.

terça-feira, 24 de março de 2009

NATUREZA (PNPG)

Photobucket
© João Menéres

À   LUZ AZUL  que  me  inspira.

SANTUÁRIO

Era nesta escadaria
que eu sonhava um dia
estar deitado sem dormir
para te poder sorrir.

Anos a fio esperei.
Um dia me acabei,
olhando para este santuário
dei conta do erro do calendário.

Nada havia a fazer.
Outro não posso ser
porque o destino
mais cedo me quis menino.

(J.M. / Março de 2009)

28 comentários:

Georgia disse...

Joao, bela poesia e bela foto de Véu de noivas.

Bom dia!!!

Lina Faria disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Lina Faria disse...

João,
Bela foto e belo poema. Próprio de quem tem paciencia de parar e segurar o movimento das águas.
Obrigada pela imagem.
Lina

Conceição Duarte disse...

Era nesta escadaria ( Não tem coisa mais linda que a figura que você faz aqui).
que eu sonhava um dia (um dia...)
estar deitado sem dormir ( sonhando acordado)
para te poder sorrir. ( Assim é o amor! Alegria).


Anos a fio esperei. ( Sempre esperamos )
Um dia me acabei,
olhando para este santuário ( a natureza é isso! Grande , João )
dei conta do erro do calendário. ( Nos perdemos no pensar e no sonhar ).


Nada havia a fazer. ( Somos o que somos)
Outro não posso ser ( Amém!)
porque o destino ( de todos nós )
mais cedo me quis menino. ( que bom! Continue assim, como o véu de noiva ou a cachoeira azul).

Lindo João!
Poema, foto e você - alma neste instante!

Bjinhos, CON

Dulcineia (Lília) disse...

João
Que santuário tão refrescante... adorei a analogia com escadaria.

Mais aínda, por ter ficado menino (como o véu de noiva).

Fez sorrir este poema e foto.
Contente, por este menino, estar no arco-íris da vida. A colori-lo ainda mais...
Sorrisos meus para o menino!

roserouge disse...

É teu este poema, João? Lindo...

Menina do mar disse...

Forógrafo, poeta... Meu Deus, uma caixinha de surpresas... bem que eras poeta eu já desconfiava...rsrsrsr

GRACE OLSSON disse...

soube de vcl=á na GEORGIA E VIM TEVISITAR. ADOREI SUAS FOTOS.PARABÉNS, JOAO E DIAS FELIZES

GRACE
WWW.GRACEOLSSON.COM/BLOG

Jorge C. Reis disse...

Belíssima foto. Parabéns.

Tinta Azul disse...

Lindo o Santuário.
N'aluaflutua o prometido.
Batentes e afins. Portas para abrir as Primaveras.
Bj

Céu Vieira disse...

LINDÍÍÍSSIMA FOTO E POEMA!!!
PARABÉNS JOÃO!
ADORO FOTOS DE CASCATAS E RIBEIROS.
BEIJINHOS
BOA NOITE

João Menéres disse...

GEORGIA
LINA FARIA
CONCEIÇÃO DUARTE (a interpretação é livre...)
DULCINEIA
ROSEROUGE (não viste as iniciais e a data?)
MENINA DO MAR (eu poeta? ;):):D:D )
GRACE OLSSON (Da Suécia, via GEORGIA? PRAZER ! )
TINTA AZUL
CÉU VIEIRA

A todos os meus agradecimentos pela amizade das palavras.
O acesso a este ponto ( onde fotografei) é atavés de uma ravina com forte inclinação. Difícil, na verdade.
A "poesia" não saíu como eu desejava. Mesmo assim foi mais fácil que a imagem...

expressodalinha disse...

Maravilha!!!

Conceição Duarte disse...

............rsrsrsr e ainda esnoba!

João Menéres disse...

EXPRESSODALINHA

Quando o rio tem um caudal razoável, acredite que é isso : Uma maravilha.

Obrigado.

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Explica melhor esses rs e o esnoba...

Um beijo.

ellen disse...

Linda cascata...que frescura ela emana :) adoro tudo o que tenha água por isso não é muito dificil ficar encantada imaginando-me enrolada nela...

e parabéns porque conseguiu acertar na cor do azul para a sua escrita! este sim...lê-se bem :)

João Menéres disse...

ELLEN

Obrigado pela frescura que sempre trazes (sem bola !).
O tom do azul melhorou porque houve pessoas que me iam dando informações que me ajudaram.
Eu tenho um Mac de 24" e, contra o fundo cinza, aqui EU lia muito bem.
Claro está que se eu tivesse dificuldade em ler, logo tinha alterado...
Não sei a razão que possa justificar essa diferença...

Um beijo.

Dylan disse...

Gostava de saber qual é o sítio do Gerês onde está esta maravilha. Não acredito que sejam só efeitos do fotografo.

João Menéres disse...

DYLAN

EFEITOS DO FOTÓGRAFO ?
Tenho uns quantos SLIDES desta cascata.
Se não se aventurar nunca a descobrirá. Mas, como é muito novo, é fácil para si.
É no Rio Arado.
Se quiser, posso ser mais preciso.

Um abraço e obrigado pela visita.

L.Reis disse...

Pouco importa...há tanta coisa que escapa , além de qualquer destino...há as mãos cheias de sonhos e há os gestos encantados, há santuários erguidos à beira de uma palavra, há beijos feitos de lua, há as ausentes presenças e os olhares que se percorrem, há um hiato no tempo sempre que nasce um sorriso, há horas reinventadas...há o sussurro da água que escorre, nos degraus de uma qualquer madrugada...pouco importa...a luz será sempre azul.

Alice Salles disse...

A imagem SALTA aos olhos porque a beleza do teu esperar em conjunto com a beleza do brilho daquelas águas fazem com que segundos de entrega sejam uma eternidade de felicidade....

LINDISSIMO, JOÃO!

João Menéres disse...

L.REIS


HORAS REINVENTADAS PARA BEIJOS FEITOS DE LUA NAS AUSENTES PRESENÇAS.
Um calendário novo, quem me dá um outro calendário?

Se eu não tivesse feito esta imagem, qual seria a que me seria possível fazer para a magia da tua inspiração ?

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

ALICE

Só os desesperados não esperam.
Mas há questões que estão para lá do nosso sonho.
E a água da vida vai rindo da gente que está na margem...

Um beijo.

Sandra Rocha disse...

Esta é de mestre, está maginifica.
Beijos e bom fim de semana.

João Menéres disse...

SANDRA ROCHA

Agradeço a visita e retribuo os votos de bfs.

Beijo.

Eduardo P.L disse...

João,

REALMENTE a poetisa Lina Reis é uma ARTISTA das palavras e das imagens! Esse seu comentario:

L.Reis disse...
Pouco importa...há tanta coisa que escapa , além de qualquer destino...há as mãos cheias de sonhos e há os gestos encantados, há santuários erguidos à beira de uma palavra, há beijos feitos de lua, há as ausentes presenças e os olhares que se percorrem, há um hiato no tempo sempre que nasce um sorriso, há horas reinventadas...há o sussurro da água que escorre, nos degraus de uma qualquer madrugada...pouco importa...a luz será sempre azul.

...é antológico!
Obrigado por nos apresentar tanta beleza!

Forte abraço

João Menéres disse...

EDUARDO

Grato por ter reforçado a minha opinião .

É um verdadeiro hino !!!

Um abraço.