.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

TERTÚLIAS VIRTUAIS

Photobucket
Photobucket
©João Menéres


O PRAZER

A minha participação no tema deste mês é o recordar uma pequena história
que um dia AGUSTINA BESSA-LUÍS me contou e que eu anotei :


O PRAZER DE VIVER

>Quando Jacob foi para o Egipto, o faraó perguntou-lhe: " Quantos anos tens?"
E ele respondeu: "Cento e trinta. Breve e má foi a minha vida e
não chego ao tempo de duração dos meus pais."

Isto, a nós, mediterrâneos, deixa-nos estupefactos.
Porque não dissimulamos o prazer de viver nem escondemos que
muito se deve a azares, se eles nos poupam.
Mas é mais profundo sentimento envergonharmo-nos de ser felizes,
quando o número dos que choram é maior <

56 comentários:

Conceição Duarte disse...

Marcante as expressões deles, amigo João!
E melhor viver, do que morrer cedo!
Um beijo grande, e logo postamos nós, aqui o nosso Prazer. Ainda falta um pouco! E logo, como mágica, os prazeres se espalharão na blogsfera...
bjs e bjs
c
o
n

€ster disse...

A vida é mesmo breve, e se soubermos viver, extrairemos dela o melhor e seremos felizes apesar de todos os percalços,

As imagens são tão reais e belas! Tira-me o fôlego!

Excelente, João!

Eduardo P.L disse...

João,

antes de pegar a estrada vim conferir seu prazer!
Ótima postagem!
Obrigado por participar!

Forte abraço

Maria Augusta disse...

Fotos lindas, cada ruga é uma lição de vida! É verdade que os mediterrâneos curtem a vida e ostentam este prazer, mas não acredito que isto seja vergonhoso.
Um abraço e boa continuação de viagem.

marie disse...

Estes rostos marcados pelo passar dos anos, guardam de certeza muitos momentos de prazer!...
Beijinho
Marie

Luis Bento disse...

è curioso... o facto de, por vezes, nos envregonharmos do prazer, quando, afinal, está indissociavelmente ligado à vida.

Al Kantara disse...

Grandes retratos. Parabéns.

Menina do mar disse...

Repito um excerto da carta que já bem conheces, é só o que me vem à mente: "...porque tu és um herói, pedaço gigante de vida!".
Foi um prazer ver esse post!

jugioli disse...

João, que beleza de fotos e texto, para nos lembrar da vida e do tempo.

@dis-cursos

Maria de Fátima disse...

...e mais os que partem antes do final da caminhada...

expressodalinha disse...

Há uma cultura judaico-cristã arreigada na nossa civilização que condena o prazer, como pecado. E isso reflecte-se nas mais pequenas coisas, ao ponto de nos envergonharmos de ter prazer. Este é um ponto fukcral da doutrina cristã que se pode sintetizar por fora da Igreja não há prazer! Bem colocada a questão, João.

Chica disse...

Fotos marcantes e um texto maravilhoso! Parabéns pela participação! um abraço,chica

Olavo disse...

Grandes verdades..
Abraços

roserouge disse...

A felicidade não existe; o que existe são momentos felizes. Bela postagem, João.

Susana disse...

Sábias palavras estas! Muitas vezes temos a vergonha de sermos felizes, por medo daquilo que os outros possam pensar. A solução é libertar-nos desse medo e agarrar a vida com unhas e dentes. Quando dermos conta ela passa e fica apenas a memória das nossa vivências.
Gostei da abordagem.
Susana

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

A velhice alcançada com saúde é todo o prazer que merecem os que sabem viver.
Belas fotos e palavras.
Me deu profunda saudade de "meus velhos", que já estão no mais puro prazer da alma.

Compondo o olhar ... disse...

profundo sua postagem, nos faz refletir.... que precisamos descobrir o prazer de viver.

bjocas.

Vanessa disse...

Olá, tb estou na Tertúlia deste mês e vim conferir seu post. Belo texto!

Abraço

* Fada * disse...

*João, acredito que a vida se

torna breve para quem gosta dela !

Se ela não for boa ... pouco tempo

parece muito !!! (*Tudo é RELATIVO;

né ?!).

*Ótima quarta-feira de

*Tertúliaaaaaaaaaaa !!! *

*Beijossssssssssssss.

GUGA ALAYON disse...

prazer é passar por aqui.
abç

Christi... disse...

O prazer de viver é algo que nem sempre é fácil de ser entendido, que os dias são breves, os anos são escassos e mesmo assim, muitos só chegam a ter a visão, quando olham pra trás e seu tempo em terra firme se foi.

Gostei muito viu.

Bjs no seu coração
Gostei das fotos

Chris

Butterfly disse...

Gostei imenso das suas palavras !

Bjinhos

Helen Marie disse...

Olá, João!
Belíssimas imagens!
Cheguei até aqui por causa da Tertúlia Virtual.
Bjos,
Paulinha
http://coloridascanetas.blogspot.com/

Dulcineia (Lília) disse...

O prazer de deliciar o olhar nestas fotos...

O prazer de valorizar tudo...

Uma boa reflexão.
Abracinho grande.
Mesmo fora, é sempre a mesma pedalada, rs
Eu hoje tive um prazer... hummmm
Beijinhos com admiração
Lília

Adelino disse...

João, o importante não é a quantidade, mas a qualidade. Viver muito sem o prazer de viver não vale a pena, creio.
Ótima a sua participação, e incrivelmente belas as fotos do post aí de cima.
Gande abraço.

Francisco Castelo Branco disse...

As expressões são marcantes

mas têm prazer em viver

E isso é importante

Nanda disse...

Não sei se entendi bem, é para nos envergonharmos de ser feliz porque tem pessoas que choram?

Ou não, precisamos não ter vergonha de demonstrar felicidade?

Acredito que pessoas felizes conseguem ajudar melhor,inclusive as pessoas que estão em sofrimento.

Abraço!

Estou na tertúlia também.

disse...

...Quanto mais os anos passam, mais realizo o prazer de sentir prazer mas mínimas coisas do dia..e não me envergonho...mas também não me furto de sempre dar prazer no conforto de um ato ou uma palavra para quem tem menos! lindas fotos na mesma profundidade do texto.Obrigada.

Serena Flor disse...

Belíssima participação a sua. Adorei.
Um grande beijo.

adelaide amorim disse...

Um ponto de vista bem interessante!
Abraço.

Fernanda disse...

Querido amigo...
nós... os pretensos poetas virtuais... viveremos milênios...
porque a arte meu amigo...
é gota de energia num oceano de viveres...
eternamente sentiremos seus prazeres!
um beijo
Fernanda

Luísa disse...

Em cada ruga visivel,
Ouve-se a voz da sabedoria
De uma vida duramente vivida
De poucos traços de alegria!

Pesam os anos na dorsal
Dos fardos e canseiras da serra
Pedem mais uns anos, mais um Natal
Entregam-se ao tempo, na paz da terra!

Estes rostos escondidos de novos olhares
Enfrentam o frio que lhes habita
Desde a infância até à velhice...

Beijinho terno!

Tinta Azul disse...

As fotografias são extraordinárias!

Quanto às palavras estou a meditar nelas.

Beijos

Eduardo Santos disse...

Caro amigo. A sabedoria que nos dá a experiência tem destas coisas belas como esta que descreve. Em poucas palavras resume um sentimento de vida. Maravilha. Espero voltar com mais tempo. Tudo de bom para si amigo.

ellen disse...

João,
já tinha saudades de conversar consigo :))

sabe o que eu respondo quando me perguntam quantos anos tenho? (não sabe porque ainda não lhe disse ehehe)
...tenho aqueles que ainda não vivi :)

Bonito esta história
da AGUSTINA BESSA-LUÍS! ainda bem que se lembrou de a partilhar connosco. Aumentei mais um pouquinho a minha cultura :)

Beijinho grande até si.

Mírian Mondon disse...

Caro João que espetáculo de fotos!!!!
PARABENS!!!!!

Agora o que voce não vai acreditar é que Hoje, exatamente hoje, li esse texto na Biblia!

Essa mulher nevada ou estrelada é quase irreal. Belissimo!

Abraços

Jorge C. Reis disse...

Por falta de tempo não consegui participar este mês.
Mas aqui estou a visitar os blogues amigos onde não podia faltar o seu.
Parabéns pela maneira como tratou o tema.
Abraço

Nana Odara disse...

Eu não tenho vergonha de ser feliz
nem de chorar...
Enfim...

Estou aproveitando a tertulia pra divulgar meu manifesto...
Beijinhos de baunilha...

Manifesto Nana Odara

A Via do Prazer

Declaro
solenemente
à partir de agora
que todos os seres humanos
devem viver unicamente
pelo e para o prazer...
Esse é o meu manifesto
talvez a minha grande contribuição
para a humanidade...
a via do prazer...
Todas as mulheres
tem o direito e a obrigação
de viver em prazer...
até pq a repressão do prazer da mulher
é um dos pilares do patriarcado.
Somente através do seu prazer livre
e irrestrito a mulher pode
ajudar a construir um
novo modelo social
melhor
mais interessante...
Para isso é necessário
cessar já
todas as formas de violência
consentidas ou não
silenciosas ou não
punivéis por lei ou não
todas as formas de violência
contra a mulher
contra todas as mulheres...
O prazer
subjetivo por natureza,
o prazer de cada um,
o prazer de todos...
A um só tempo,
emitido e recebido
sorvido
degustado deliciosamente devorado
doravante
por nós, integrantes desse manifesto,
canibais do prazer,
ou seja la qual for a alcunha
que nos agraciará o futuro...
O Prazer como antídoto social à violência
Todo o prazer
pelo fim de
toda a violência...
Segundo a Dianética,
o Prazer é a força motriz que anula o medo.
Portanto somente através do prazer
podemos anular os efeitos todos
da maior arma patriarcal
fundamentado e sacramentado em medos,
a violência.
E nós, seres humanos,
estamos naturalmente vocacionados
destinados e aptos ao prazer,
o prazer nos guia para a vida,
enquanto todo medo é o medo da morte.
Neste 2009 , divisor de águas,
defina agora, de que lado vc está...
Ou vc alinha comigo
na Via do Prazer...
ou definhará eternamente
nos porões fétidos de um
moribundo patriarcado...
Eu, Nana Odara
instauro a Era do Prazer!
Sigam-me os bons
(de cama, inclusive...)

Maria disse...

PRAZER

Que prazer é este estacionado em tua mente,
Que me deixa fincada nessa gazua,
gelada
silenciosa.

luzdeluma disse...

As linhas de expressão, são linhas de caminhos percorridos pela vida. 130 é viver demais! Ele quase virou santo, né? (rs*) Beijus

Nade disse...

Se eu puder escolher, quero viver 100 anos, mas tão intensamente a ponto de eu chegar no fim lá da vida e dizer: "Vivi e com muito prazer!"
Bjs
E uma excelente Tertúlia pra nós!

Jo. disse...

Quando vi suas fotos, pensei "o prazer de envelhecer". A maioria de nós não pensa nisso, pois o mundo dá muito valor à juventude, principlamente na beleza que se tem nela. Pena, né?
Me visite!!!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Vergonha de ser feliz?Jamais!!!

Estar vivo é a mais verdadeira alegria!

Cada ruga destas fotos é um caminho percorrido,um sonho realizado,uma tristeza que passou,um amor que ficou por toda a vida,escondido ou não!

Lindo trabalho!!!Beijos!

Sonia Regina.

Selena Sartorelo disse...

"Como é correto e verdadeiro. E como é importante poder fazer em sua palheta cores que não sabemos como chamar e que formam a base de tudo"

trecho retirado do livro Cartas a Théo, quando Vicent Van Gogh refere-se a Millet e conta ao irmão Theodoro algumas de suas experiências em Nuenen. Quis te mandar pois achei apropriada para a sua tão especial postagem.

beijos,
Selena

nilda disse...

Ãnnnnnnnnnnnn Quemmmmmmmmm Ohhhhhhh
Então...suas fotos me tiram o chão.
Já nem sei mais o que ia dizer.
MENÉRES nunca diga nada, suas fotos são mágicas e dizem arte e poesia.
Beijoca.
Nilda.
http://meucantin5.blogspot.com/

Alice Salles disse...

O prazer e todas as suas marcas presentes nos nossos rostos... É esse o verdadeiro prazer de viver! Linda participação!

Fatima Cristina (www.fccdp.com) disse...

Pois é... a sorte e o prazer de alguns muitas vezes vem com o azar e o desgsoto de outros...

Lindas Fotos no seu blog!

Estou tentando hoje acabar de visitar os blogs da Tertúlia. Ontem o tempo foi curto!

Abraços,
Fatima

Milouska disse...

Fotos lindíssimas. Os rostos marcados pelo tempo e pela vida.
Parabéns por esta participação.
Um beijo,

Milouska

Blog do Beagle disse...

Por que envergonhar-se do prazer de viver? Elza

José Jaime disse...

Belissima participação. Estou encantado com suas fotos.
Abraços
José Jaime
http://grafiaphoto.blogspot.com/

João Menéres disse...

EU GOSTARIA DE AGRADECER INDIVIDUALMENTE A CADA UM DOS 50 ilustres e amigos comentaristas !!!

Mas, peço que me perdoem, pois tal não vai ser possível. Ainda por cima andei na vadiagem estes dias todos...
Bom, vamos nomear cada um, está bem assim?

CONCEIÇÃO DUARTE (destacaste as imagens, tb!)
ESTER (tb. faláste das imagens !)
EDUARDO (darei os parabéns pela GLÓRIA em sítio próprio. Aqui, é só para agradecer a atenção da sua visita que para mim valeu muito, como sempre vale!!!)
MARIA AUGUSTA
e
MARIE : As rugas são as estradas da vida, sem dúvida. Nas auto estradas nem a paisagem se vê...
LUÍS BENTO
AL KANTARA (obrigado pelo elogio)
MENINA DO MAR (Obrigado pela catra relembrada)
JU
e
MARIA DE FÁTIMA : obrigado pelos comentários e pelas visitas.
EXPRESSODALINHA (renovando o agradecimento pelo 14, agradeço tb. a análise feita)
CHICA (É um prazer ter-te aqui. Aparece mais vezes...)
OLAVO
e
ROSEROUGE : (Obrigado pela vossa presença nos comentários).
SUSANA,
FABIANA
e
COMPONDO O OLHAR : (Grato pelos momentos dispensados. Leram bem, não tenho dúvidas! )
VANESSA,
FADA
e GUGA ( muito obrigado pelos comentários. São pão com manteiga para quem tem fominha...)
CHRISTI,
BUTTERFLY
e
HELEN MARIE ( As vossas palavras são o rebuçadinho sempre esperado)
LÍLIA
e
ADELINO ( Obrigado pelas palavras elogiosas e amigas)
FRANCISCO C.B. (É isso mesmo...)
NANDA (Obrigado pela visita. Por favor leia a resposta do FRANCISCO CASTELO BRANCO, lá em cima, antes da sua)

João Menéres disse...

CONTINUANDO (pois houve um acidente técnico...) :

VI (comentário de pessoa CRESCIDA)

SERENA FLOR
e
ADELAIDE AMORIM ( beijos pelos vossos comentários)

FERNANDA
e
LUÍSA : ( gostei muito das vossas palavras. Bjs)

TINTA AZUL
Não me lembro se já voltaste. Vou conferir...)

EDUARDO SANTOS ( Transmitiu-me um grande prazer. Pode crer. Um abraço)

ELLEN (Grato pelo comentário tão amável!!!)

MIRIAN MONDON (Há coisas fantásticas, não é?
Isso que contas, valoriza muito a minha postagem. Bj.)

JORGE C.REIS (obrigado pela visita. Tenho pena de não ter podido participar. Há vantagens no programador...está a ver? Um abraço.)

NANA ODARA (Li o manifesto. Vamos lá a ver o que se consegue com prazer...)

M A R I A ( este teu comentário deixou-me bem agasalhado. Aparece mais vezes, pois às vezes tenho frio. Um beijo)

LUZ DE LUME
e
NADE : (obrigado pelas vossas palavras e pela visita.
Vamos lá viver, então!)

JO
e
SONIA REGINA (Viver é com Alegria, com Amizades assim como a vossa!)

SELENA (especial tens sido tu. Muito te agradeço a selectiva transcrição. Um beijo )

NOTA : Vou interromper aqui, VOLTAREI MAIS TARDE, PARA TERMINAR ESTES AGRADECIMENTOS.

João Menéres disse...

RETOMANDO...

NILDA
Então não POSSO DE VERDADE escrever nada junto das imagens?
Vai ser dificil...
E não prometo, toma nota.

Beijo.

ALICE SALLES

Olha eu tenho rugas na testa desde menino!!!É a luminosidade que sempre me obrigou a franzir a testa.. E, então, no tempo em que velejava, nem queiras saber...
Até fazia atrito!
Mas sempre naveguei por prazer (três continentes).

Um beijo, minha Amiga!

João Menéres disse...

FÁTIMA CRISTINA,
MILOUSKA,
BLOG DO BEAGLE
e
JOSÉ JAIME (50º) !!!

Muito obrigado pelas visitas (terei ganho algum seguidor novo?) e pelos comentários tão delicados e elogiosos que tiveram a gentileza de aqui deixar.

Três beijos e um abraço.

missixty disse...

Achei mesmo impressionante a primeira foto, da senhora a levar com a neve.
Quanto ao texto, sei que vou detestar envelhecer, para uma mulher é muito difícil, ela tem de sentir sempre atraente. Quanto a morrer então, nem quero pensar.... são coisas muito tristes.
Sabes quem me fazes lembrar? O Grande Torino, porque ele era um homem que apesar da idade era dinamico, divertido e ainda estava ali para as curvas. Já viste o filme? Eu adorei!

João Menéres disse...

No concreto, há um grande contraste entre as duas imagens, embora não esteja à vista.
A senhora, com uma expressão determinada e, simultaneamente, feliz da vida.
Ele: tranquilo, em paz , resignado (mas não o coitadinho, percebes?). Tinha muita dificuldade em andar só. Fotografei-o também conduzido pelas mãos do que eu suponho ser a mulher dele, ou alguém da família...Mas, esse tipo de imagem, nem faço muito e, quando faço, metade das vezes, só eu vejo.
O meu mundo, minha amiga, é mais poético, mais romântico.
Nem riqueza, nem miséria.

Quanto a envelhecer. Já deste conta que depois dos 21 é isso que está a suceder? Mas, não te preocupes: a tua geração acompanha esse movimento que é lento. Depois dos .. é que se torna mais alta-velocidade. A gente mete travões e vai mais devagar...Em vez de comeres uma pratada, saboreias...
O que é FUNDAMENTAL é a QUALIDADE DE VIDA !
E isso está 95% nas nossas mãos (na tua idade e por aí...) preservar desde já.
O DIA DE HOJE É PARA SER VIVIDO, NÃO PARA SER ESTOURADO.

Obrigado pela forma como abordaste a questão neste comentário, pois permitiu-me responder de uma forma mais objectiva.

Beijo grande para ti.