhar das palavras noutras razões...

Um beijo.

João Menéres disse...

L.REIS

Lindas são sempre as palavras de ti vindas.

Um beijo.

Compondo o olhar ... disse...

desculpe o atraso, mas estava impossibilitada por causua de uma cirurgia. mas agora estou bem e retornei!!!
parabéns, adorei sua participação em mais esta intrigante tertulia!!!

bjocas

João Menéres disse...

IVANY

Querida amiga

Muito obrigado pelas palavras dedicadas.

Espero tê-la aqui mais vezes.

Boa recuperação.

Um beijo.