.

quarta-feira, 11 de março de 2009

AFECTOS

Photobucket
© João Menéres

Há dias, a minha neta Beatriz, de seis anos, ofereceu-me este trabalho que fizera no colégio.
Guardei-o com o carinho que tudo guardo quando me é dado pelo coração.
Eu sei que o texto que vou transcrever não tem a ver com esta flor.
A outro neto podia pedir um desenho rabiscado.

Aí vai o texto:

A FLOR

Pede-se a uma criança. Desenhe uma flor! Dá-se-lhe papel e lápis.
A criança vai sentar-se no outro canto da sala onde não há mais ninguém.
Passado algum tempo o papel está cheio de linhas.
Umas numa direcção, outras noutras; umas mais carregadas, outras mais leves;
umas mais fáceis, outras mais custosas. A criança quis tanta força em certas linhas
que o papel quase não resistiu.
Outras eram tão delicadas que apenas o peso do lápis já era demais.
Depois a criança vem mostrar essas linhas às pessoas : Uma flor !
As pessoas não acham parecidas estas linhas com as de uma flor !
Contudo, a palavra flor andou por dentro da criança, da cabeça para o coração e do
coração para a cabeça, à procura das linhas com que se faz uma flor,
e a criança pôs no papel algumas dessas linhas, ou todas.
Talvez as tivesse posto fora dos seus lugares, mas,
são aquelas as linhas com que Deus faz uma flor !

( José de Almada Negreiros / 1893-1970 )

41 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Ah! Como eu sei disso ! E como é bom encontrar nas palavras de alguem a descrição clara e distinta de como as coisas são.
Abraço.

missixty disse...

Andas muito emotivo, eu já reparei no post em baixo, ou será só impressão minha... claro que a inocência de uma criança é sempre emocionante, esperemos que esse Deus que tu dizes que a guia, nunca a abandone! Porque da maneira que anda o Mundo, parece que Ele se esqueceu de toda a gente.
Já dizem os muçulmanos " Confia em Alá, mas agarra bem o teu camelo".

Menina do mar disse...

Que lindo...
Lindo demais...
Guarda a flor que é a tua neta junto dessa que te ofereceu naquele lugar tão especial aí nesse cantinho do peito... a poesia veio só acompanhar, porque a real beleza está nos gestos... não nas palavras...

Conceição Duarte disse...

João que lindinha a flor de sua netinha. Imagina só o amor e a atenção com que ela se dedico a isso?

As crianças levam muito a sério as coisas mais simples ( para nós ) e ai, se ela não fizesse direito?!Por esta razão mesma, é que vão para o cantinho da sala e se concentram... concentram e na hora de entregar sua obra para a professora, e ter o ok de poderem levar para casa, trazem-no como se aquilo valesse ouro! E não vale?

Lindo o post.
Bjus , CON

Eduardo P.L disse...

Uma delícia esses trabalhos escolares! Ainda guardo o dos meus filhos e não ganhei até agora de meus netos, mas prometo postar para se ver qual é mais criativo...srsrs
Parabéns pela iniciativa!
Estou de olho em você que anda distribuindo varais por aí... O que vi no blog da querida La Vanu, é lindo! Mais uma vez parabéns pela qualidade das imagens!

Forte abraço

marie disse...

O avô está embevecido com a flor qua a neta lhe ofertou, mas a neta de certeza sente o grande amor que o avô tem por ela...
Parabéns João!
Marie

Eduardo P.L disse...

João,

LA VANU do Admiradores de Varais!

http://admiradoresdevarais.blogspot.com/

Abçs

Lilazdavioleta disse...

Foi um prazer reler este texto poético.
Gosto de alguns poemas de Almada Negreiros.
Tenho , contudo , uma preferência por este , pois considero que ele é dirigido a todos nós.
Deus também nos deu linhas para construir tudo que existe .
Por vezes , a " nossa criança " , é que ñ as sabe interligar .
Mas ainda bem ... para que a "criança " continue a existir e a sonhar .
Concorda ?
Bjo

Carlos Manuel Pereira Rodrigues disse...

Um belo gesto, uma forma de amor!!

Até breve.

Maria disse...

UM HOMEM E AREALIDADE

Certamente já vivi uma vida de alegria contigo
homem compacto
deliberadamente estabelecido em aparências(...)
incitado porém reafirmado-(...)-,
certamente já vivi uma vida de alegria contigo.

Passos largos
rápidos
olhar firme
se transforma em moldura
com detalhes minuciosos

Modelo singular
sem qualquer risco
Sem demonstrar nenhuma vontade de indultar-me
ou a si mesmo(...)
Vai embora sem nenhuma citação
Sem saber se possui o bem da terra
movimentos juntados em seu corpo
são filtrados em si mesmo
em linhas silenciosas...sem sentimentos
reais.

Vim aqui te ler, beijos

João Menéres disse...

DONA SRª. URTIGÃO

Concordo inteiramente com o eco literário.

Um beijo e obrigado.

João Menéres disse...

MISSIXITY

Quando hoje lhe mostrei a flor no blog, nem podes imaginar a expressão de "vitória" que se desenhou na sua face...
Só por esse instante, valeu a pena.
E, mais, depois do jantar, quando foi embora, disse :
-Obrigado avô por teres guardado a flor ali.

Um beijo.

João Menéres disse...

MENINA do MAR

O comentário acima (o da Missixty) foi a pensar em ti.
Mas, por acaso, também é válido para ela.

Um beijo e desculpa esta confusão.

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO

Um singelo gesto (Tome avô, é para si) gera um sentimento forte.

Um beijo.

João Menéres disse...

EDUARDO

Esteja atento aos seus gémeos.
Eles num instante estão homens.
Cada dia de um neto tem que ser aproveitado (e bem) pelos avós.

Um abraço e vamos lá ao campeonato!

João Menéres disse...

MARIE

Por favor vê a resposta que está acima para a MISSIXTY...

Um beijo e muito obrigado.

João Menéres disse...

LILAZDAVIOLETA

Concordo em absoluto.

Eu continuo a sonhar...

Um beijo e obrigado pela tua visita.

João Menéres disse...

CARLOS MANUEL PEREIRA RODRIGUES

Em cima, já comentei esse gesto lindo.
Muito obrigado pela visita e pelo comentário.

Um abraço.

João Menéres disse...

MARIA

Agradeço o teu Poema e a simpatia do teu gesto.

Um beijo.

Valdemir Reis disse...

João estou lhe visitando, parabéns pelo excelente e belo trabalho, seu blog é muito original, gostei. Nos encontraremos sempre por aqui, aguardo sua visita. Sucesso e muito brilho.
Valdmier Reis

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Maravilha!Que é mais doce que netos?

A flor de sua neta é a mais linda e perfeita,não acha?Porque as de meus netos também o são,rsrsrs!!!

Quanto ao texto é perfeito:é como o mármore de Michelangelo...A Obra já estava lá ele só fez retirá-la de sua prisão.

No entender da criança e de qualquer um que se proponha a desenhar as linhas estão lá,é só vê-las!

Beijo,João!Sonia Regina.

Dulcineia (Lília) disse...

João,
Uma flor bonita e singela!
Tão bom, ver os filhos encaminhados, os netos... deve ser muito gratificante.
E o poema entendo-o tão bem: uma vez, nos m/4anos, sem o menor jeito pra desenhar, a educadora promoveu um concurso. Daria um prémio ao melhor desenho. Todos faziam lindas casas, com janelas. Ao tentar, fiz algo, muito colorido, mas fiquei triste pq não parecia uma casa. O resultado? Acho q a educadora percebeu tudo. Qual o m/espanto ao me dar o 1º prémio, dizer q era diferente dos outros (casinhas)e, ao virar a folha de pernas para o ar dizer "é uma pessoa no hospital de perna engessada e pendurada. Só que pintaste o gesso às cores, não é?" estupefacta, acenei com a cabeça (a suposta chaminé da casinha asssim o sugeria). Passaram 46 anos e ainda lembro com ternura a "volta" que ela deu ao texto.
Muita saúde para si, filhos e netos!
Abraço

Lilazdavioleta disse...

Venho penitenciar-me.
Falar do texto e ñ do que levou à sua escrita , ñ se admite .
Gosto mto de crianças e considero que ter netos deve ser delicioso e enriquecedor .
Portanto, devia ter começado por esta flor e no carinho que a sua oferta " diz ".

Beijo e bom dia.

Georgia disse...

Essa sua neta vai fazer uma boa concorrência com a minha Viviane. Ela tb adora, pintar, cortar e rabiscar. Ontem cortou os cabelos por conta própria.

Já programei os desenhos dela para entrar na semana que vem na Saia e depois os cabelos cortados.

Parabéns à neta.

Linda a poesia.

Um abraco grande

Milouska disse...

João,

Como dizia Pessoa, "... o melhor do mundo são as crianças".
Essa é a flor do amor espontâneo, sem disfarces e também um sol que aquece a alma.
O texto é uma das maravilhas do grande Almada. Não importa o resultado. A criança tem a sua lógica e criatividade próprias.
Um beijo,

Milouska

João Menéres disse...

VALDEMIR REIS

Muito agradeço a sua visita.
Já fui visitá-lo mas não
deixei qualquer comentário.
Ficará para a próxima.
Grato também pelo elogio que tece aos voos do grifo.

Um abraço.

João Menéres disse...

SONIA REGINA

Inteiramente de acordo contigo.
As flores dos nossos netos são as mais lindas flores que foram feitas por netos !

Teres ido buscar o mármore a Carrara foi boa ideia.
Eternizaste as nossas flores.

Um beijo.

João Menéres disse...

LÍLIA

O episódio que contas é um exemplo (entre muitos) das grandes diferenças que entretanto se deram nos rumos da Educação.
Não ficaste confiante para a vida toda que começava então?
Grande sabedoria a da professora.
Obrigado por este testemunho importante.

Beijo.

João Menéres disse...

LILAZDAVIOLETA

Não te preocupes. Eu compreendo muito bem.
Por vezes, quando olhamos para alguma coisa (imagem ou texto) e ficamos entusiasmados com algum pormenor, é logo disso que queremos falar.
Por mim falo: sou muito entusiasta, quero deixar de pronto o que sinto e, nessas circunstâncias, escapa-se provavelmente o essencial.
Mas, estou, como disse, inteiramente de acordo contigo.
Além disso, não vejo assim tantas razões para a penitência. A interligação estava feita já por ti.
ABSOLVIDA E VAI COM DEUS!
Mas volta...

Um beijo.

João Menéres disse...

GEORGIA

A VIVIANE não quer que a Mãe gaste dinheiro na cabeleireira...
Foi à tesourada. E fez estragos?

Mostra primeiro com o cabelo por cortar...

A "encomenda" ainda não seguiu. Também é para a semana.

Beijo.

João Menéres disse...

MILOUSKA

Apreciei a forma muito inteligente e tranquila como analisou esta postagem.

Um beijo agradecido.

erupção_do_ser disse...

A pureza reside na criança assim como na pequena flor, voltando-se agora para alguém que já foi criança um dia, e hoje um belo avô!!!
Abraço quentinho

João Menéres disse...

ERUPÇÃO_DO_SER

Não mereço tanto, minha amiga.
Esforço-me um tanto, mas não o que os meus sete netos merecem.

Um beijo pelo comentário tão lindo.

Maria Augusta disse...

As verdades e as realidades são do coração das crianças, é verdade, que são espontâneas e os deixam se expressar toda sua pureza.
E que carinho para com o vovô, oferecendo a ele esta linda flor!

João Menéres disse...

MARIA AUGUSTA

As tuas palavras aqui são poesia, aos ouvidos deste avô.

Agradeço com um beijo.

Dulcineia (Lília) disse...

Caro JOão,
Verdade. Aínda hoje o sinto e sorrio. E verdade seja o diferente rumo que a educação tomou. Embora pense que, na infantil, ainda se encontram muitas educadoras com paixão.
Um abraço amigo, recheado de votos de saúde , para si e toda a sua plebe!

Juliêta Barbosa disse...

João,

Tenho duas paixões em minha vida: o mar e as margaridas. Para ambos fiz um texto. Gostaria de obter sua permissão para "copiar" esse desenho da sua netinha para ilustrar um outro texto. Achei-o de uma beleza ímpar.Obrigada.

ellen disse...

Achei apropriado deixar neste post dos Afectos este dica:

Há uma prenda para si no meu BLog. Passe por lá e traga-o para sua casa :)

Beijinho

João Menéres disse...

LÍLIA

Há no meio dos professores uma grande % de apaixonados pela nobre actividade que abraçaram.
Não é só na Infantil ou no Ensino Especial...
Mas que teem sido altamente desmotivados, ai isso teem !!!

Beijo.

João Menéres disse...

JULIETA BARBOSA

Respondi directamente.
Espero que apesar das gralhas tenhas percebido.

Um beijo.

João Menéres disse...

ELLEN

Muita a tua gentileza.
Agradeço do coração.
Fica guardado a sete chaves

Um beijo .