.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

ARTESANATO

Photobucket
© João Menéres

OLARIA ARTESANAL EM CASTELO DE VIDE
(Alentejo)

27 comentários:

Luísa disse...

Olhem-me o sorriso!Copiem-me a destreza no rodoar! As mãos...as mãos terão que ensinar! Dedo a dedo respiram bom gosto e um amor extremo pela arte de trabalhar a argila. O crivo na boca do vaso, só sairá um círculo perfeito se nesse momento eu lhe falarde amor,muito baixinho!


Esta foto, João, fala pelo artesão laborioso! A arte, está aqui homenageada.Parabéns!
Beijinho terno!Votos de um excelente dia...

myra disse...

Parabens e tantas saudades de qdo eu tambem trabalhava com o barro!!!
um beijos, myra

João Menéres disse...

LUÍSA

Maravilhosa a tua descrição.
Percorreste com o teu sensível olhar a imagem de fora a fora.
Se a arte está aqui homenageada, digo que tu cantaste o meu trabalho!

Um beijo a acompanhar o rodar.

João Menéres disse...

MYRA

Quem não tem recordações, não tem passado...
E, tu, MYRA, tens uma vida cheia delas.

Um beijo e obrigado pela visita amiga.

Chica disse...

Que lindo! Gostaria tamto de fazer isso! Mexer com barro, dar formas a ele...Mas no mínimo que consigo são bolinhas ou panelinhas todas tortas ainda por cima,rsrsrsbeijos,chica

João Menéres disse...

CHICA

Se consegues panelinhas todas tortas já é um avanço.
E se tiveres arte para fazer das coisas tortas peças interessantes, melhor.
Continuas a praticar? Não tiveste quem te desse umas aulas?

Gostei muito de te rever.

Um beijo.

expressodalinha disse...

Já não há muito disto.

Alice Salles disse...

Que delicia. Quando era pequena adorava fazer tudo de argila. Fiz até uma esculuta de uma mulher dançando com um vestidão uma vez... Mas parei!
BEIJOS!

Lina Faria disse...

João,
aqui chamam de cerâmica. Olaria fica para as grandes, que fabricam telhas e tijolos industrialmente.
É muito comum, como arte, encontrar-se ceramistas por aqui. De forma artesanal, há ainda muitos no norte e nordeste de noso país. Acho a atividade linda. assim como tua foto.
beijos,
lina

João Menéres disse...

EXPRESSO DA LINHA

Infelizmente sei de poucos oleiros a trabalhar...

Um abraço.

João Menéres disse...

ALICE

Então tu que tanto gostas de atquitectar coisas, foste parar com esse hobby?
Olha que há quem ganhe bom dinheiro...

Um beijo.

João Menéres disse...

LINA FARIA

Olaria aqui está mais directamente ligado ao artesanato.
Depois temos as fábricas de cerâmica...
Eu também acho esta imagem muito interessante, muito natural, não é?

Um beijo.

Dulcineia (Lília) disse...

Como se apanha a paixão e a alma numa fotografia?
Mas não é uma foto qualquer... é uma obra de João Menéres! Palavras para quê?

Abraço grande recheado de admiração,
Lília

Eduardo P.L disse...

Lindo ofício, linda imagem!

João Menéres disse...

LÍLIA

Grande elogio , que me deixa bem satisfeito.

Um beijo e o desejo de um bom fim de semana

João Menéres disse...

EDUARDO P.L.

Agradeço mais este seu muito querido comentário.

Um abraço.

Sergio LdS disse...

João, nesse momento estou lendo um trabalho recente e instigante de Richard Sennet: O Artífice. Ele reflete acerca do trabalho das mãos e seus reflexos na mente das pessoas. O trabalho do oleiro e do fotógrafo, nesse caso, complementam-se. Aqui na região de Florianópolis a arte ainda está presente - influências açorianas.
Fraterno abraço.

Selena Sartorelo disse...

A obra do artesão criada
na atenção.
Nos pensamentos que vão.
Longínquos.
A alma envolvidada pelos movimentos de suas mãos,
na argila gelada que escorre
pelos seus dedos,
na asperaza do grão
e delicadeza da forma
A arte do artesão
que é impregnada,que é delineada
que é desenhada, esculpida e formada.
A arte do artesão.
Moldar a criação.

beijos João.

Sandra disse...

Muito lindo o que a selena descreve, sobre a arte da argila.
Acredito que só com amor se realiza as coisas maravilhosas. Uma delas é a arte.
Bela imagem.
Hoje sãi poucas as pessaos que trabalham com esta arte. Mas quem ainda o faz, faz com amor.
Com carinho João. Passe em meu blog.
Deixe sua visita registrada.Vc. é um grande amigo virtual ai de Portugal.
Foi através de vc. que conheci um pouco dessa beleza.
Deixei uma lista de frases para vc. analisar.
Com carinho
Sandra

Dulcineia (Lília) disse...

JOÃO,
Amigo, passei só para desejar a si, sua esposa e família um EXCELENTE fim de semana!

Com muita paz, muita alegria e riso, sorrisos e AMOR. E, POUCA, MUITO POUCA net!
PS: esta msg, ou outras do género minhas, NÃO CARECEM de qualquer resposta! O que mais desejo para o João, além de paz e saúde, é que consiga reduzir as 13h de virtual pelo menos, para metade! Toca a puxar pela cabeça e arranjar um método!

Beijinhos
Lília

Luísa disse...

Lilia,
subscrevo o seu conselho!
João,
conta,peso e medida certa nestas andanças pela net...
Dispenso o comentário,tal como a Lilia!
Prefiro vê-lo mais disponível para as outras coisas boas da vida!

ellen disse...

Que Arte tão bonita esta e valiosa. Pena estar em extinção ;(

bom fds
bejinho

Tinta Azul disse...

Mãos sujas para ir limpando a peça.

:)

Marta disse...

«como o barro, a vida também se molda».


um beijo, João

JF disse...

Olaria!!!Ora aí está uma arte que não deveria acabar,como qualquer outra.


Um abraço.

João Menéres disse...

SERGIO LdeS (curiosa a comparação)
SELENA (mais um fastástico poema)
SANDRA (vou lá daqui a pouco, sim)
LÍLIA(difícil reduzir.Logo se ressente nos comentários)
LUÍSA(constato que é complexo)
ELLEN(ainda há bons artesãos...)
TINTA AZUL (frase de quem sabe...)
MARTA (depende, minha querida...)
JF ( Tem toda a razão.Há muita coisa nova mas de interesse muito mais que duvidoso. Então, o mau gosto é de meter as mãos à cabeça!...)

Obrigado a todos.

anjinha disse...

Ora aí está uma profissão que não devia acabar nunca.
como todas as outras é uma profissão. Olaria!!!!!!!!!!!
Um abraço.
BEIJOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!