.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

VELA

Photobucket
© João Menéres

VELA

Este foi o desporto que pratiquei dos
10 aos 50 e tal anos.
Depois, ainda continuei ligado à Vela como dirigente.
Entre outros , fui o General-Chairman de 3 Campeonatos do Mundo e
de um Campeonato da Europa.
Tudo por puro amadorismo.

A paixão, essa, não passou nunca...

47 comentários:

Quase Blog da Li disse...

João,
você gosta dos ventos...
Tanto no mar
como no céu
ou
em cima de algum telhado.

Percebo que essa paixão não passou.
beijos
li

Conceição Duarte disse...

João, que surpresa! Tenho muito medo do mar... Veja aí na sua foto, a água pesada, profunda, forte, gelada talvez... Muito arriscado, imenso, demorado...
Prefiro os ares...rsrsrssrsr Mas a foto é linda!

Uma boa noite, uma beijoca, CON

Chá das Cinco disse...

Um Blog lindo!
Eu gostaria de te fazer um convite,eu queria vc no meu Blog.
Eu preciso colocar luz e gente inteligênte como vc.
A sua opnião quanto ao meu blog será de suma importância.
Um abraço
Gemária Sampaio

Luísa disse...

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeemmmmmmmmmmmmmm! Que pinta!

De vontade afoita, espírito aventureiro, coragem desmedida, este gentleman enfrenta as águas do oceano! Sobre as suas águas ondula, orientando as velas com destino a alto mar!
Enfrentou Neptuno, que vezes sem conta o assutou!Não lhe ganhou medo...obrigou-o a recebê-lo com braços abertos e sem tridente!
Em grande actividade, promoveu a sua saúde, afastou fantasmas laposos de senilidade e apraz-nos com tão belas postagens!
Este ser aventureiro é, de facto, um ser cheio de surpresas...
Que agradáveis surpresas!!!
Beijinho terno!
(Começo a sentir-me fã!!!)

mdsol disse...

Tinha de vir retribuir a simpatia do seu comentário n' aluaflutua! E que bom foi encontrar, este grifo planante! Terei muito gosto em voltar e, naturalmente, será um prazer recebê-lo por lá.

Com que então Vela durante 40 anos? É obra, e não é para qualquer um.
Parabéns.

:))

Sandra Rocha disse...

As paixões nunca morrem.
Lindissima esta foto.
Beijos e bom fds.

Céu Vieira disse...

Muito bem João!...
Deve se muito interessante esse desporto, mas eu é que não me metia nessas aventuras! Tenho muito respeito ao mar!
Quanto à foto, está fantástica!
Parabéns
Bjs

João Menéres disse...

QUASE BLOG DA LI

Dos ventos gosto deles brandos.
Gostava muito de o pressentir.
Das alturas, continuo a gostar, claro está.
E o mar?
-A esse tenho todo o respeito mas adorava velejar nas suas vagas. Por vezes era uma montanha russa autêntica.
Bons tempos...

Obrigado pela visita.

Beijo e bfs

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

O mar, como tudo, exige consciência.
Comecei cedo a velejar e só parei por causa de um pequeno enfarte que tive. Perditoda a confiança em ir para o mar e poder dar-me qualquer crise.
Passados estes anos todos já não penso nisso, mas perdi a agilidade toda que tinha de ter.

Foi um prazer grande rever-te aqui.

Beijo.

João Menéres disse...

CHÁ DAS CINCO

O teu convite é uma honra imensa.
Eu não mereço essa distinção.
Mas será um prazer grande.
uto é com uma enorme falta de tempo...ão sei como me desmultipicar mais.
Na próxima semana vou dedicar algum tempo ao teu chá (também gosto, claro). Se fôr à noite, não te esqueças de um bom tinto, de um malte ou de um bom Vinho do Porto.
Com uns acompanhamentos adequados.

Um beijo e obrigado pelo convite.

Selena Sartorelo disse...

Homem de paixões peculiares esse sr. João...que no meio de tanta água intitula-se amador...se este é tú quem será o professor? O mar talvez rsrsr.

Nota: Obrigada por momentos tão ricos divertidos.

Beijos,

Sara L.Miranda disse...

Gosteiimenso deste blogue.
Um post fantastico.
Um beijinho

João Menéres disse...

LUÍSA

Que tristeza...
Então só agora COMEÇAS a sentir-te fã?
Deste conta de um reflexo da vela maior na água?
-Não?
-Então tens que COMEÇAR a prestar mais atenção aos pormenores que as imagens contêm...
(E não estou a falar apenas das minhas, claro).

Senti-me D.Sebastião embasbacado a ouvir o Camões a ler-lhe OS LUSÍADAS.
Sim, porque tu aqui também me cantas, não por mares nunca dantes navegados, mas por espaços que tu ainda não tinhas visto muito bem.

Gostei muito do teu comentário (quem não gostaria?).
BFS

Beijos.

João Menéres disse...

MDSOL

Neste ninho ninguém tem obrigações, pois eu também não posso corresponder a todos quanto desejaria por prazer.

O BRANCO NO BRANCO já está no meu deck nos FAVORITOS.
A qualidade da pintura lá apresentada, transforma-a numa importante Galeria.
Olha se não fosse a Vela !
Mais uma coisa que ao mar fico devendo...

Muito obrigado e um beijo com os desejos de um bom fim de semana.

João Menéres disse...

SANDRA ROCHA

Agradeço o teu comentário.
Sempre palavras gentis.

Um beijo e diverte-te neste fs.

João Menéres disse...

CÉU VIEIRA

Pode sempre dar uma voltinha aí na ria...
Num iate pequeno de um amigo...
Não conhece ninguém em Ovar que seja da SNADO (Secção Náutica da Associação Desportiva Ovarense)?

Aventure-se porque ainda é jovem (o que conta é o espírito).

Um beijo.

João Menéres disse...

SELENA SARTORELO

Sou escorpião e, como bom escorpião, homem de paixões sem conta e sempre apaixonado.
Quem é o professor?
A vida, minha querida...

Os momentos ricos e divertidos?
-Espero não ter fechado a arca ontem...

Beijo de fs.(amanhã devo estar sem net...)

João Menéres disse...

SARA L. MIRANDA

Recebi um magnífico prémio hoje, sabias?

Foram TODAS as tuas palavras!

Fiquei muito vaidoso...

Quando tiveres oportunidade viaja neste grifo. Começou em 15 de Novembro.

Um beijo grande e bfs.

Menina do mar disse...

UAU!!!!!
Adorei essa Mestre!
Beijos e bom Fim de semana

João Menéres disse...

MENINA do MAR

Ou não tivesse mar...

Um beijo para um fds em condições.

Luísa disse...

Senhor, por quem sois!
Permita-me a correcção pois do meu posto não vejo a sombra da vela...
apenas alcanço neste visor a vela e os seus velejadores!
Abrirei mais os olhos, prometo!
E, senhor, não me inicio fã de si, pois isso já sou desde sempre!Mas inicio-me fã desta arte de velejar...com vontade de abrir mares e descobrir novos sóis!

Céu Vieira disse...

eheheheheheh!!!!
Amigo João...estou mesmo a ver-me a praticar vela!... Havia de ser bonito!...Nem ria nem mar, água fundas...que horror, não sei nadar!...Só molhar os pézinhos e vá lá, vá lá, ainda com receio!
Deus me livre, quando eu me visse em cima de tanta água, dáva-me logo uma coisa e ía desta para a outra só com o susto! eheheheheheh
Beijinho

João Menéres disse...

LUÍSA

(CRONISTA DO REINO DOS SONHOS)

Eu não falei em sombra mas no reflexo no mar...
É ténue, concordo, mas está aqui mesmo entre o proa( o velejador que trabalha a vela menor) e esta vaga que arrebentou à proa.
Está, para melhor a situar, por cima do meu nome como autor da imagem.
É essa mancha mais clara...

Alcançaste agora, porventura, agora, SENHORA?

Um beijo.

João Menéres disse...

CÉU VIEIRA

O uso de coletes É ABSOLUTAMENTE OBRIGATÓRIO !
E na Ria de Aveiro o barco até fica preso no fundo...

Não tenha tanto medo...

Um beijo.

roserouge disse...

Linda! Inspiraste-te na minha história, foi? rsrs

João Menéres disse...



Por acaso não...
Mas gostei de te adivinhar...

Beijo.

ellen disse...

Que novidade gira João!!! :)

GRIFO PLANANTE tem a sua explicação ... voar, velejar... o saborear os ventos :)

Beijinho para si.

Jorge C. Reis disse...

Muito bonita. De mestre.

Luísa disse...

João,
juro que não conseguia ver naquele portátil.
Agora sim, perfeitamente!
beijinho terno!

Maria Emília disse...

Caro amigo,
Tenho visto os seus comentários noutros blogues que visito e resolvi vir até aqui.
Que beleza de fotografia. O mar é um amante por quem não é difícil ganhar grande paixão. De vela não sei nada, mas gosto de pescar no mar alto. Perco-me no mar.
Vou voltar para conhecer melhor o seu blog.
Um abraço,
Maria Emília

Tinta Azul disse...

João,
Percebe-se bem. O vento que sopras aos outros é sempre de feição.
Um Beijo com muitas ondinas.

:)

Luísa disse...

Há um espelho de ti nas águas do atlãntico, que reflete vigor e alma a quem com vontade anda a velejar nestes mares!
Estavas lá!!!!!

João Menéres disse...

ELLEN

Nasci na deliciosa terra que então era Leça da Palmeira.
Ainda me lembro do marcante temporal de 1941.
Leça tinha então pouco mais de 2.500 almas.
Havia uma meia dúzia de famílias dominantes (não escrevi dominadoras...).
Não havia prédios em altura com apartamentos nos pisos ( o que eu chamo "gaiolas"). Eram casas mais ou menos simples e, depois, umas quantas (20...?) boas moradias rodeadas de jardins e com quintais.
Havia ruas e ruelas de uma beleza indescrítivel.
A praia de um tamanho enorme (hoje parece-me menor, é o problema da relatividade...), habitualmente batida por uma nortada valente.
Por brincadeira, dizia-se que Jesus Cristo não tinha passado por ali (por não a ter protegido do vento).
Hoje, Leça da Palmeira adquiriu modernidades várias, mas perdeu 98% da sua beleza, da beleza que encantou António Nobre e outros poetas, escritores e pintores, como Silva Porto e Agostinho Salgado.
Tudo isto, ELLEN, para te dizer que nasci bem junto ao mar (naquela altura e ainda durante muitos anos, ouvia a mudança da maré com o som das ondas a baterem no Molhe norte do Porto de Leixões), junto ao mar, dizia eu, e que o vento me embalava de noite e me embrulhava de dia.

Um beijo e bom sábado.

João Menéres disse...

JORGE C. REIS

Obrigado pelo comentário elogioso.

Bom fim de semana.

Um abraço.

João Menéres disse...

LUÍSA

REAL CRONISTA:
Então Sua Majestade não lhe faculta uns GAMAS, em vez de uns Magalhães?
Eu lavrei o meu protesto e logo comprei um Mac de 24"...

Um beijo e bom Sábado.

João Menéres disse...

MARIA EMÍLIA

Agradeço tão corajoso acto de vires até ao ninho do grifo.
Aqui passam-se coisas horríveis que só a bondade dos visitantes tem permitido que o GRIFOPLANANTE ainda não tenha sido atingido mortalmente.
Se puderes e quando puderes, desfolheia as minhas penas para trás, até ao dia 15 de Novembro, altura em que o blogue apareceu.

Conto contigo para me dares mais força e mais energia, pois sem esses apoios, sem essas visitas, não se justifica o vôo.

Beijo e bom fim de semana.

João Menéres disse...

TINTA AZUL

Nunca sequei o mar, nunca abalroei outra embarcação.
E quanto ao vento, devo dizer-te, não me recordo de uma única vez ele ter soprado mais para mim do que para outros...

Beijo.

João Menéres disse...

LUÍSA

Muitas vezes me procurei no tão grande mar que me cerca...

Beijo e bom Sábado.

Alice Salles disse...

por puro amadorismo e amor, eu diria.

João Menéres disse...

Tens toda a razão.
Dou muito amor, sempre.

Um beijo.

ellen disse...

Nascer junto ao mar, ouvir o som das ondas... que maravilha devia ser!!! e eu que adoro o mar... a paz de espírito que ele me transmite, só eu, sei sentir :))

Beijinho para si, e vou fazer ó-ó que já são mais que horas rssss

João Menéres disse...

ELLEN

Acordaste com o som de quê?

Um bom Domingo.

Um beijo.

Luísa disse...

João, Senhor da nobreza!
Sua majestade oferece tudo cá para casa, até um note book para que eu tenha acesso à corte em qulaquer ponto do palácio!
Acesso no que me está mais próximo...na carteira ou na secretária!
Navegadores não há cá em casa!
Beijinho terno!!!

L.Reis disse...

Bravo!! Há lá coisa melhor que tentar domar os ventos e os mares. A fotografia apresenta o dinamismo próprio de um desporto em que o movimento é quase dança. Não conhecia esta tua paixão...

João Menéres disse...

QUEEN

Este senhor que vos serve ignora todos esses gadgtes!
Pertenço a uma geração que não apanhou todas estas tecnologias e brinquedos.
Sou da época do sextante e do astrolábio. Sou da era dos DESCOBRIMENTOS...onde se ofereciam terras sem fim em troca de nobres feitos...

Um beijo

João Menéres disse...

L.REIS

Eu mostrarei outras em que esse bailado é mais evidente.
Claro, já do tempo em que não praticava...

Um beijo a surfar numa onda.

Anónimo disse...

Joao: A tua melhor foto!

Fez-me lembrar osmeus belos tempos de Leca!

Um beijo sincero.

Rosa Maria.