.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

AR LIVRE

© João Menéres

PARIS

Jardin des Tuileries

20 comentários:

missixty disse...

Um belo arrastamento! Já vi que és um perito nisto!
Quanto à música no meu blog tinhas razão e á mudei. Vai escutar a que pus agora. A música é boa e penso que não fica muito desenquadrada!

João Menéres disse...

MISSIXTY

Obrigado pela visita e pelo comentário.
Hoje, aqui, estás com a camisola amarela!

A imagem já devia estar ampliada (podes clicar nela, claro) mas ainda não consegui que isso acontecesse.
Com tempo e calma, lá chegaremos.

Dona Sra. Urtigão disse...

Linda a imagem, que quase nos traz os perfumes do bosque. E a sensação da velocidade no homem, sua impermanencia frente á perenidade da natureza.
(Bem pode ser assim se nos permitirmos, enquanto espécie, preservar nosso habitat)

Alice Salles disse...

E lá nesse parque as pessoas voam, João!? Quero ir conhecer! :)

João Menéres disse...

DONA Sra. URTIGÃO

Estou muito preocupado quanto ao problema que levanta.
Há cerca de vinte anos, tive esperanças que o Homem tivesse despertado do pesadelo em que mergulhou a Terra após a revolução industrial.
Hoje, minha Amiga, não me resta nenhuma esperança.
Estamos todos (uns activamente, outros por passivos) a abrir a sepultura em que enterraremos nossas criminosas acções.
E, a destruição cresce em ritmo geométrico.
Na Amazónia, passa-se o que toda a gente sabe, na Austrália, medonhos incêndios lavram em milhares e milhares de km2, depois, aqui e ali, são os derrames de milhares de toneladas de produtos tóxicos, tanto nos Oceanos, como em rios.
Até quando pode a Terra suportar e alimentar estes selvagens com figura humana?

Apreciei muito a sua visita.
Como aqui não há porta, entre quando assim o desejar.

Um beijo.

João Menéres disse...

ALICE

Em todos os parques dignos desse nome, as pessoas não só voam como sonham, minha querida.

Sílvio Vasconcellos disse...

Caro João!

O Minimínimos é um glof escrito por 7 pessoas: 5 do Brasil, 1 de Portugal e 1 de Cabo Verde. Esvremos textos mínimos, ao extremo. Minimalistas em até 200 caracteres. Meus posts são publicados na segundas-feiras, mas tenho certeza que meus companheiros se sentirão honrados com suas visitas diariamente.

Um cordial abraço,

Sílvio

Milouska disse...

Outono e exercício físico combinam bem. rsrs
"Voar" é próprio do Homem.
Bjo,

Milouska

João Menéres disse...

SÍLVIO

Visitas diárias não prometo, por absoluta falta de tempo. Mas, não deixarei de me actualizar periodicamente e tentarei deixar um comentário sempre que para tal esteja inspirado.
Boa semana e melhor postagem no dia 16.

Ab,

João Menéres disse...

MILOUSKA

Esta imagem foi em Novembro, portanto em pleno Outono, com belíssimo tempo.
Muitos os "voadores" por aqui, na verdade.
Grato pela visita e pelo comentário.

Um beijo.

Delírios das Borboletas disse...

Bela paisagem colega de engenharia e colega de poemas.
abraços e vá me visitar.
obrigada.

Maria Augusta disse...

O outono e o movimento, dois belos temas combinados nesta foto preciosa. Parabéns!
Um abração.

João Menéres disse...

DELÍRIOS DAS BORBOLETAS

Eu tenho ido ao seu éden.
Talvez tenha uma referência a alguém na próxima TERTÚLIA VIRTUAL, no dia 15.
Os meus poemas? A Poesia é para os poetas e para quem dela gosta, como eu.

Um beijo.

João Menéres disse...

MARIA AUGUSTA

Em poucas palavras, colocou tudo quanto sentiu.
Obrigado e um beijo.

Conceição Duarte disse...

João a foto deveria se chamar "momento" ou ainda OUTONO! Parece tão pouco não é? Ou ainda comum, mas o momento é tudo aquilo que vivemos, quando ele é maravilho, de forma intensa. A foto é intensa, ela tem o outono que por sí só, é maravilhoso tanto na foto quanto na vida, para se ver. Nos encanta! E o lance que pegou do rapaz no ar... Como se andasse por cima de todas as folhas. Linda a sua foto.

Carinho, CON

João Menéres disse...

CONCEIÇÃO DUARTE

Concordo que AR LIVRE é demasiado genérico para esta imagem.
Até agora, só tu, minha Amiga, referiste o pormenor, tantas vezes, considerado como aquele que faz de uma imagem linda, uma imagem ESPECIAL.

Obrigado, pelo teu olhar.
Beijo.

L.Reis disse...

A grande qualidade desta fotografia está no excelente efeito de movimento conseguido em contraste com a imobilidade da paisagem que lhe serve de fundo. Um daqueles momentos em que um pouco de domínio técnico faz toda a diferença...!

João Menéres disse...

É bom ouvir quem sabe das técnicas e não só das estéticas...

Um obrigado.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Incrível o contraste entre a nitidez da natureza e a mobilidade do atleta.Só faz quem sabe!!!!

Beijo!Sonia Regina.

João Menéres disse...

SONIA REGINA

A jovem, na verdade, está toda no ar...
Tenho pena que ela não viesse de lá para cá...
Mas, ficou bem assim.

Um beijo.