.

segunda-feira, 23 de março de 2009

P O R T O

Photobucket

© João Menéres





P O R T O   M E U


Porto meu,
Meu porto seguro
Espelho dos meus medos
Verdade, razão.

Porto meu,
Meu porto seguro
Onde lanço a âncora
E escondo a paixão.

Revejo-me nas ruas,
Nas esquinas, nas travessas,
Revejo-me na calçada
Nos risos, no luar.

Porto meu,
Meu porto seguro
Onde atraquei o barco
Onde quero ficar.

Sou filho do vento
E escolhi habitar,
No meu porto seguro
Não vou naufragar.


Agradeço à minha Amiga SELMA ANTUNES a magnífica
poesia que propositadamente fez para esta imagem.

NOTA: Gostava de convidar todos a visitarem o blogue da Selma.
Porém,   http://voltademare.blogspot.com       é  um blogue
aberto a poucos. Se se identificarem, via e-mail, 
talvez as portas se abram...

24 comentários:

Eduardo P.L disse...

Lindo o poema , e muito à propósito da imagem ( foto) e da CIDADE DO PORTO.
Parabéns à Selma, que é uma MENINA DO MAR e tem ESCONDIDO dos olhos da blogosfera um espaço de poesia e cultura que deveria abrir para todos!

Bjs à Selma e abçs ao autor da imagem e da idéia de casar os dois! Ótima iniciativa!

Jorge Monteiro disse...

A foto está fantástica, é uma maneira muito original de ver o Porto. O poema foi muito bem escolhido. Parabéns.
Abraço.

expressodalinha disse...

O Porto é fantástico. A foto é maravilhosa e o poema a condizer. Bela escolha.

Georgia disse...

Joao, a foto está belíssima. Nao sei se por causa do efeito do espelho ou do vento, ou do vento que passou e mexeu nas águas que o Porto tem. Nao importa, o Porto é seu; ele é seu porto seguro. O que queres mais?

Talvez o meu Bom dia ainda falte,rs.

Bom Dia!!!

Lina Faria disse...

Olhar expressionista. Porto seguro às melhores formas do belo.
Bonito, João!

Dona Sra. Urtigão disse...

Na imprecisão do olhar, o seguro, o Porto. Gostei muito da foto e da poesia.

(l' excessive) disse...

Belíssima foto e poema!
Simplesmente perfeito!

Menina do mar disse...

Quanta honra!!!! Babei todo o dia!
Obrigada a todos! Beijos

Conceição Duarte disse...

João, o poema feito pela Selma, especialmente para esta foto, é muito bonito! Agora a sua foto é muito linda também. O Porto, no poema que diz ser seguro, parece aí, titubeante, inseguro, movimentado, mas lindo! Muito vento no seu Porto. Muito lindo o seu Porto.

Um beijo grande, CON

Milouska disse...

João,

Esta foto está excepcional!
A cidade parece submersa... Que maravilha!
Quanto ao poema, é um belíssimo hino à cidade do Porto.
Um casamento óptimo entre imagem e texto.
Parabéns à Selma e um beijo para si.

Milouska

roserouge disse...

Bela foto, Jonas! E o poema "casa" aí muito bem.

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ JOÃO, BELÍSSIMA FOTO E O POEMA LINDÍSSIMO, UM CONJUNTO PERFEITO,
PARABÉNS...ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

ellen disse...

Que bonito poema João!
Já a foto obriga a olhá-la, pela beleza que transmite e juntando o poema saiu uma dupla perfeita... Lindo mesmo!
Parabéns aos dois (João e Selema)

Beijinhos

Alice Salles disse...

Que maravilha, poesia feita para a imagem que já diz tanto! Não preciso dizer mais nada, já falaram por mim!

Maria Augusta disse...

Tua paixão pela cidade do Porto e seu talento se aliam para nos brindar com imagens maravilhosas como esta. E o poema também esta muito lindo, à altura da imagem que o inspirou.
Parabéns à você e à poeta!
Abraços.

Susana Garcia disse...

Está muito bonito o poema e a foto,a falar dessa cidade á beira do Rio Douro.
beijinhos

Jorge C. Reis disse...

Espectacular o reflexo. Abraço

João Menéres disse...

EDUARDO
JORGE MONTEIRO
EXPRESSODALINHA
GEORGIA
LINA FARIA
DONA SRª. URTIGÃO
L'EXCESSIVE
CONCEIÇÃO DUARTE
MILOUSKA
ROSEROUGE
FERNANDA
ELLEN
ALICE SALLES
MARIA AUGUSTA
SUSANA GARCIA
JORGE REIS

A todos peço desculpa pela demora neste agradecimento. Apenas contava com mais dois ou três comentários e, queaté ao momento, não chegaram.
A todos agradeço a bondade dos elogios e fico muito contente por a SELMA ANTUNES me ter dado a possibilidade de divulgar por mais umas quantas pessoas a inspiração que ela tem.
Poesia que muito aprecio, plena de sentimentos.

Sergio LdS disse...

João, há um simbiose nas composições. O poema muito diz do Porto que conheci. A fotografia ajuda a manter na minha memória essa cidade brilhante.
Abraços.

João Menéres disse...

SERGIO LdS

É sempre um prazer receber um comentário tão simpático quanto o seu.
Vou comunicar à SELMA para ela vir aqui ler.

Grande abraço

L.Reis disse...

...arrepia-se a paisagem num afago de brisa...
além
do
silêncio...
ecoa a luz
num múrmurio azul.

João Menéres disse...

L.REIS

Como consegues criar estas palavras tão mágicas ?
Quem fica todo arrepiadinho sou eu !
É para guardar ?

Um beijo que vai na brisa azul.

L.Reis disse...

É para guardar! :)

João Menéres disse...

L.REIS

Guarda-se, então !

Bj.